SEXTA-FEIRA, 23/02/2024

L

Saúde

Pacientes de câncer com origem em HPV sofrem com atraso no atendimento

Pesquisa mostra que maioria é tratada mais de 60 dias após diagnóstico

Por Cristina Indio do Brasil – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro - 44

Publicado em 

Pacientes de câncer com origem em HPV sofrem com atraso no atendimento
© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A quarta edição da publicação info.oncollect, chamada O Impacto do HPV em Diferentes Tipos de Câncer no Brasil, da Fundação do Câncer mostra que a maioria das pessoas que chegam ao hospital com o diagnóstico é tratada após mais de 60 dias. Esse tempo vai em sentido oposto ao da Lei 12.732/12, que garante o início do tratamento dentro desse prazo depois da constatação da doença. Segundo os pesquisadores, a demora indica falha no fluxo da rede de atendimento.

O estudo analisou cinco tipos de câncer: orofaringe, ânus e canal anal, vagina, vulva e pênis.Pacientes de câncer com origem em HPV sofrem com atraso no atendimento - News RondôniaPacientes de câncer com origem em HPV sofrem com atraso no atendimento - News Rondônia

De acordo com a pesquisa, a maior parte dos pacientes chega às unidades de saúde em estágios avançados da doença – cerca de 6 mil casos de câncer relacionados ao HPV (Human Papilomavirus) poderiam ser evitados, a cada ano, por meio da prevenção primária. Além disso, são estimados por ano 17 mil casos de câncer do colo do útero, o tipo mais frequente associado ao HPV.

Para a consultora médica da Fundação do Câncer, Flávia Miranda, existem vários fatores que levam à ocorrência de casos com estágios avançados da doença. Segundo a médica, são tipos de cânceres com lugares um pouco mais sensíveis em termos de busca de atendimento médico. “Talvez este seja o primeiro motivo – a pessoa pode notar algum sinal de alerta e não valorizar ou ficar constrangida de buscar um atendimento”, disse Flávia, em entrevista à Agência Brasil.

Outro motivo é a demora na confirmação dos casos após o período de 60 dias entre o diagnóstico e o início do tratamento. “Este é um gargalo que existe na rede de assistência. Sabemos que biópsias e histopatológicos para confirmação diagnóstica são o maior entrave”, afirmou a consultora, alertando que, quanto mais demorado for o diagnóstico, maior a probabilidade de chegar ao tratamento em estágio avançado.

No aspecto econômico, a pesquisa mostra que a prevenção do surgimento desse tipo de câncer poderia reduzir, em grande parte, os gastos com saúde no Brasil. Para o diretor executivo da Fundação do Câncer, Luiz Augusto Maltoni Júnior, a prevenção também favoreceria a aplicação de recursos em outros tratamentos.

“Além de evitar 4,5 mil mortes por ano, o que equivale a um expressivo número de 75% de mortalidade, a prevenção reduziria os gastos com diagnóstico, tratamento e internações, inclusive abrindo espaço para pacientes com outros tipos de câncer no sistema de saúde”, disse.

“O câncer é uma doença que tem um dos maiores impactos na saúde porque os tratamentos são caros, envolvem cirurgia, quimioterapia, hoje em dia imunoterapia. Todo esse mercado em oncologia cresce a cada ano. Realmente, o câncer é uma doença que tem custo muito preponderante quando a gente analisa gastos em saúde”, completou a médica.

Perfil

Flávia Miranda destacou que a maioria dos pacientes com algum desses cânceres, considerando homens e mulheres, é de pessoas com mais de 50 anos de idade (78%), com baixa escolaridade (64%) e é negra (56% e 53%, respectivamente).

“É o que a gente vê em todas as doenças, não só no câncer, que tem maior prevalência em pessoas mais velhas e infelizmente em populações mais vulneráveis com baixa condição socioeconômica e baixa escolaridade. A questão de raça e de cor aqui no país é preponderante. São pessoas que têm mais dificuldade de acesso aos serviços de saúde”, acrescentou.

Estágios e estadiamento

Em todas as regiões do Brasil, mais de 80% de pacientes, tanto homens (88%) quanto mulheres (84%) com câncer de orofaringe, tumor que se desenvolve em parte da garganta, são diagnosticados em estágios avançados da doença. Segundo o estudo, que 65% dos homens começam o tratamento em até 60 dias, quando encaminhados sem diagnóstico prévio. Nas regiões  Nordeste (44%) e Sudeste (36%), observam-se os maiores tempos de espera entre a constatação da doença e o tratamento.

