TERÇA-FEIRA, 16/04/2024

A volta dos impostos federais e o aumento no preço da gasolina para o consumidor final, a partir desta quarta

PERGUNTINHA: Você irá se vacinar para atender a convocação feita pelo presidente Lula, que quis servir de exemplo para os brasileiros se vacinarem, ao tomar a quinta dose contra a Covid 19, nesta semana, em Brasília?

Publicado em 

A volta dos impostos federais e o aumento no preço da gasolina para o consumidor final, a partir desta quarta - News Rondônia

Por Sergio Pires

Foi bom enquanto durou! O governo federal bateu o martelo e decidiu pela volta dos impostos (PIS e Cofins) sobre o preço da gasolina, o que pode causar um aumento imediato no litro, já a partir desta quarta, 1º de Março, de algo em torno de 49 a 69 centavos no litro. Os detalhes ainda estão sendo absorvidos pelo mercado, mas é certo que a partir de agora, os reajustes serão como o eram antes do período em que Bolsonaro cortou a cobrança dos tributos federais. O presidente Lula havia prorrogado o desconto até o final de fevereiro, que já foi. Desde o início do seu governo, houve uma intensa queda de braço entre a equipe econômica, liderada por Fernando Haddad e a turma mais política no entorno de Lula (incluindo-se aí o próprio Presidente), que temiam não só problemas com a economia, como principalmente em relação à popularidade do novo governo, perante os brasileiros. Venceu o discurso ideológico e também de recuperação de 28 bilhões de reais que seriam perdidos, caso o desconto dos impostos fosse mantido na integralidade. Lula discorda, mas Haddad concorda com a jornalista Miriam Leitão e outros representantes da mídia esquerdista, que defendem que a volta dos impostos é positiva tanto economicamente quanto por questões ambientais e, mais ainda, pelo viés social, porque, na teoria dela, a inflação que se seguirá com o reajuste dos preços dos combustíveis, que afetam toda a estrutura econômica, não vai chegar aos pobres. Obviamente que vai, mesmo que se repita um velho discurso que, na prática, jamais funcionou. Inflação diminui os ganhos dos ricos, mas causa graves danos à vida dos pobres, estes sim, sem ganho algum.

A volta dos impostos federais e o aumento no preço da gasolina para o consumidor final, a partir desta quarta - News Rondônia

Foto – Sergio Pires

Em Rondônia, o Sindicato dos Revendedores de Derivados de Combustíveis, ainda aguardava, até a noite da terça-feira, quais serão os valores a serem acrescidos no preço final dos combustíveis ao consumidor, nas bombas dos postos. Como a maioria já teve reajuste nos preços, a perspectiva é de que haja novo aumento, subindo o preço final, caso seja mesmo o reajuste de 69 centavos, para algo em torno de 6,50 a 6,60. Caso o reajuste dos tributos seja menor (49 centavos), o valor definitivo ficará em 20 centavos a menos. Há ainda uma série de cálculos a serem feitos, quando se trata do novo valor da gasolina e outros derivados para o rondoniense. Como o Estado diminui o valor do ICMS cobrado sobre o preço médio nas bombas, por aqui isso pode representar menos 20 centavos para o consumidor final. Contudo, até a noite desta terça, tudo ainda era elucubrações. A partir do anúncio oficial do governo é que as calculadoras começarão a fervilhar, até que se chegue a um preço final. Já durante esta quarta-feira, quando se for abastecer, aí sim se saberá exatamente o quanto vai doer no bolso e no orçamento mensal, os novos preços dos combustíveis, com a volta da tributação federal. Oremos, pois!

BAGATTOLI  CRITIVA LULA, DESTACA QUE CPMI DO 8 DE JANEIRO VAI SAIR E PROTESTA CONTRA PRISÕES EM BRASÍLIA

Bagattoli não tem papas na língua. Como desde que surgiu para a política no Estado, em 2017 e agora, depois de eleito senador por Rondônia. Em participação nesta semana no programa Papo de Redação, com os Dinossauros Everton Leoni, Beni Andrade, Jorge Peixoto e Sérgio Pires, Bagattoli analisou o início das suas atividades parlamentares; bateu duro no governo Lula; defendeu a instalação da CPMI do 8 de Janeiro e, ainda, lamentou a forma como as pessoas presas depois do evento estão sendo tratadas nos presídios de Brasília. O megaempresário do agronegócio, que acabou eleito mesmo depois de ser colocado pelos institutos de pesquisa sempre em quinto lugar entre os então candidatos, também bateu forte, abaixo da linha da cintura, nas pesquisas que, segundo ele, o prejudicaram muito, não só nesta eleição, como na anterior, quando ele ficou atrás de Confúcio Moura por apenas 32 mil votos. Sobre Lula, protestou porque, segundo ele, o novo governo está começando com olhos no passado e não no futuro. Lamentou também a forma como pessoas (incluindo rondonienses) estão sendo tratados nos presídios, depois do 8 de Janeiro, afirmando que muitos deles não tiveram qualquer participação direta nos atos de destruição praticados contra os prédios dos três poderes. Destacou que não entende como o governo Lula é contra a CPMI do 8 de Janeiro que, segundo ele, vai ser criada, queira o governo ou não. Bagattoli ainda falou na importância da regularização fundiária para o Estado e, destacou, uma das suas maiores lutas no Senado será defender o pequeno produtor rural.

