SÁBADO, 18/05/2024

Manejo de fogo é a chave para combater incêndios no Pantanal

Entre as técnicas utilizadas pelas brigadas estão os aceiros negros, a queima prescrita e a queima de expansão (ou contrafogo).

Publicado em 

Manejo de fogo é a chave para combater incêndios no Pantanal - News Rondônia

Os incêndios continuam a devastar grandes áreas do Pantanal, incluindo sua biodiversidade e colocando em risco espécies simbólicas do país, como a arara-azul e a onça pintada.

De acordo com o Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), o Pantanal teve mais de 2,9 milhões de hectares incendiados desde o começo do ano até a primeira quinzena de setembro, o equivalente a cerca de 19% da parte brasileira do bioma.

Manejo de fogo é a chave para combater incêndios no Pantanal - News Rondônia

Entre as maneiras encontradas pelos brigadistas para conter o avanço dos incêndios está o manejo do fogo. De acordo com o membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza (RECN), Felipe Dias, as equipes têm usado diversas técnicas para impedir um cenário ainda maior de destruição, cujas origens estão relacionadas a fatores climáticos e humanos.

"Temperaturas elevadas, matéria orgânica seca, ventos fortes. Tudo isso levou à ampliação do incêndio. Mas a origem é humana. Não necessariamente uma origem criminosa, de pôr fogo propositadamente. Muitas vezes é acidental, na hora de fazer o manejo de pastagem, por exemplo", diz o especialista, que é diretor executivo da SOS Pantanal. Ele ressalta, no entanto, que os incêndios atuais não são acidentes, pois existem resoluções federais e estaduais em vigor proibindo o uso do fogo para controlar a pastagem.

Técnicas de manejo

Entre as técnicas utilizadas pelas brigadas estão os aceiros negros, a queima prescrita e a queima de expansão (ou contrafogo). Os dois primeiros são feitos de maneira antecipada e preventiva, eliminando do ambiente o combustível que o fogo precisaria para se propagar. Já a queima de expansão é executada como forma de combate, no momento em que um incêndio é identificado, prevendo-se sua movimentação de acordo com a direção dos ventos e, assim, protegendo áreas não atingidas.

A queima prescrita é a eliminação controlada – no período de chuva – do material combustível (biomassa vegetal) em áreas específicas, também com o objetivo de que, na eventualidade de o fogo chegar à região, não ter com o que se alastrar.

Segundo o coordenador de Projetos Ambientais da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Emerson Antonio de Oliveira, o fogo é uma ferramenta usada em atividades agrícolas e pecuárias no Pantanal. "Trata-se de uma atividade que requer autorização, conhecimento e muito cuidado. É preciso que haja condições que permitam esse tipo de ação, como umidade e ventos propícios. Caso contrário, o bioma e toda a sua biodiversidade corre graves perigos, como estamos vendo atualmente", diz, reforçando que este mesmo cenário relacionado ao fogo também ocorre no Cerrado e na Amazônia.

Em tese, um proprietário rural que queira usar o fogo para qualquer finalidade tem de evitar o período de estiagem e pedir autorização para os órgãos de controle ambiental, que emitem as licenças necessárias e as regras que deverão ser seguidas. O incêndio acidental acontece quando, mesmo com as devidas autorizações, o fogo foge de controle. Ele difere do incêndio criminoso no sentido de que este é resultado de uma ação que não teve autorização legal para ser realizada. Em ambos os casos, as consequências podem ser catastróficas.

Em 16 de julho, foi publicado no Diário Oficial da União um decreto do governo federal que proibiu a utilização do fogo em práticas agropastoris e florestais na Amazônia Legal e no Pantanal por 120 dias. Com isso, toda e qualquer forma de utilização de fogo para essas finalidades durante este período são consideradas ilegais.

