QUINTA-FEIRA, 30/05/2024

L

Saúde

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta

Ampliação de leitos, contratação de profissionais, testagem, vacinação foram alguns dos serviços executados.

Por Semusa / SMC / PMPV - 30

Publicado em 

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta
Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

A pandemia de covid-19 foi considerada a maior emergência de saúde pública do mundo, e no Brasil durou 26 meses. Período em que a Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), empregou cerca de R$ 88 milhões e muito esforço para salvar vidas. Além de investimento estrutural nas unidades, também foram contratados novos profissionais, criação de leitos, teleatendimento, testagem em massa, vacinação e muito mais.

O primeiro caso do coronavírus em Porto Velho foi registrado em março de 2020. Porém, devido à circulação da doença, a Semusa já vinha se antecipando nas ações de enfrentamento ao vírus. O Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), através do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), esteve na vanguarda das atividades de orientação de protocolos à população e elaboração do plano de contingência municipal.

AMPLIAÇÃO DE LEITOS

Como em todo mundo, os casos avançaram rapidamente e medidas mais enérgicas e efetivas precisaram ser adotadas pela Prefeitura de Porto Velho. Com o aumento de pacientes nas unidades de urgência e emergência, foi imperioso o investimento do município na ampliação do número de leitos, de 71 antes da pandemia para 113 durante o auge da doença, incluindo os dez leitos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jaci-Paraná, inaugurada em junho de 2020. O prédio foi todo reformado e ampliado, devido a um convênio de R$ 30 milhões, celebrado na atual gestão com a Santo Antônio Energia.

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta - News Rondônia
Foram realizados grandes investimentos em equipamentos para salvar vidas | Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

GRANDES INVESTIMENTOS

Diante do cenário pandêmico, os atendimentos nas unidades de saúde foram remodelados, principalmente na rede de urgência e emergência. A UPA Sul passou a ser referência para atendimento de covid-19, servindo até mesmo como internação provisória devido à falta de leito de internação ou de UTI nos hospitais do estado.

Para tanto, foram necessários grandes investimentos em equipamentos para salvar vidas, como ampliação de leitos equipados com suporte ventilatório, novas camas hospitalares, monitores multiparâmetros, aumento na aquisição de oxigênio, toneladas de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), para a segurança dos servidores, materiais hospitalares, testes rápidos para detecção do coronavírus e grandes quantidades de medicamentos.

Outros recursos que saíram dos cofres municipais foram empregados na alimentação de pacientes, custeio até então não realizado pela prefeitura, uma vez que com a superlotação na rede estadual, o município passou mais tempo com pacientes em suas unidades a espera de vagas e precisou fornecer alimentação aos doentes.

CONTRATAÇÕES

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta - News Rondônia
Serviço de Call Center Covid contabilizou cerca de 110 mil ligações | Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

Para suprir a necessidade de mão de obra, a Prefeitura de Porto Velho contratou mais 990 profissionais da saúde com investimento de R$ 44 milhões somente nos primeiros dois anos de pandemia. Entre 2019 e 2022, foram abertos cinco processos de contratação por meio de Processo Seletivo Simplificado Emergencial. “A demanda era tão alta que em um desses processos, a convocação de profissionais foi além do previsto, superou o quantitativo de vagas ofertadas no edital”, aponta Kuelle Socorro, diretora do Departamento de Gestão de Pessoas da Semusa.

TELEATENDIMENTO

Para resguardar a vida das pessoas, evitando exposições desnecessárias da população em unidades de saúde, a Prefeitura de Porto Velho implantou o Call Center Covid, serviço de teleatendimento gratuito 24 horas para atender pessoas com sintomas do coronavírus, tirar dúvidas e esclarecer as condutas corretas de acordo com cada sintoma.

Após ser atendida pelo teleatendimento, pacientes com sintomas moderados a graves eram encaminhados para o Centro de Atendimento Covid, serviço criado na pandemia para atender exclusivamente pessoas oriundas do Call Center. Além das consultas médicas, o local também oferecia laboratórios, espaço para realização de exames e profissionais capacitados para atender a demanda.

Até ser encerrado, no início de 2022, o serviço contabilizou cerca de 110 mil ligações que resultaram em mais de 70 mil atendimentos médicos e quase 68 mil consultas agendadas.

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta - News Rondônia
Mutirões foram executados nos bairros identificados com maior número de casos da doença | Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

OPERAÇÃO COVID ZERO

Os atendimentos aos pacientes com suspeitas ou confirmados com covid-19 não ficaram restritos aos serviços de teleatendimento e as unidades de saúde da rede municipal. Para tentar evitar as superlotações, principalmente nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), a Prefeitura executou o projeto “Operação Covid Zero”, mutirões executados nos bairros identificados com maior número de casos da doença.