NENHUM RONDONIENSE ENTRE OS 137 NOVOS LIBERTADOS PROVISORIAMENTE, POR DECISÃO DE ALEXANDRE DE MORAES

Por falar nos presos de 8 de janeiro, dos 1.400 presos, 803 continuam detidos, Entre eles vários rondonienses, porque nosso Estado foi um dos poucos do país de pessoas na cadeia, por ordem do ministro Alexandre de Moraes e que até agora continuam presas, muitas delas sem acusação formal.  Nesta terça, Moraes determinou liberdade provisória e com várias restrições a mais 137 acusados de participação nos ataques aos prédios dos poderes. São pessoas de diferentes Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Pará, Ceará, Pernambuco e Bahia. Nenhum de Rondônia foi solto. Entre eles, um motorista de caminhão que trabalhava na região de Vilhena e é conhecido pessoal do senador Jaime Bagattoli, que inclusive o visitou na cadeia e se disse extremamente sensibilizado ao ver o sofrimento de um pai de família que, segundo Bagattoli, jamais praticou qualquer ato criminoso. Os 137 libertados, terão que cumprir uma série de exigências durante a liberdade provisória. Entre elas o recolhimento domiciliar noturno e nos fins de semana; proibição total do uso de redes sociais, ou seja, ficarão praticamente incomunicáveis na internet; todos que têm passaporte o tiveram cancelados; os que têm porte de arma, também tiveram suspensão deste direito; todos terão que se apresentar semanalmente à Justiça; estão proibidos de se comunicar com outros investigados. Os liberados igualmente terão que usar tornozeleiras eletrônicas, mas uma humilhação, mesmo para quem não praticou qualquer ato de destruição.

SÓ CONFÚCIO MOURA E LEBRÃO NÃO ASSINARAM APOIO À CPMI DAS INVASÕES DE 8 DE JANEIRO

O grande assunto do momento é a batalha da base de apoio do governo Lula para impedir a criação a CPMI do 8 de janeiro. Para muita gente é incompreensível que um governo que interveio no governo do Distrito Federal, que apoiou as centenas de prisões determinadas pelo STF e até o afastamento do governador Ibanez Rocha, não aceite que todos os crimes cometidos na invasão dos três poderes, sejam completamente esclarecidos. Quais os motivos reais? As assinaturas necessárias (30 por cento do Senado, ou seja, 17 apoios e 177 da Câmara) já foram conseguidas. Mas a pressão do Planalto e aliados é muito forte e há risco de que alguns parlamentares ainda retirem seu apoio à Comissão Parlamentar Mista. Dos onze rondonienses que compõem a bancada federal, nove já aderiram à ideia das CPMI. No Senado, só Confúcio Moura (aliado de primeira hora do governo Lula) e o deputado recém-eleito Lebrão (cujo mandato ainda vai ser julgado no STF) não toparam assinar o documento. O assinaram os senadores Jaime Bagattoli e Samuel Araújo e os deputados federais Lúcio Mosquini, Fernando Máximo, Coronel Chrisóstomo, Cristiane Lopes, Silvia Cristina, Maurício Carvalho e Thiago Flores.

DEFESA CIVIL PREOCUPADA COM A CHEIA DO MADEIRA. USINA DE SAMUEL, EM CANDEIAS, ESTÁ ABRINDO SUAS COMPORTAS

Tempos furiosos da natureza, no mundo, com tragédias como o terremoto da Turquia e no Brasil, com a destruição e dezenas de mortes (entre elas 19 crianças) no litoral norte de São Paulo, com o maior volume de chuvas, em apenas 24 horas, já registrado na história do país. Com um pé atrás e por prevenção, a Defesa Civil já começou a se mobilizar, porque as águas do Rio Madeira já chegaram aos 14 metros, cota máxima antes de começar a ameaçar os ribeirinhos. A partir dos 17 metros, o rio transborda, podendo invadir ruas próximas à área do centro da Capital. Nada indica ainda que há o risco da repetição do desastre de 2014, quando o rio chegou muito perto dos 19 metros, causando uma enchente histórica, que durou várias semanas, no inverno amazônico daquele ano. Mesmo assim, há preocupação. Em Candeias, o perigo também está no ar, até porque a Eletronorte decidiu abrir as comportas da Usina de Samuel, o que já causará alagamentos em toda a região ribeirinha em Candeias, mas também chegando a algumas áreas de Porto Velho. Em 2014, o pico da enchente foi em 21 de março, quando todo o centro da Capital próximo ao rio ficou isolado pela enchente. Em alguns trechos, como próximo ao Tribunal Regional Eleitoral, só se passava de canoa.

