SEXTA-FEIRA, 12/07/2024

Vacina contra covid: como serão feitos os estudos da ButanVac

Anunciada no final de março como mais uma candidata a vacina contra a covid-19, a ButanVac deve começar a ser testada em seres humanos nas próximas semanas.

Publicado em 

Vacina contra covid: como serão feitos os estudos da ButanVac - News Rondônia

Os estudos clínicos com o imunizante receberam a liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 11 de junho.

Os detalhes de como isso será realizado na prática foram divulgados na quarta-feira (16/6) em uma coletiva de imprensa do Butantan e do governo de São Paulo, ao qual o instituto é ligado.

"Lançamos o programa com orientações e pré-cadastro para voluntários com mais de 18 anos que desejam participar dos testes", informou o governador de São Paulo, João Dória (PSDB).

A estimativa inicial era que a ButanVac já estivesse testada e aprovada pelas agências regulatórias em julho de 2021, mas o prazo era realmente apertado e foi impactado por uma série de entraves burocráticos.

Agora, a expectativa é concluir as três etapas de pesquisa necessárias em cerca de 17 semanas, pouco mais de quatro meses.

Vacina contra covid: como serão feitos os estudos da ButanVac - News Rondônia

"É preciso destacar que as fases de estudo são progressivas e, portanto, o avanço depende dos resultados que tivermos em cada uma delas", destacou Dimas Covas, diretor do Butantan, que ficou responsável por parte do desenvolvimento da vacina e de sua fabricação no Brasil.

Embora o anúncio não tenha apresentado todas as minúcias de como vão ocorrer os testes, já é possível ter uma boa ideia de como eles se desenvolverão a partir das próximas semanas.

Primeiros passos

Com o sinal verde da Anvisa, o Butantan e os centros de pesquisa parceiros estão quase liberados para iniciar as fases 1 e 2 da pesquisa com a ButanVac.

Há ainda um último entrave para que tudo comece para valer: o estudo ainda precisa ser aprovado pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). A expectativa o Butantan é que isso aconteça nos próximos dias.

Nesse estágio inicial, a meta definir se a vacina é segura e não provoca efeitos colaterais preocupantes.

Outro objetivo aqui é determinar a dosagem ideal. Será que precisa de uma ou duas doses? Quantos mililitros do produto devem ser aplicados nas pessoas? Se for necessário fazer duas aplicações, qual o intervalo mínimo entre elas?

De acordo com as informações divulgadas hoje, a fase 1 da ButanVac envolverá um total de 418 voluntários.

O trabalho do Butantan neste momento é fornecer as doses para os estudos. O instituto não é responsável pela pesquisa em si: quem faz todo o processo são os centros parceiros.

"Esse ensaio clínico será realizado pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto", detalhou Doria.

Quem pode participar?

Nesse primeiro momento, a ButanVac será testada em voluntários com mais de 18 anos.

Diferentemente do que ocorreu com a CoronaVac, outra vacina contra covid-19 estudada no país com apoio do Butantan, os candidatos não precisarão ser profissionais de saúde para participarem.

O governo de São Paulo lançou hoje um site em que as pessoas interessadas em se voluntariar podem realizar um pré-cadastro.

Esses dados serão direcionados para os responsáveis diretos pela pesquisa para que eles façam o recrutamento posteriormente.

Sem entrar em detalhes, Covas adiantou que a fase 3 do estudo deve incluir grupos com perfis específicos.

A taxa de eficácia do imunizante só será determinada justamente nessa etapa, que costuma envolver milhares de indivíduos.

"A progressão do estudo prevê a inclusão não apenas de pessoas que ainda não foram vacinadas, mas também de indivíduos já imunizados e aqueles que tiveram covid-19 anteriormente", detalhou.

"O objetivo é comparar a resposta imune em diferentes perfis e situações."

Prazos, resultados e perspectivas

Ainda segundo Covas, a tendência é que o estudo inteiro, que engloba as fases 1, 2 e 3, demore ao redor de 17 semanas.

Na prática, isso significa que, se tudo correr conforme o planejado, os resultados de eficácia estarão disponíveis a partir do final de novembro.

"Quando tivermos essas informações, poderemos submeter o pedido de aprovação para uso da ButanVac na Anvisa", explicou o diretor do Butantan.

Essa futura aprovação regulatória depende, claro, do desempenho do imunizante na pesquisa: para ser aceito, o produto deverá apresentar uma eficácia mínima de 50%, como preconizado pela Organização Mundial da Saúde. Até o momento, essa taxa foi superada por todas as vacinas disponíveis hoje no país.

O cronograma estipulado hoje na coletiva de imprensa parece ser um pouco mais realista do que os prazos anteriores, quando a ButanVac foi anunciada.

No dia 26 de março, Doria assegurou que seria possível entregar ao Programa Nacional de Imunizações um total de "40 milhões de doses, se possível, em julho".

À época, especialistas em imunização ouvidos pela BBC News Brasil destacaram que a estimativa era irreal.