Em cada ação, realizada nas escolas municipais, àquela época sem aula presencial, eram oferecidos serviços de testagem rápida, pacientes positivados, encaminhados para consultas médicas e dispensação de medicamentos. Mais de dez bairros foram contemplados e cerca de 2,6 mil atendimentos disponibilizados.

BARREIRAS SANITÁRIAS

Como parte das estratégias de controle e combate ao coronavírus, a Semusa também atuou na vigilância e instalou barreiras sanitárias na BR-364, sentido Candeias do Jamari; na BR-319, sentido Humaitá, (AM) e BR-364, sentido Rio Branco (AC), em Nova Califórnia. Um trabalho com intuito de captar, monitorar, orientar e notificar, quando necessário, a população em trânsito que entrava no município.

Nesses locais, os fiscais abordavam os passageiros que respondiam um questionário. Caso estivesse com suspeita, essas pessoas eram encaminhadas para atendimento médico nas unidades sentinelas. Apenas nos primeiros meses da ação, mais de 12 mil veículos e 72 mil pessoas foram abordadas nas barreiras e rodoviárias.

ATENDIMENTO ÀS PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta - News Rondônia
Pessoas em situação de rua naquela época também foram assistidas pelas ações da Prefeitura | Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

Pessoas em situação de rua naquela época também foram assistidas pelas ações da Prefeitura de Porto Velho, através do programa Consultório na Rua, desenvolvido pela Semusa. A equipe, que já fazia o acompanhamento médico, odontológico, psicológico e de prevenção para essas pessoas, passou a ampliar os atendimentos.

Através do plano de contingência, elaborado pela Semusa, juntamente à Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), os profissionais do Consultório na Rua ampliaram o atendimento a esses moradores, com a distribuição de kits de higiene pessoal; alimentação; isolamento social em albergues para quem apresentava sintomas de gripes e resfriado; pontos de acolhimento como tendas, abrigos e albergues.

Além disso, a pasta fazia, também, o rastreamento dos casos suspeitos; acolhimento dos pacientes; parcerias com escolas e outras instituições para utilização de banheiros públicos; emprego de mais recursos humanos para atender as demandas; e ampliação do horário de atendimento das unidades de saúde, que funcionavam como apoio, para até as 22h.

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta - News Rondônia
Foram mais de 15 mil atendimentos para quem atuava na linha de frente | Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

ATENDIMENTO AOS SERVIDORES

Quem atuava na linha de frente ao coronavírus, também teve um olhar mais delicado por parte da Secretaria Municipal de Saúde. Através do projeto ‘Cuidando do Cuidador’, a Semusa implantou o ambulatório de saúde do trabalhador, para atender profissionais de saúde com suspeita de covid. Foram mais de 15 mil atendimentos realizados por essa iniciativa. Além disso, esses servidores receberam capacitações e todos os equipamentos de proteção individual, a fim de evitar a contaminação pelo coronavírus.

ATENDIMENTO AOS DISTRITOS

Em meio a emergência sanitária, a Prefeitura de Porto Velho se preocupou em descentralizar as ações e medidas de controle ao coronavírus, o início atuando com atividades de educação em saúde e protocolos de atendimento ao vírus, posteriormente com o reforço de profissionais e atendimentos nas unidades de saúde de toda a zona rural.

Em cada distrito percorrido, as equipes da vigilância em saúde atuavam nas residências e também nas unidades de saúde, onde repassavam treinamentos e instruções sobre os protocolos de atendimento a pacientes com suspeição da covid-19. Após investigação epidemiológica com visita nos domicílios, os moradores eram orientados sobre a quarentena e os cuidados durante o período de isolamento obrigatório.

VACINAÇÃO: A ESPERANÇA

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta - News Rondônia
Primeiro lote, com 18.800 doses da vacina CoronaVac, chegou em Porto Velho no dia 19 de janeiro de 2021 | Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

Depois de um dos piores momentos da saúde pública mundial, em 19 de janeiro de 2021, um pouso na capital rondoniense reacendeu o sentimento de esperança dos porto-velhenses. Era o primeiro lote, com 18.800 doses da vacina CoronaVac contra a covid-19.

No mesmo dia, minutos depois, Porto Velho iniciou a vacinação contra o coronavírus. A primeira pessoa a receber a dose foi uma auxiliar de enfermagem de 54 anos, que fazia parte do grupo prioritário devido a sua atuação na ponta do enfrentamento ao vírus.