MORADORES DA CAPITAL COMEÇAM A RECEBER SEUS CARNÊS NESTE MÊS DE MARÇO, COM GRANDE REAJUSTE NOS VALORES DO IPTU

A quarta-feira marca também a liberação dos carnês do IPTU para os proprietários de imóveis da Capital. Todos virão com aumentos e, em alguns casos, com percentuais bastante altos. Os contribuintes poderão ter acesso aos valores através do portal da Semfaz. Os carnês físicos, contudo, somente começarão a ser distribuídos a partir do dia 15 deste mês. O aumento dos valores, segundo a Prefeitura, ocorreu por determinação do Tribunal de Contas do Estado, que cobrou a atualização dos valores da Planta Genérica, o que não era feito há 20 anos. No ano passado, por exemplo, sempre seguindo dados oficiais da Prefeitura, Porto Velho foi a segunda pior cidade do país em arrecadação do IPTU, com apenas cerca de 68 reais por habitante. Segundo a Secretaria da Fazenda do município, cidades com população semelhante a Porto Velho, por exemplo, a arrecadação per capita foi de 620 reais. As informações comparam os números da Capital rondoniense com Londrina, no Paraná, embora a estrutura oferecida naquela importante cidade paranaense seja muitas vezes melhor do que a recebe o morador da maior cidade de Rondônia. O reajuste do IPTU até pode ser justo, mas com o aumento da arrecadação, certamente a comunidade vai cobrar também muito mais resultados em relação à qualidade de vida e a infraestrutura da sua cidade.

DEPUTADA DO PL QUER CRIMINALIZAR O COMUNISMO E O SOCIALISMO COMO É CRIME SE DEFENDER O NAZISMO

Ah, que vai dar um grande rolo, vai sim! A deputada federal Coronel Fernanda, bolsonarista do Mato Grosso, apresentou projeto de lei na Câmara que, certamente, vai colocá-la como grande alvo da esquerda, que domina parte do Congresso Nacional, embora seja minoria entre os brasileiros. A parlamentar quer colocar o comunismo no mesmo patamar de proibições que já tem o nazismo, dentro da legislação brasileira. Ou seja, pelo projeto, cometerá crime quem fabricar, comercializar ou distribuir e veicular, de qualquer forma, ornamentos, distintivos ou qualquer outro meio que mostre a foice e o martelo, maior característica do simbologismo comunista. Todas as restrições propostas pela deputada servem também para divulgação de propaganda socialista. A pena será de prisão (ou seja, detenção) de dois anos. A Coronel Fernanda (Rúbia Fernanda Diniz Robson de Siqueira) afirma, na sua argumentação para apresentar o projeto, afirma que "a proibição de partidos nazistas deve ser estendida aos que pregam o comunismo e o socialismo". Para ela, "os crimes cometidos por estas ideologias (comunismo e socialismo), foram muito maiores do que os praticados pelo nacional/socialismo de Adolfo Hitler!". Para ojeriza da esquerda brasileira, a deputada do PL afirma ainda que "tais ideologias mataram e ainda matam do que qualquer outra existente no mundo; foram e são muito mais nefastas e genocidas do que o nazismo!". Que dona Fernanda se prepare para que o vem aí, contra ela!