A situação muda quando as pessoas são os encaminhadas com algum diagnóstico. Nesse grupo, apenas 39% têm o tratamento iniciado em até 60 dias. Entre as mulheres, as que chegam com o diagnóstico da doença têm um tempo maior de espera (62%). Nas regiões Centro-Oeste (70%), Sudeste (65%) e Norte (64%), o tempo de espera delas é maior que o tempo médio do país.

Comportamentos

Nos cânceres de ânus e canal anal, o estadiamento atinge um percentual significativo de pacientes, que vão à unidade de saúde em estágios avançados da doença. Nos homens, chega a 55% e nas mulheres, a 54%. Entre os pacientes sem diagnóstico prévio que vão às unidades de saúde, 66% começam o tratamento em até 60 dias, mas nos encaminhados com o diagnóstico em mãos somente 40% inicia o tratamento dentro deste prazo. Nas mulheres sem o diagnóstico, 64% conseguem começar o tratamento em até 60 dias. O percentual cai muito entre as que chegam com o diagnóstico em mão (37%) e conseguem começar o tratamento dentro do mesmo tempo.

Outro que registra percentual elevado (43%) nos casos diagnosticados em estágios avançados é o câncer de pênis, especialmente nas regiões Norte e Centro-Oeste, onde estão os maiores índices de câncer em estadiamento avançado (55%). O menor é no Sudeste (34%). A diferença do tempo que ocorre do diagnóstico ao tratamento é bastante grande entre os homens sem diagnóstico prévio iniciando o tratamento em até 60 dias (82%) e aqueles com diagnóstico que começam tratamento no mesmo período (37%).

Já entre os casos de câncer de vulva mais da metade (50%) chegam em fase inicial da doença. O maior percentual (60%) de mulheres com neoplasia que chegam com estadiamento inicial da doença é da região Sudeste. O tempo de espera entre o diagnóstico e o tratamento, a pesquisa observou maior período de espera para tratamento das mulheres que chegam ao hospital já com o diagnóstico em mãos, se comparado às que chegam sem o diagnóstico. Somente 26% são atendidas em até 60 dias, em todo o país. O menor percentual brasileiro (16%) de mulheres que chegam ao hospital com diagnóstico e iniciam o tratamento em até 60 dias foi notado na Região Norte.

O maior percentual de mulheres com câncer de vagina que chegam às unidades de saúde em estágios iniciais da doença é da Região Centro-Oeste (63%). Entre as que vão às unidades de saúde sem o diagnóstico e sem tratamento, 64% recebem o atendimento em até 60 dias após o diagnóstico. A Região Sudeste tem o maior percentual de mulheres que tiveram tratamento após 60 dias do diagnóstico (42%). O estudo revelou ainda que é alto (66%) o percentual de mulheres com a doença que chegam com diagnóstico na unidade hospitalar e recebem o tratamento após 60 dias.

Na avaliação dos pesquisadores, a quarta edição do info.oncollect pode ajudar na formulação de políticas públicas específicas. Além de detecção precoce, o estudo aponta a necessidade de acesso rápido e igualitário aos cuidados de saúde. É preciso levar em consideração também as disparidades regionais, porque, com essas informações, será possível desenvolver intervenções direcionadas e garantir melhores resultados para todos os pacientes.

Vacinação

Como medida preventiva, Flávia Miranda ressaltou a importância da vacina no contexto dos cânceres relacionados ao HPV, mas disse que a questão ainda enfrenta resistências, apesar da comprovação da eficácia do imunizante, e que é preciso modificar esse cenário.

“É informação, comunicação e educação. Basicamente isso. As vacinas estão disponíveis para meninas e meninos de 9 a 14 anos em todas unidades de saúde. Também podem ser vacinadas as pessoas imunossuprimidas, as que vivem com HIV/aids, transplantados e pacientes oncológicos até os 45 anos, mas existe muita polêmica porque ligam a vacina do HPV a uma infecção sexualmente transmissível, em vez de ligar à prevenção de câncer”, afirmou a médica.