Mudanças do clima

Outro agravante tem sido as mudanças climáticas, que alteraram as estações propícias para o uso do fogo controlado. "A época que era adequada para isso já não é mais. Em 47 anos, esse é o menor nível de inundação do Pantanal que eu vejo, o que gera uma área maior de matéria seca e o risco de incêndio se agrava", explica Dias. Ele também alerta para o fato de as chuvas estarem menos espalhadas ao longo dos meses, concentrando-se em poucos dias e criando, assim, intervalos mais longos de seca. "Temos que entender essa dinâmica. Vai se repetir no ano que vem? No outro? É uma mudança permanente? Temos que trabalhar com perspectivas de adaptação às mudanças do clima."

Impactos socioeconômicos

A dificuldade de controlar os incêndios também gera impactos socioeconômicos no Pantanal. A começar pela atividade turística, que já estava debilitada em decorrência da pandemia e teve sua recuperação dificultada pelos efeitos do fogo. Com isso, comunidades que vivem do turismo acabam sendo prejudicadas. Povos indígenas também sofrem. "A terra indígena dos Perigara teve, se não 100%, uma grande parcela destruída", diz Dias, que também alerta para a situação dos índios Kadiwéu.

O especialista está na região de Porto Jofre, no município de Poconé, no Mato Grosso, auxiliando os combatentes e as equipes de resgate. A região conta agora com focos de menor intensidade e a preocupação maior é com a vida silvestre. Com a devastação do fogo, muitos animais perderam suas fontes de alimento. "Estamos levando água e comida para os animais. As consequências sobre a biodiversidade ainda precisam ser medidas. Vimos macaquinho pegando galho seco para comer e outras cenas. Agora a preocupação é o pós-incêndio."

Como evitar os impactos de grandes incêndios

Uma das formas sugeridas por Dias e outros especialistas para evitar os impactos de grandes incêndios é a criação de brigadas permanentes ou, até mesmo, de uma Brigada Nacional, em moldes semelhantes à Força Nacional de Segurança. O objetivo é criar estruturas perduráveis de combate a incêndios, incluindo equipamentos e veículos que permitam a ajuda de brigadas voluntárias. "Eu consigo trazer brigadistas hoje para o Pantanal, mas não temos como fazer o transporte deles na região por falta de embarcações fluviais, por exemplo."

O Instituto Homem Pantaneiro lançou uma iniciativa de arrecadação de doações para a formação da Brigada Alto Pantanal, uma brigada permanente para combater incêndios durante o ano todo nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. "A ideia é não apenas combater o fogo, mas, também, inspirar fazendeiros e outros setores da sociedade a replicar a ação", disseram os idealizadores do projeto.

Para o coordenador de Projetos Ambientais da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Emerson Antonio de Oliveira, iniciativas como esta podem ser replicadas em outros biomas, aumentando o nível de proteção dos ambientes naturais brasileiros. "A defesa do meio ambiente, ainda mais no país mais biodiverso do mundo, precisa ser criada de maneira conjunta e colaborativa", afirma.

A expectativa é de que a campanha da Brigada Alto Pantanal arrecade recursos para a manutenção de uma brigada com duas unidades de sete pessoas cada, equipamentos de proteção individual e duas embarcações.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Publicidade
Publicidade

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

Devedores têm último fim de semana para aderir ao Desenrola Brasil

Etapa abrange dívidas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022
L
Testes em urnas eletrônicas reiteram que sistema de votação é seguro

Testes em urnas eletrônicas reiteram que sistema de votação é seguro

TSE encerrou nesta sexta-feira (17) fase de testes de segurança
L
Materiais esportivos são entregues à comunidade do distrito Nova Samuel, em Candeias do Jamari

Materiais esportivos são entregues à comunidade do distrito Nova Samuel, em Candeias do Jamari

Projeto “Resgatando o Futuro da Nova Samuel”, esta integrado ao projeto “Renascendo pelo Esporte”.
L
MSF foca em populações ainda mais vulneráveis no apoio a vítimas da catástrofe

MSF foca em populações ainda mais vulneráveis no apoio a vítimas da catástrofe

Equipes atendem pacientes de comunidades em áreas isoladas e levam medicamentos, alimentos e água.
L
Justiça condena empresa de laticínios a pagar adicional de insalubridade. Entenda como funciona o benefício