IEDA CHAVES ABRE SEU GABINETE PARA RECEBER LIDERANÇAS E OUVIR PEDIDOS NAS ÁREAS DE CULTURA E EDUCAÇÃO

Muitos temas, pedidos, reivindicações importantes em setores diferentes da sociedade. Em pouco tempo, em seu gabinete, a deputada Ieda Chaves se reuniu com várias pessoas, representando setores diferentes da sociedade. Na área da cultura, por exemplo, ouviu do presidente da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural), Godofredo Neto, Ieda ouviu propostas de melhorias na rede elétrica, para evitar problemas tanto no Circuito Junino e o Carnaval 2024, para que não se repitam problemas registrados neste ano. Na área da Educação, a parlamentar se reuniu com representantes de duas escolas. As diretoras da Escola Chiquilito Erse, Edinara Brasil e Márcia Izel do educandário localizado no Assentamento Aliança, querem obra de reconstrução de uma ponte, pelo Dnit, que está prejudicando o acesso dos alunos à sua escola. Já Liliany Aurora Moreira, diretora da Escola Governador Jesus Burlamaqui Hosannah, localizada na zona urbana de Porto Velho, apresentou demandas importantes, para melhoria na infraestrutura da unidade escolar, principalmente em relação ao piso do pátio e a revitalização da quadra esportiva, que está em desuso. Ouvir a comunidade e suas lideranças, tanto nos bairros como nos distritos, faz parte do mandato popular que a deputada mais votada de Rondônia pretende, recebendo as reivindicações e mobilizando sua equipe em busca das soluções possíveis. 

PERGUNTINHA: Você irá se vacinar para atender a convocação feita pelo presidente Lula, que quis servir de exemplo para os brasileiros se vacinarem, ao tomar a quinta dose contra a Covid 19, nesta semana, em Brasília?A volta dos impostos federais e o aumento no preço da gasolina para o consumidor final, a partir desta quarta

Foi bom enquanto durou! O governo federal bateu o martelo e decidiu pela volta dos impostos (PIS e Cofins) sobre o preço da gasolina, o que pode causar um aumento imediato no litro, já a partir desta quarta, 1º de Março, de algo em torno de 49 a 69 centavos no litro. Os detalhes ainda estão sendo absorvidos pelo mercado, mas é certo que a partir de agora, os reajustes serão como o eram antes do período em que Bolsonaro cortou a cobrança dos tributos federais. O presidente Lula havia prorrogado o desconto até o final de fevereiro, que já foi. Desde o início do seu governo, houve uma intensa queda de braço entre a equipe econômica, liderada por Fernando Haddad e a turma mais política no entorno de Lula (incluindo-se aí o próprio Presidente), que temiam não só problemas com a economia, como principalmente em relação à popularidade do novo governo, perante os brasileiros. Venceu o discurso ideológico e também de recuperação de 28 bilhões de reais que seriam perdidos, caso o desconto dos impostos fosse mantido na integralidade. Lula discorda, mas Haddad concorda com a jornalista Miriam Leitão e outros representantes da mídia esquerdista, que defendem que a volta dos impostos é positiva tanto economicamente quanto por questões ambientais e, mais ainda, pelo viés social, porque, na teoria dela, a inflação que se seguirá com o reajuste dos preços dos combustíveis, que afetam toda a estrutura econômica, não vai chegar aos pobres. Obviamente que vai, mesmo que se repita um velho discurso que, na prática, jamais funcionou. Inflação diminui os ganhos dos ricos, mas causa graves danos à vida dos pobres, estes sim, sem ganho algum.

Em Rondônia, o Sindicato dos Revendedores de Derivados de Combustíveis, ainda aguardava, até a noite da terça-feira, quais serão os valores a serem acrescidos no preço final dos combustíveis ao consumidor, nas bombas dos postos. Como a maioria já teve reajuste nos preços, a perspectiva é de que haja novo aumento, subindo o preço final, caso seja mesmo o reajuste de 69 centavos, para algo em torno de 6,50 a 6,60. Caso o reajuste dos tributos seja menor (49 centavos), o valor definitivo ficará em 20 centavos a menos. Há ainda uma série de cálculos a serem feitos, quando se trata do novo valor da gasolina e outros derivados para o rondoniense. Como o Estado diminui o valor do ICMS cobrado sobre o preço médio nas bombas, por aqui isso pode representar menos 20 centavos para o consumidor final. Contudo, até a noite desta terça, tudo ainda era elucubrações. A partir do anúncio oficial do governo é que as calculadoras começarão a fervilhar, até que se chegue a um preço final. Já durante esta quarta-feira, quando se for abastecer, aí sim se saberá exatamente o quanto vai doer no bolso e no orçamento mensal, os novos preços dos combustíveis, com a volta da tributação federal. Oremos, pois!