A polêmica estende-se ainda a críticos da vacina por entenderem que esta vai promover o início de atividade sexual mais precoce. Está comprovado que isso não acontece, acrescentou a consultora da Fundação Câncer. “Pelo contrário, as crianças e adolescentes que são vacinados contra o HPV iniciam mais tarde a atividade sexual e, quando iniciam, protegem-se e fazem a anticoncepção. Quer dizer, tudo demonstra que quem se vacina já tem um olhar de cuidado com a saúde. É fake news [a associação da vacina à iniciação social precoce].”

A médica acrescentou que na prevenção ao HPV é necessário também ir além do câncer do colo do útero.

Publicidade

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

MP promove reunião com SEMUSA em busca de regularizar atendimentos em Porto Velho

MP promove reunião com SEMUSA em busca de regularizar atendimentos em Porto Velho

A Promotoria de Justiça possui em andamento Procedimento Administrativo que tem por objetivo fiscalizar as providências, pela Secretaria Municipal de Saúde.
L
Formatura de novas especialistas do Programa de Residência Médica da Maternidade Municipal acontece nesta sexta-feira (23)

Formatura de novas especialistas do Programa de Residência Médica da Maternidade Municipal acontece nesta sexta-feira (23)

Programa de residência médica começou a ser executado pela Semusa em 2012.
L
Central de transplantes de Rondônia realizou cerca de 57 doações de órgãos em 2023

Central de transplantes de Rondônia realizou 61 doações de órgãos desde 2023

Em Rondônia são realizados os transplantes de córnea.
L
Câmara aprova projeto que obriga divulgação de lista de espera do SUS

Câmara aprova projeto que obriga divulgação de lista de espera do SUS

Texto retornará para análise dos senadores.
L
OMS pede resposta urgente contra sarampo para proteger crianças

OMS pede resposta urgente contra sarampo para proteger crianças

Europa registra o maior número de casos em anos.
L
Publicidade
Publicidade

DESTAQUES NEWS

Chuvas intensas causam alagamentos de ruas e quintais em Rio Branco

Chuvas intensas causam alagamentos de ruas e quintais em Rio Branco

Subida do rio Acre coloca em alerta os municípios do alto Acre e Assis Brasil.
L

Programa Agenda News entrevista: Jeferson Toskin

O “Agenda News” apresentará uma entrevista com Jeferson Toskin, organizador do Toskin Rock Fest 3, conduzida por Renata Camurça.
L

Decisão obtida pelo Governo de Rondônia avança no processo de Transposição de servidores

O prazo estabelecido para que a União conclua todos os pedidos de reenquadramento é de até 90 dias
L
Com 4,1 milhões de matrículas, Brasil avança na meta para creches

Com 4,1 milhões de matrículas, Brasil avança na meta para creches

Dados apontam ainda para universalização da pré-escola no país.
L

Ponta do Abunã: pancadas de chuva na região colocam trecho em alerta

Nesta área é intensa a formação de nuvens do tipo ‘Nimbostratus’
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

Vaga de Empregos

Hotel Caribe oferece vaga para Recepcionista de Hotel em Porto Velho

A vaga, publicada em 22 de fevereiro de 2024, oferece regime de tempo integral e é uma excelente oportunidade para quem busca ingressar ou se desenvolver na área hoteleira.
L
Vagas de Emprego

Hospital de Amor abre vaga para Auxiliar de Recursos Humanos em Porto Velho

A vaga, publicada em 22 de fevereiro de 2024, oferece regime de tempo integral e busca por profissionais comprometidos e habilidosos para integrarem sua equipe.
L
Indústria de alimentos do Brasil gera 70 mil vagas de emprego em 2023

Indústria de alimentos do Brasil gera 70 mil vagas de emprego em 2023

Investimentos alcançaram a cifra de R$ 35,9 bilhões.
L

Candidatos aprovados no processo seletivo de estágio do Detran-RO, são convocados

Os 60 convocados devem apresentar a documentação exigida entre os dias 22 de fevereiro e 2 de março
L
Caixa anuncia concurso público com mais de 4 mil vagas no país

Caixa anuncia concurso público com mais de 4 mil vagas no país

Carlos Vieira fez anúncio ao lado do presidente Lula.
L
Publicidade

POLÍTICA

Vereador Everaldo Fogaça busca soluções para taxas elevadas de descarte de entulhos em Porto Velho

Vereador Everaldo Fogaça busca soluções para taxas elevadas de descarte de entulhos em Porto Velho