Inicialmente, por não ter dose suficiente para todo mundo, o Ministério da Saúde elaborou um plano para vacinar os grupos. Essa metodologia era executada pela Semusa, que desenvolveu diversas estratégias para proporcionar um acesso melhor aos pacientes. Uma delas foi a ampliação dos pontos de imunização para escolas, faculdades privadas e hospitais públicos e privados. Essas ações eram realizadas durante o dia e aos finais de semana.

Prefeitura de Porto Velho investiu quase R$ 90 milhões para salvar vidas durante a maior emergência de saúde do planeta - News Rondônia
Porto Velho Shopping foi um dos pontos de vacinação definidos pela Semusa | Foto: SMC/ Wesley Pontes/ Leandro Morais

A Semusa ofertou também pontos de vacinação durante a noite. Essa estratégia acontecia no Porto Velho Shopping e drives-thrus. Somente no centro comercial, mais de 230 mil doses foram aplicadas nos dois anos de pandemia.

Além disso, a Semusa também levou vacinação para as regiões de distritos e zona rural. Com a reforma e ampliação do Barco Saúde, em 2021, com investimentos de R$ 1,2 milhão, os distritos do baixo Madeira receberam doses de vacina contra a covid-19. Outras regiões da zona rural também receberam ações de vacinação.

Ao todo, segundo dados da plataforma Localiza SUS, mais de 1 milhão de doses monovalente contra a covid-19 foram aplicadas em Porto Velho. Quase 360 mil pessoas completaram o primeiro esquema vacinal. Já sobre a dose bivalente, reforço contra o coronavírus, 69.998 pacientes foram imunizados.

Secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini lembra que naquele momento difícil, no auge da contaminação, “a chegada da vacina se tornou nossa maior esperança. Desde o início do programa de imunização, trabalhamos arduamente conforme as regras do Ministério da Saúde para garantir que cada dose chegasse aos braços de nossos cidadãos, incluindo aqueles que viviam em nossos distritos e áreas rurais”.

Pasini ainda reforça a importância da atuação dos profissionais da saúde durante toda a pandemia. “Enfrentamos uma das maiores emergências de saúde pública da história com dedicação na missão de salvar vidas. Os desafios foram enfrentados com muita resiliência, fizemos muito além da nossa pactuação na busca de oferecer atendimento digno para todos”.

Publicidade
Publicidade
ELEIÇÕES
Publicidade

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

Ações da Prefeitura de Porto Velho contribuem para o abandono ao tabagismo

Ações da Prefeitura de Porto Velho contribuem para o abandono ao tabagismo

Programas de tratamento e prevenção ao vício são oferecidos gratuitamente à população.
L
Planos de saúde prometem reverter cancelamento unilateral de contratos

Planos de saúde prometem reverter cancelamento unilateral de contratos

Em menos de um ano, usuários fizeram mais de 5,4 mil reclamações
L

Prefeitura de Porto Velho abre Campanha de Vacinação contra a Poliomielite na capital

Imunizante direcionado para crianças menores de 5 anos está disponível nas unidades básicas de saúde
L

1ª Mostra Científica de experiências em Gestão do Trabalho e Educação na Saúde vai reconhecer boas práticas para a população

Iniciativa da Semusa é valorizar trabalhadores e pessoas que atuam em favor de uma saúde melhor
L
Campanha de vacinação contra poliomielite começa nesta segunda

Campanha de vacinação contra poliomielite começa nesta segunda

Meta é imunizar cerca de 13 milhões de criança menores de 5 anos
L
Publicidade

DESTAQUES NEWS

Câmara aprova decreto que reduz exigências para armas de fogo

Câmara aprova decreto que reduz exigências para armas de fogo

Projeto segue para análise do Senado
L

Relatório Anual aponta redução de mais de 70% no desmatamento em Rondônia

Rondônia se destaca como o segundo estado do país com a maior diminuição de degradação florestal
L
Lei que regula pesquisa com seres humanos é sancionada com vetos

Lei que regula pesquisa com seres humanos é sancionada com vetos

Texto define responsabilidade de patrocinadores e estudiosos
L
Dia de Corpus Christi

Dia de Corpus Christi: Significado, Tradições e comemorações no Brasil

Entenda a importância e as celebrações de um dos feriados mais significativos do calendário católico.
L

Coluna social Marisa Linhares: Café Colonial – Lions Clube Cacoal Centro

O evento foi em prol do Centro de Oncologia Infantil de Cacoal, reunindo a comunidade para apoiar esta importante causa.
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