BAGATTOLI  CRITIVA LULA, DESTACA QUE CPMI DO 8 DE JANEIRO VAI SAIR E PROTESTA CONTRA PRISÕES EM BRASÍLIA

Bagattoli não tem papas na língua. Como desde que surgiu para a política no Estado, em 2017 e agora, depois de eleito senador por Rondônia. Em participação nesta semana no programa Papo de Redação, com os Dinossauros Everton Leoni, Beni Andrade, Jorge Peixoto e Sérgio Pires, Bagattoli analisou o início das suas atividades parlamentares; bateu duro no governo Lula; defendeu a instalação da CPMI do 8 de Janeiro e, ainda, lamentou a forma como as pessoas presas depois do evento estão sendo tratadas nos presídios de Brasília. O megaempresário do agronegócio, que acabou eleito mesmo depois de ser colocado pelos institutos de pesquisa sempre em quinto lugar entre os então candidatos, também bateu forte, abaixo da linha da cintura, nas pesquisas que, segundo ele, o prejudicaram muito, não só nesta eleição, como na anterior, quando ele ficou atrás de Confúcio Moura por apenas 32 mil votos. Sobre Lula, protestou porque, segundo ele, o novo governo está começando com olhos no passado e não no futuro. Lamentou também a forma como pessoas (incluindo rondonienses) estão sendo tratados nos presídios, depois do 8 de Janeiro, afirmando que muitos deles não tiveram qualquer participação direta nos atos de destruição praticados contra os prédios dos três poderes. Destacou que não entende como o governo Lula é contra a CPMI do 8 de Janeiro que, segundo ele, vai ser criada, queira o governo ou não. Bagattoli ainda falou na importância da regularização fundiária para o Estado e, destacou, uma das suas maiores lutas no Senado será defender o pequeno produtor rural.

NENHUM RONDONIENSE ENTRE OS 137 NOVOS LIBERTADOS PROVISORIAMENTE, POR DECISÃO DE ALEXANDRE DE MORAES

Por falar nos presos de 8 de janeiro, dos 1.400 presos, 803 continuam detidos, Entre eles vários rondonienses, porque nosso Estado foi um dos poucos do país de pessoas na cadeia, por ordem do ministro Alexandre de Moraes e que até agora continuam presas, muitas delas sem acusação formal.  Nesta terça, Moraes determinou liberdade provisória e com várias restrições a mais 137 acusados de participação nos ataques aos prédios dos poderes. São pessoas de diferentes Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Pará, Ceará, Pernambuco e Bahia. Nenhum de Rondônia foi solto. Entre eles, um motorista de caminhão que trabalhava na região de Vilhena e é conhecido pessoal do senador Jaime Bagattoli, que inclusive o visitou na cadeia e se disse extremamente sensibilizado ao ver o sofrimento de um pai de família que, segundo Bagattoli, jamais praticou qualquer ato criminoso. Os 137 libertados, terão que cumprir uma série de exigências durante a liberdade provisória. Entre elas o recolhimento domiciliar noturno e nos fins de semana; proibição total do uso de redes sociais, ou seja, ficarão praticamente incomunicáveis na internet; todos que têm passaporte o tiveram cancelados; os que têm porte de arma, também tiveram suspensão deste direito; todos terão que se apresentar semanalmente à Justiça; estão proibidos de se comunicar com outros investigados. Os liberados igualmente terão que usar tornozeleiras eletrônicas, mas uma humilhação, mesmo para quem não praticou qualquer ato de destruição.

SÓ CONFÚCIO MOURA E LEBRÃO NÃO ASSINARAM APOIO À CPMI DAS INVASÕES DE 8 DE JANEIRO

O grande assunto do momento é a batalha da base de apoio do governo Lula para impedir a criação a CPMI do 8 de janeiro. Para muita gente é incompreensível que um governo que interveio no governo do Distrito Federal, que apoiou as centenas de prisões determinadas pelo STF e até o afastamento do governador Ibanez Rocha, não aceite que todos os crimes cometidos na invasão dos três poderes, sejam completamente esclarecidos. Quais os motivos reais? As assinaturas necessárias (30 por cento do Senado, ou seja, 17 apoios e 177 da Câmara) já foram conseguidas. Mas a pressão do Planalto e aliados é muito forte e há risco de que alguns parlamentares ainda retirem seu apoio à Comissão Parlamentar Mista. Dos onze rondonienses que compõem a bancada federal, nove já aderiram à ideia das CPMI. No Senado, só Confúcio Moura (aliado de primeira hora do governo Lula) e o deputado recém-eleito Lebrão (cujo mandato ainda vai ser julgado no STF) não toparam assinar o documento. O assinaram os senadores Jaime Bagattoli e Samuel Araújo e os deputados federais Lúcio Mosquini, Fernando Máximo, Coronel Chrisóstomo, Cristiane Lopes, Silvia Cristina, Maurício Carvalho e Thiago Flores.