O imunologista Gustavo Cabral, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP), calculou que era possível terminar as fases 1 e 2 até julho, mas o estudo completo demoraria um pouco mais para ficar pronto.

O que a ButanVac traz de novo?

Um dos principais pontos fortes dessa vacina é o fato de ela não depender da importação de insumos para ficar pronta.

O Butantan possui toda a tecnologia e o equipamento necessários para produzi-la 100% em território nacional.

O aparato é o mesmo utilizado pelo instituto na fabricação das 80 milhões de doses do imunizante contra a gripe, que são entregues todos os anos ao Ministério da Saúde.

Tanto a vacina contra o vírus influenza como essa nova, que promete barrar o coronavírus, são fabricadas a partir de ovos de galinha embrionados.

A técnica é bastante conhecida e garante uma produção rápida e barata — Doria estimou que cada dose da Butanvac sairá por R$ 10, um valor de cinco a sete vezes mais baixo que os imunizantes importados.

A candidata a vacina se baseia na tecnologia do vetor viral: os cientistas pegam o vírus da doença de Newcastle (que não provoca nenhum problema em seres humanos) e usam a engenharia genética para colocar dentro dele a proteína S.

O "S" vem de spike, ou espícula em português: essa é a parte do coronavírus responsável por se conectar aos receptores na superfície de nossas células para dar início à infecção.

A ideia é que, após a vacinação, nosso sistema imune reconheça a proteína S e passe a produzir anticorpos contra o agente causador da covid-19. Esse mecanismo será testado e validado nos estudos clínicos.

Um novo nível de exigências

Há ainda um detalhe interessante em relação à fase 3 do estudo da Butanvac: ao contrário das outras vacinas testadas até agora, ela não será comparada com placebo.

Como não existiam opções de imunizantes contra o coronavírus, a primeira geração de imunizantes foi confrontada com essas substâncias inertes, sem nenhum efeito no nosso organismo.

Nesses estudos, metade dos voluntários recebia a vacina de verdade, enquanto a outra parcela tomava o placebo. Depois de algum tempo, os cientistas avaliaram quantos participantes de cada grupo tinham covid-19. A partir daí, era possível definir a taxa de eficácia de cada produto.

Só que a barra de exigências subiu um pouquinho: não é considerado justo (e nem ético) dar placebo a uma parte dos voluntários quando se sabe que há imunizantes testados e aprovados no mercado.

A ButanVac, portanto, será avaliada diante das melhores alternativas que temos até o momento.

"Nós faremos agora um estudo de comparação da resposta imune. Vamos avaliar a ação desta vacina em relação às outras já disponíveis", assegurou Covas.

Outro desafio que os testes clínicos terão que responder é o poderio desta candidata a vacina contra as variantes do coronavírus.

Por ser um produto novo, é importante que ela seja capaz de conter as linhagens mais preocupantes, que mostram uma maior taxa de transmissibilidade ou a capacidade de "driblar" uma resposta imune prévia.

A vacina é brasileira?

Outro detalhe bastante evidente na coletiva de quarta-feira foi a origem da Butanvac: nos anúncios de março, o governo paulista e o Butantan reforçaram a ideia de que ela seria uma vacina 100% brasileira.

Mas reportagens publicadas naquele mesmo dia apontaram que o desenvolvimento da fórmula aconteceu no exterior, mais especificamente na Icahn School of Medicine de Mount Sinai e na Universidade do Texas em Austin, ambas nos Estados Unidos.

Após a criação "molecular" da vacina, ela foi oferecida pelo Centro Path de Inovação e Acesso à Vacina a potenciais parceiros internacionais.

Foi aí que o Butantan entrou na história e se tornou um dos responsáveis por realizar os estudos clínicos e, caso dê tudo certo, pela futura fabricação e distribuição em larga escala.

Além do centro brasileiro, o imunizante também será testado e desenvolvido pelo Instituto de Vacinas e Biologia Médica do Vietnã e pela Organização Farmacêutica Governamental da Tailândia.

"A ButanVac é produto do desenvolvimento de um consórcio internacional, que pode fornecer um grande quantitativo de vacinas 2.0 contra a covid-19", esclareceu Covas.

Por que testar mais candidatas?

Outro ponto reforçado durante a coletiva foi a necessidade de criar novos imunizantes contra o coronavírus, mesmo que o Brasil já tenha uma gama deles à disposição.

Se os testes apresentarem bons resultados e a Anvisa aprovar, a ButanVac será mais uma opção para o Programa Nacional de Imunizações, que hoje depende das remessas ou insumos que vêm do exterior.

Com um produto fabricado inteiramente em território nacional, essa dependência é bem menor e fica mais fácil planejar e dar previsibilidade aos esforços brasileiros contra o coronavírus.

Covas ainda antecipa um possível problema a ser enfrentado a partir de 2022: a necessidade de aplicar doses de reforço nas pessoas que já foram imunizadas nesses últimos meses.