Brasil cria 240 mil empregos em abril, aponta Caged

Brasil cria 240 mil empregos em abril, aponta Caged

Salário médio de admissão foi R$ 2.126,16
L
Prefeitura divulga resultado de processo seletivo para contratação de serviços na Semad em Porto Velho

Prefeitura divulga resultado de processo seletivo para contratação de serviços na Semad em Porto Velho

Confira a lista dos aprovados, cargos e documentos necessários
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet.
L

Prefeitura de Porto Velho convoca candidatos classificados em processo seletivo para área da saúde

Os candidatos devem comparecer à Semad nos próximos 15 dias corridos, a contar do primeiro dia útil posterior à data da publicação do edital
L
Publicidade

POLÍTICA

Lebrinha viabiliza recursos para realização de cirurgias de catarata em Monte Negro

Emenda parlamentar é no valor de R$ 500 mil.
L

Deputada Lebrinha viabiliza recursos para realização de cirurgias de catarata em Monte Negro

A verba já está na conta da prefeitura e será aplicada em melhorias na saúde municipal, para procedimentos cirúrgicos, atendendo os pacientes que estão na regulação, aguardando cirurgias de catarata.
L
Ieda Chaves destina emenda para obra de galeria de água pluvial na Associação São Tiago Maior

Ieda Chaves destina emenda para obra de galeria de água pluvial na Associação São Tiago Maior

Investimento na ordem de R$ 100 mil para evitar alagamentos nas áreas comuns.
L
Escola do Legislativo presente na Rondônia Rural Show Internacional

Escola do Legislativo presente na Rondônia Rural Show Internacional

Palestras, oficinas e mesa-redonda foram atividades realizadas durante os dias de feira.
L
Dra. Taíssa recebe vereador de Guajará-Mirim para ouvir demandas da região

Dra. Taíssa recebe vereador de Guajará-Mirim para ouvir demandas da região

Deputada ressalta seu compromisso com trabalhos em prol do município.
L
Publicidade

POLÍCIA

CÁRCERE: Homem é preso após manter esposa trancada para não ir ao aniversário do filho

Em um momento de distração do suspeito, a mulher conseguiu fugir pulando a janela.
10

‘Eu mato é mesmo’: Diz criminoso após apanhar durante tentativa de roubo

Segundo a PM, o criminoso de bicicleta teria abordado um homem e anunciado o roubo.
10

URGENTE: Homem que matou casal é preso pela Polícia Civil

O crime ocorreu na casa de Jaiane, no bairro Nova Floresta, zona sul de Porto Velho.
10

URGENTE: Policial reage e atira em criminoso que tentava matar rival

Ele foi socorrido ao Hospital João Paulo II.
14
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Contas públicas têm superávit de R$ 6,7 bilhões em abril

Contas públicas têm superávit de R$ 6,7 bilhões em abril

Dívida bruta está em 76% do PIB
L
Vendas do Tesouro Direto somaram R$ 5,72 bilhões em abril

Vendas do Tesouro Direto somaram R$ 5,72 bilhões em abril

Títulos mais procurados foram os indexados à inflação
L
Taxa de desemprego fica em 7,5%, a menor para o trimestre desde 2014

Taxa de desemprego fica em 7,5%, a menor para o trimestre desde 2014

Rendimento médio ficou em R$ 3.151, com alta de 4,7% em 12 meses
L
IGP-M: índice usado no reajuste do aluguel sobe 0,89% em maio

IGP-M: índice usado no reajuste do aluguel sobe 0,89% em maio

Índice é calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da FGV
L
Lula retira embaixador do Brasil em Israel

Lula retira embaixador do Brasil em Israel

Posto em Tel Aviv ficará vago, no que é considerado um gesto político
L
Arroz importado chegará em até 40 dias, estima ministro da Agricultura

Arroz importado chegará em até 40 dias, estima ministro da Agricultura

Aquisição no mercado externo garantirá preços melhores, segundo Fávaro
L
Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto

Prazo para adesão ao Desenrola Fies é prorrogado até 31 de agosto

Apenas 22,8% das estimativas de adesão foram efetivadas
L
IBGE defende sistema de centralização de dados e estatísticas federais

IBGE defende sistema de centralização de dados e estatísticas federais

Ideia é reunir informações dos diferentes órgãos governamentais
L
Ministro do Trabalho defende continuidade de cortes da Selic

Ministro do Trabalho defende continuidade de cortes da Selic

Resultado positivo na geração de empregos não justifica interrupção
L
Governo anuncia R$ 15 bilhões para empresas do Rio Grande do Sul

Governo anuncia R$ 15 bilhões para empresas do Rio Grande do Sul

Foram anunciadas três linhas de financiamento
L