DEFESA CIVIL PREOCUPADA COM A CHEIA DO MADEIRA. USINA DE SAMUEL, EM CANDEIAS, ESTÁ ABRINDO SUAS COMPORTAS

Tempos furiosos da natureza, no mundo, com tragédias como o terremoto da Turquia e no Brasil, com a destruição e dezenas de mortes (entre elas 19 crianças) no litoral norte de São Paulo, com o maior volume de chuvas, em apenas 24 horas, já registrado na história do país. Com um pé atrás e por prevenção, a Defesa Civil já começou a se mobilizar, porque as águas do Rio Madeira já chegaram aos 14 metros, cota máxima antes de começar a ameaçar os ribeirinhos. A partir dos 17 metros, o rio transborda, podendo invadir ruas próximas à área do centro da Capital. Nada indica ainda que há o risco da repetição do desastre de 2014, quando o rio chegou muito perto dos 19 metros, causando uma enchente histórica, que durou várias semanas, no inverno amazônico daquele ano. Mesmo assim, há preocupação. Em Candeias, o perigo também está no ar, até porque a Eletronorte decidiu abrir as comportas da Usina de Samuel, o que já causará alagamentos em toda a região ribeirinha em Candeias, mas também chegando a algumas áreas de Porto Velho. Em 2014, o pico da enchente foi em 21 de março, quando todo o centro da Capital próximo ao rio ficou isolado pela enchente. Em alguns trechos, como próximo ao Tribunal Regional Eleitoral, só se passava de canoa.

MORADORES DA CAPITAL COMEÇAM A RECEBER SEUS CARNÊS NESTE MÊS DE MARÇO, COM GRANDE REAJUSTE NOS VALORES DO IPTU

A quarta-feira marca também a liberação dos carnês do IPTU para os proprietários de imóveis da Capital. Todos virão com aumentos e, em alguns casos, com percentuais bastante altos. Os contribuintes poderão ter acesso aos valores através do portal da Semfaz. Os carnês físicos, contudo, somente começarão a ser distribuídos a partir do dia 15 deste mês. O aumento dos valores, segundo a Prefeitura, ocorreu por determinação do Tribunal de Contas do Estado, que cobrou a atualização dos valores da Planta Genérica, o que não era feito há 20 anos. No ano passado, por exemplo, sempre seguindo dados oficiais da Prefeitura, Porto Velho foi a segunda pior cidade do país em arrecadação do IPTU, com apenas cerca de 68 reais por habitante. Segundo a Secretaria da Fazenda do município, cidades com população semelhante a Porto Velho, por exemplo, a arrecadação per capita foi de 620 reais. As informações comparam os números da Capital rondoniense com Londrina, no Paraná, embora a estrutura oferecida naquela importante cidade paranaense seja muitas vezes melhor do que a recebe o morador da maior cidade de Rondônia. O reajuste do IPTU até pode ser justo, mas com o aumento da arrecadação, certamente a comunidade vai cobrar também muito mais resultados em relação à qualidade de vida e a infraestrutura da sua cidade.

DEPUTADA DO PL QUER CRIMINALIZAR O COMUNISMO E O SOCIALISMO COMO É CRIME SE DEFENDER O NAZISMO

Ah, que vai dar um grande rolo, vai sim! A deputada federal Coronel Fernanda, bolsonarista do Mato Grosso, apresentou projeto de lei na Câmara que, certamente, vai colocá-la como grande alvo da esquerda, que domina parte do Congresso Nacional, embora seja minoria entre os brasileiros. A parlamentar quer colocar o comunismo no mesmo patamar de proibições que já tem o nazismo, dentro da legislação brasileira. Ou seja, pelo projeto, cometerá crime quem fabricar, comercializar ou distribuir e veicular, de qualquer forma, ornamentos, distintivos ou qualquer outro meio que mostre a foice e o martelo, maior característica do simbologismo comunista. Todas as restrições propostas pela deputada servem também para divulgação de propaganda socialista. A pena será de prisão (ou seja, detenção) de dois anos. A Coronel Fernanda (Rúbia Fernanda Diniz Robson de Siqueira) afirma, na sua argumentação para apresentar o projeto, afirma que "a proibição de partidos nazistas deve ser estendida aos que pregam o comunismo e o socialismo". Para ela, "os crimes cometidos por estas ideologias (comunismo e socialismo), foram muito maiores do que os praticados pelo nacional/socialismo de Adolfo Hitler!". Para ojeriza da esquerda brasileira, a deputada do PL afirma ainda que "tais ideologias mataram e ainda matam do que qualquer outra existente no mundo; foram e são muito mais nefastas e genocidas do que o nazismo!". Que dona Fernanda se prepare para que o vem aí, contra ela!