Presidente da ASTRON Cristiano Matos, vereador Everaldo Fogaça (REPUBLICANOS e Robson Lima.
L
Vereadora Márcia Socorristas Animais se reúne com moradores do Três Marias e secretário da Semob

Vereadora Márcia Socorristas Animais se reúne com moradores do Três Marias e secretário da Semob

Devido ao intenso tráfego de veículos e constantes chuvas devido ao inverno amazônico em Porto Velho, formaram-se verdadeiras crateras nas ruas do Bairro Três Marias.
L
Governador Marcos Rocha debate na Agência Nacional de Águas impactos causados pela crise hídrica

Governador Marcos Rocha debate na Agência Nacional de Águas impactos causados pela crise hídrica

Além da reunião, Marcos Rocha teve a oportunidade de conhecer a sala de situação da ANA, onde são realizados monitoramentos em tempo real do nível dos rios.
L

Vereador Edimilson Dourado prestigia abertura do ensaio da quadrilha Flor da Primavera

Na oportunidade, também esteve atendendo o pedido de solicitação dos desportistas e amantes da cultura que utiliza a quadra da escola para seus ensaios noturnos.
L
Vereador Edimilson Dourado participa de consulta pública para criação de nomes de ruas

Vereador Edimilson Dourado participa de consulta pública para criação de nomes de vias

Parlamentar se comprometeu em apresentar o PL para instituir o Loteamento Servilha como Bairro do Município de Porto Velho.
L
Publicidade

POLÍCIA

URGENTE: Homem é morto a tiros após ser perseguido no centro de Porto Velho

Populares acionaram o Samu, que fez a constatação do óbito. A PM isolou o local e encontrou várias cápsulas de pistola calibre 9mm.
18
SEQUESTRO: Funcionário dos Correios é mantido refém e tem carro roubado em Porto Velho

Homem cai dentro de poço e morre afogado em distrito de Porto Velho

Populares chamaram uma servidora que atende no postinho de saúde local, onde foi feita a constatação do óbito.
18
SEQUESTRO: Funcionário dos Correios é mantido refém e tem carro roubado em Porto Velho

URGENTE: Neta chega em casa e encontra avô ferido a golpe de facão em Porto Velho

A vítima teria informado que sofreu um acidente doméstico ainda pela manhã e já não sentia mais a perna lesionada.
14
Após tentativa de fuga, PRF prende homem por tráfico de drogas e desobediência

Após tentativa de fuga, PRF prende homem por tráfico de drogas e desobediência

O homem também não possuía Carteira Nacional de Habilitação.
10
Em Ariquemes, PRF realiza apreensão de 77 m³ de madeiras

Em Ariquemes, PRF realiza apreensão de 77 m³ de madeiras

As cargas eras transportadas com divergência na volumetria e espécie.
10
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Manifesto alerta para golpismo de atos contra investigação do 8/1

Manifesto alerta para golpismo de atos contra investigação do 8/1

Documento é assinado por cerca de 90 grupos da sociedade civil.
L
Em reunião com Lula, Hyundai anuncia US$ 1,1 bi em investimentos

Em reunião com Lula, Hyundai anuncia US$ 1,1 bi em investimentos

Recursos serão para o desenvolvimento de veículos no Brasil.
L
Chinesa CNOOC arrematou 500 mil barris de petróleo do pré-sal

Chinesa CNOOC arrematou 500 mil barris de petróleo do pré-sal

Pela primeira vez empresa adquire uma carga da União.
L

Recebimento da Licença Ambiental: AGROPECUARIA PAULISTA LTDA

LICENÇA AMBIENTAL DE OPERAÇÃO Nº 358 SOL/DLA
L

Recebimento da Licença Ambiental: INTERMEDICAL COMERCIO DE PRODUTOS MEDICOS LTDA

LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA Nº 437 SOL/DLA
L

Recebimento da Licença Ambiental: LUIZ CARLOS PINTO DE FREITAS

LICENÇA AMBIENTAL DE OPERAÇÃO Nº 18 SOL/DLA
L

Fim dos tempos

Essa sacudida que está acontecendo no Planeta é prelúdio de uma nova Terra que está passando da categoria de provas e expiações para regeneração.
L

Requerimento da Licença Ambiental: L C PAPASSONI

Licença Ambiental
L
Brasil debate no G20 pandemia e produção de medicamentos

Brasil debate no G20 pandemia e produção de medicamentos

Especialistas voltam a se reunir em abril, em Brasília.
L