Justiça condena empresa de laticínios a pagar adicional de insalubridade. Entenda como funciona o benefício

Esse é um benefício que, em geral, só conhece quem recebe, o que faz com que muitos não conhecam totalmente seus direitos, explica a advogada Dra.Lorrana Gomes, do escritório L Gomes Advogados.
L
Publicidade

DESTAQUES NEWS

Traído: Homem vai preso ao tentar matar amante da esposa em Rondônia

A esposa mantinha um caso com um antigo amigo, que iremos nominar como, Carlos Sedutor, há cerca de quatro anos.
L
PF deflagra operação para combater crimes na Terra Indígena Igarapé Lage em Rondônia

PF deflagra operação para combater crimes na Terra Indígena Igarapé Lage em Rondônia

A área desmatada é de aproximadamente 840 hectares, extensão que corresponderia a mais de 1.100 campos de futebol.
10
Novas instalações são entregues pelo Governo de RO na Escola Paulo Freire, em Vilhena

Novas instalações são entregues pelo Governo de RO na Escola Paulo Freire, em Vilhena

Escola, com 603 alunos do ensino fundamental, passa a contar com três novas salas de aula.
L

#Sintonia360 | Entrevista com Eduardo Bullerjahn e Raiza Salvi – fisiculturistas

Os convidados são Eduardo Bullerjahn e Raiza Salvi, campeões do Mister São Paulo, um renomado campeonato de fisiculturismo com mais de 100 anos de tradição.
L
Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

Em seis décadas, percentual subiu quase 20 pontos percentuais
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet
L
Taxa de desemprego fica em 7,9%; índice é o menor em 10 anos

Taxa de desemprego fica em 7,9%; índice é o menor em 10 anos

Desocupação trimestral recua em 21 estados e no Distrito Federal
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet
L

Publicado o edital para contratar 44 profissionais: Vagas são para psicólogos e assistentes sociais

Os contratados serão lotados em Alta Floresta do Oeste, Ariquemes, Buritis, Cacoal, Cerejeiras, Costa Marques, Espigão do Oeste, Extrema, Guajará-Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Machadinho do Oeste, Ouro Preto do Oeste, Pimenta Bueno, Porto Velho, Rolim de Moura, São Francisco do Guaporé e Vilhena.
L

Inscrições abertas para capacitação gratuita de mulheres artesãs em Porto Velho

Esta é a primeira etapa da capacitação com dez oficinas e diferentes temas voltados ao empreendedorismo feminino
L
Publicidade

POLÍTICA

Deputado Cássio Gois solicita nova ponte na Estrada da Figueira, que liga Cacoal e Espigão D’Oeste

Deputado Cássio Gois solicita nova ponte na Estrada da Figueira, que liga Cacoal e Espigão D’Oeste

No esforço contínuo para promover o progresso com a segurança da comunidade, o deputado estadual Cássio Gois (PSD) apresentou ao Governo de Rondônia uma indicação crucial para a infraestrutura da região.
L
Vereador Valtinho Canuto agradece a EMDUR pela manutenção e instalação de lâmpadas de LED na Rua Madeira Mamoré

Vereador Valtinho Canuto agradece a EMDUR pela manutenção e instalação de lâmpadas de LED na Rua Madeira Mamoré

Então procuramos a EMDUR, relatamos os fatos e fomos prontamente atendidos pela equipe, sendo realizado o serviço de manutenção de iluminação pública trocando lâmpadas convencionais por lâmpadas de LED.
L
Vereador Valtinho Canuto Participa da Fundação da FETAPE-RO, Marcando Importante Avanço para os Pescadores e Aquicultores de Rondônia

Vereador Valtinho Canuto Participa da Fundação da FETAPE-RO, Marcando Importante Avanço para os Pescadores e Aquicultores de Rondônia