IEDA CHAVES ABRE SEU GABINETE PARA RECEBER LIDERANÇAS E OUVIR PEDIDOS NAS ÁREAS DE CULTURA E EDUCAÇÃO

Muitos temas, pedidos, reivindicações importantes em setores diferentes da sociedade. Em pouco tempo, em seu gabinete, a deputada Ieda Chaves se reuniu com várias pessoas, representando setores diferentes da sociedade. Na área da cultura, por exemplo, ouviu do presidente da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural), Godofredo Neto, Ieda ouviu propostas de melhorias na rede elétrica, para evitar problemas tanto no Circuito Junino e o Carnaval 2024, para que não se repitam problemas registrados neste ano. Na área da Educação, a parlamentar se reuniu com representantes de duas escolas. As diretoras da Escola Chiquilito Erse, Edinara Brasil e Márcia Izel do educandário localizado no Assentamento Aliança, querem obra de reconstrução de uma ponte, pelo Dnit, que está prejudicando o acesso dos alunos à sua escola. Já Liliany Aurora Moreira, diretora da Escola Governador Jesus Burlamaqui Hosannah, localizada na zona urbana de Porto Velho, apresentou demandas importantes, para melhoria na infraestrutura da unidade escolar, principalmente em relação ao piso do pátio e a revitalização da quadra esportiva, que está em desuso. Ouvir a comunidade e suas lideranças, tanto nos bairros como nos distritos, faz parte do mandato popular que a deputada mais votada de Rondônia pretende, recebendo as reivindicações e mobilizando sua equipe em busca das soluções possíveis. 

Publicidade

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

Correios anunciam cargos de nível médio e superior em concurso público

Correios anunciam cargos de nível médio e superior em concurso público

Editais serão divulgados em setembro
L
Triagens da Justiça Rápida Itinerante na Zona Leste de Porto Velho serão dias 20 e 21 de abril

Triagens da Justiça Rápida Itinerante na Zona Leste de Porto Velho serão dias 20 e 21 de abril

Atendimento para seleção dos casos será nas escolas Flora Calheiros e Jorge Teixeira
L
2º Cine RO - Festival de Cinema de Rondônia recebeu 1701 inscrições de filmes provenientes de 83 países

2º Cine RO – Festival de Cinema de Rondônia recebeu 1701 inscrições de filmes provenientes de 83 países

Dos 1701 filmes inscritos, 864 são de cineastas brasileiros, com destaque para o estado de São Paulo, que enviou 152 obras. Dos estado anfitrião, Rondônia, foram inscritos 16 filmes.
L
MPRO obtém condenação de ex-Gerente-Regional da SEJUS por corrupção

MPRO obtém condenação de ex-Gerente-Regional da SEJUS por corrupção

O acusado foi denunciado por corrupção passiva, por conceder regalias a um apenado em troca de vantagens indevidas.
L
Publicidade

DESTAQUES NEWS

Programa Comunidade News entrevista: Josemar Araújo

Não perca a entrevista exclusiva com Josemar, da Associação do Bairro Flodoaldo Pontes Pinto.
L

ALERTA LARANJA: Defesa Civil Municipal alerta para risco de chuvas intensas nesta terça-feira (16), em Porto Velho

Capital está sob Alerta Laranja do Inmet e orientação é que as pessoas adotem medidas preventivas
L
Governo anuncia plano para assentar 295 mil famílias até 2026

Governo anuncia plano para assentar 295 mil famílias até 2026

Programa prevê novas formas de destinação de áreas rurais
L
Estudo mostra que escolas com mais alunos negros têm piores estruturas

Estudo mostra que escolas com mais alunos negros têm piores estruturas

Metade das unidades não tem biblioteca e sala de informática
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Farmácia Preço Baixo abre vaga para Operador de Caixa em Porto Velho

A vaga, divulgada em 16 de abril de 2024, oferece oportunidade de trabalho em tempo integral, mas não especifica o salário.
L
Vagas de Emprego

Oportunidade de Emprego: Seven busca Vendedores Externos para atuação em Porto Velho

Os Vendedores Externos serão responsáveis por comercializar produtos e serviços diretamente em residências e escritórios.
L
Vagas de Emprego

Oportunidade de emprego: Empresa busca Pizzaiolo para integrar equipe em Porto Velho

A Empresa está com uma vaga aberta para Pizzaiolo em tempo integral, com atuação na cidade de Porto Velho.
L
Vaga de Empregos

Oportunidade de emprego: Regenere busca Depiladoras para integrar equipe em Porto Velho

Com dois postos disponíveis em tempo integral, a empresa busca profissionais qualificados e comprometidos para integrar sua equipe em Porto Velho.
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Empresa oferece vaga para Atendente de Delivery em Porto Velho

A vaga, publicada em 16 de abril de 2024, destina-se a profissionais que buscam uma colocação em tempo integral no setor de vendas e atendimento ao cliente.
L
Publicidade

POLÍTICA

Deputado Edevaldo Neves promove rodeio com estrutura inédita em Nova Mamoré

O evento está agendado para ocorrer de 17 a 21 de abril, oferecendo uma programação repleta de atividades emocionantes.
L

Deputada Sílvia Cristina participa do 1° Fórum Nacional Para Debater a Emancipação de Distritos no Brasil

Parlamentar defendeu a emancipação de distritos, como forma de assegurar direitos dos moradores
L

Deputado Marcelo Cruz defende emancipação do distrito de Extrema

Parlamentar participou de evento na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).
L

Dra. Taíssa destina emenda de R$ 100 mil para Associação dos Produtores Rurais da Linha do Pavão

Recurso será utilizado para aquisição de produtos agrícolas e impulsionará desenvolvimento local.
L

Deputado Alan Queiroz entrega 10 toneladas de calcário a produtores de União Bandeirantes

Solicitação foi realizada pelo vereador Dr. Júnior Queiroz e visa auxiliar na transformação do solo.
L
Publicidade

POLÍCIA

Vectra bate em carro de som e motorista sofre lesão na cabeça

Vectra bate em carro de som e motorista sofre lesão na cabeça

Devido a forte batida o motorista do Vectra sofreu uma lesão na cabeça e foi socorrido em um carro particular para a UPA leste, já os demais não ficaram feridos.
14

ATUALIZADA: Morador de rua é atacado a golpes de facão no centro da capital

As primeiras informações dão conta de que as agressões ocorreram durante uma briga, onde o suspeito fugiu logo em seguida.
16
Foragido diz que caminhonete roubada “apareceu do nada” na garagem dele

Foragido diz que caminhonete roubada “apareceu do nada” na garagem dele

Na pesquisa foi verificado um mandado de prisão em aberto em desfavor do suspeito e restrição de roubo no veículo.
12
Acidente com ônibus escolar deixa duas crianças feridas em Vale do Anari

Acidente com ônibus escolar deixa duas crianças feridas em Vale do Anari

O incidente resultou em duas crianças feridas, uma com um corte na boca e outra com um corte no supercílio.
10
Carreta bate na traseira de Jeep na BR 364 e deixa idosa presa às ferragens

Carreta bate na traseira de Jeep na BR 364 e deixa idosa presa às ferragens

A carreta só conseguiu parar a cerca de 50 metros à frente.
16
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brasileiro cria peneira ecológica e reduz lixo de praias

Brasileiro cria peneira ecológica e reduz lixo de praias

Usar a peneira ecológica é simples e pode causar um grande impacto positivo no meio ambiente.
L

Em evento, MP aborda olhar multissetorial de Programas de Integridade, ampliando aplicação a áreas sociais que extrapolam combate à corrupção

Na ocasião, foi abordado o olhar multissetorial do conceito de integridade, enfatizando sua aplicação a áreas sociais que extrapolam o combate à corrupção, como meio ambiente, infância e violência doméstica.
L

Recebimento da Licença Ambiental: MANASSES DE S. DE M. CARRILHO

Licença Ambiental de Operação – LAO nº 452/DLA
L

Inscrições para o 3º Concurso de Qualidade de Queijos podem ser efetuadas até dia 3 de maio

Serão avaliadas diferentes categorias, tais como: mussarela, provolone e coalho
L

Prefeitura de Porto Velho segue com trabalho preventivo de limpeza de canais

Serviço já soma mais de 6 mil metros de extensão de canais
L

Prefeitura alerta que descarte irregular de lixo é crime ambiental, obstrui canais e aumenta as alagações

Quem for flagrado jogando lixo em local proibido é punido com multa e processo criminal
L
Vereador Edimilson Dourado: Atuação destacada na área da saúde em Porto Velho

Vereador Edimilson Dourado: Atuação destacada na área da saúde em Porto Velho

Edimilson tem ações em prol do combate à pandemia de Covid-19, do apoio aos profissionais de saúde e fiscalizações.
L
Deputada Cristiane Lopes investe 4 milhões em emendas para Regularização Fundiária em Rondônia

Deputada Cristiane Lopes investe 4 milhões em emendas para Regularização Fundiária em Rondônia

Neste primeiro momento, mais de 300 famílias do Setor Chacareiro receberão o título definitivo de suas terras, com o auxílio de investimentos da deputada federal.
L
Deputado Edevaldo Neves solicita providências à prefeitura de Nova Mamoré sobre ônibus escolares e paralisação das aulas

Deputado Edevaldo Neves solicita providências à prefeitura de Nova Mamoré sobre ônibus escolares e paralisação das aulas

O pedido do parlamentar surge em resposta às numerosas reclamações recebidas sobre as condições precárias e irregulares dos ônibus escolares.
L
Lei 14.803/24 deixa algumas dúvidas legais e operacionais

Lei 14.803/24 deixa algumas dúvidas legais e operacionais

A recente Lei 14.803/24 deixa algumas dúvidas legais e operacionais.
L