A cerimônia contou com a presença do vereador Valtinho Canuto, que destacou a importância deste novo marco para a organização e defesa dos direitos dos pescadores e aquicultores da região.
L
Deputado estadual Pedro Fernandes participa do 15º Congresso Brasileiro do Cooperativismo em Brasília

Deputado estadual Pedro Fernandes participa do 15º Congresso Brasileiro do Cooperativismo em Brasília

Durante o congresso, foi lançada a Agenda Institucional do Cooperativismo, um documento estratégico que visa fortalecer os laços institucionais entre o Poder Legislativo e o modelo de negócios cooperativista.
L
Publicidade

POLÍCIA

Ladrão é perseguido e derrubado após furtar bike na Calama

Ladrão é perseguido e derrubado após furtar bike na Calama

Um amigo da vítima saiu correndo atrás do ladrão.
10
URGENTE: Motociclista sofre fraturas em colisão com ônibus na zona leste

URGENTE: Motociclista sofre fraturas em colisão com ônibus na zona leste

Devido a forte batida a mulher caiu desmaiada com fraturas expostas na perna, e outras lesões pelo corpo.
16
AUDACIOSO: Ladrão é preso furtando barras de cobre em prédio da PRF em Porto Velho

AUDACIOSO: Ladrão é preso furtando barras de cobre em prédio da PRF em Porto Velho

Dentro da mochila foram encontrados vários pedaços de cobre que o criminoso retirou dos fundos do prédio.
10
ATUALIZADA: Empresário é preso com arma e drogas após sofrer atentado a bala em conveniência na zona leste

ATUALIZADA: Empresário é preso com arma e drogas após sofrer atentado a bala em conveniência na zona leste

O empresário foi conduzido ao Departamento de Flagrantes.
10
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Premiê da Eslováquia tem estado grave após tentativa de assassinato

Premiê da Eslováquia tem estado grave após tentativa de assassinato

Robert Fico, 59 anos, foi baleado em ataque que chocou a Europa.
L

Mais de 800 mil palestinos já deixaram Rafah, no sul de Gaza

Retirada começou após ofensiva militar israelense.
L

Recebimento da Licença Ambiental: RICARDO LUIZ MARTINS JUNIOR

 Licença Ambiental de Operação SUL 69°
L

EDITAL DE CONVOCAÇÃO- AGE: Associação dos Moradores, Pescadores e Extrativistas da Localidade de Brasileiras do Baixo Madeira (AMPELB)

A Assembleia Geral se realizará no Bar e Mercearia do Careca, localizado no Ramal Aliança, linha 28 de Novembro, Comunidade Brasileira
L
Encontro formativo para implantação do Projeto “E-paz” é realizado na Escola Capitão Cláudio, em Porto Velho

Encontro formativo para implantação do Projeto “E-paz” é realizado na Escola Capitão Cláudio, em Porto Velho

A capacitação objetiva criar uma rede de proteção e desenvolver uma cultura de paz.
L
Em preparação para a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, TRT-14 promove Seminário sobre tecnologia e inovações de mediação

Em preparação para a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, TRT-14 promove Seminário sobre tecnologia e inovações de mediação

Encontro contou com a presença do ministro do TST, Cláudio Brandão e trouxe debate sobre avanços tecnológicos e conciliação de conflitos trabalhistas.
L
Segredos e Confrontos No Rancho Fundo

Novas Chegadas e Conflitos no Rancho Fundo

Surpresas e Revelações Agitam a Vida dos Leonel
L
Laços e Conflitos em Família é Tudo

Segredos e Confrontos em Família É Tudo

Vênus e Netuno/Léo em Destaque enquanto Paulina Planeja Separação
L
Tramas e Desconfianças em Renascer

Laços e Conflitos em Renascer

Redescobertas e Perdões em Meio a Tensão Familiar
L
DPU apresenta denúncia na CIDH contra Estado brasileiro por violações de direitos humanos

DPU apresenta denúncia na CIDH contra Estado brasileiro por violações de direitos humanos

Caso envolve Convenção de Haia sobre subtração internacional de crianças.
L