"Tudo indica que precisaremos fazer campanhas de vacinação contra a covid-19 de tempos em tempos, então vamos necessitar de mais doses no futuro", adianta.

De acordo com Doria, o Butantan já terá fabricado 40 milhões de doses da Butanvac até outubro deste ano.

Publicidade
Publicidade
ELEIÇÕES
Publicidade
ELEIÇÕES

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

Terminam na segunda-feira as inscrições para composição do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente, em Rondônia

Outras informações podem ser obtidas no site do governo do estado
L

Responsabilidade cívica é destaque em capacitação de professores do Projeto Estudante Auditor

Iniciativa visa transformar os alunos em protagonistas na comunidade escolar, fomentando a responsabilidade cívica
L

Prefeitura divulga homologação dos inscritos para permissão de uso no mercado Meu Pedacinho de Chão

Espaço é conhecido como Praça de Alimentação da Calama e permissão é válida por quatro anos
L
Quebra de Caixa: disputa judicial contra Instituição Bancária do Acre se arrasta há anos

Disputa judicial contra Instituição Bancária do Acre se arrasta há anos

IRDR decidirá qual a prescrição aplicável aos casos de execução individual da verba de quebra de caixa.
L
Autonomia financeira salva mulheres todo dia

Autonomia financeira salva mulheres todo dia

Cada mulher é livre para fazer suas escolhas, mas não podemos esquecer que as relações românticas não são o centro da vida.
L
Publicidade

DESTAQUES NEWS

Rondoniense Agnaldo Souza disputará Mundial de Karate no Japão

Embarque para Tóquio marca um novo desafio na carreira do atleta
L
Lula assina decreto reajustando Bolsa Atleta em 10,86%

Lula assina decreto reajustando Bolsa Atleta em 10,86%

Jogos Olímpicos vão de 26 de julho e a 11 de agosto na França
L
Câmara aprova destinação de 5% de emendas parlamentares a catástrofes

Câmara aprova destinação de 5% de emendas parlamentares a catástrofes

PEC aprovada segue agora para apreciação no Senado
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

Aprovados no CNU terão curso de formação a distância

Aprovados no CNU terão curso de formação a distância

Apenas cinco carreiras exigem curso presencial
L
Concurso Unificado: 31 mil inscritos pedem reembolso de taxa

Concurso Unificado: 31 mil inscritos pedem reembolso de taxa

Valor pago será devolvido somente após aplicação das provas
L
CNU: candidatos podem pedir devolução de taxa de inscrição até domingo

CNU: candidatos podem pedir devolução de taxa de inscrição até domingo

Valor será reembolsado somente em agosto, após aplicação da prova
L
Resultado final do CNU será divulgado em 21 de novembro

Resultado final do CNU será divulgado em 21 de novembro

Decreto prevê novas regras para evitar novo adiamento do certame
L
Candidatos ao CNU poderão solicitar devolução de taxa de inscrição

Candidatos ao CNU poderão solicitar devolução de taxa de inscrição

Prazo para fazer o pedido será desta sexta-feira a domingo
L
Publicidade

POLÍTICA

Dra. Taíssa solicita manutenção na Linha 101 no distrito de União Bandeirantes

Dra. Taíssa solicita manutenção na Linha 101 no distrito de União Bandeirantes

Pedido inclui trabalhos de patrolamento e cascalhamento.
L

Cláudia de Jesus autoriza pagar emenda para Urupá

Recurso deve ser utilizado na Educação.
L
Pré-candidato a vereador de Porto Velho, Marcuce Antônio, destaca propostas de saúde em entrevista

Pré-candidato a vereador de Porto Velho, Marcuce Antônio, destaca propostas de saúde em entrevista

A entrevista de Marcuce Antônio trouxe à tona questões cruciais para o futuro da saúde em Porto Velho, demonstrando seu comprometimento com a melhoria dos serviços e a defesa dos direitos da população.
L
Emenda do senador permite a construção de novo quartel da PM em Theobroma (RO)

JAIME BAGATTOLI: Emenda do senador permite a construção de novo quartel da PM em Theobroma (RO)

Parlamentar destinou R$ 1 milhão para a construção do empreendimento.
L
Câmara aprova PEC que perdoa multas e cotas raciais de partidos

Câmara aprova PEC que perdoa multas e cotas raciais de partidos

Texto refinancia dívidas tributárias de legendas nos últimos 5 anos
L
Publicidade

POLÍCIA

Polícia Civil cumpre mandado contra homem acusado de expor a ex e usar fraude para transformá-la em garota de programa

Polícia Civil cumpre mandado contra homem acusado de expor a ex e usar fraude para transformá-la em garota de programa

Suspeito também enviou mensagens para filha adolescente da vítima
16
Preso pela PRF com 1,3 tonelada de drogas em rodovia de MS, caminhoneiro revela ter recebido cargas em Ji-Paraná e Vilhena

Preso pela PRF com 1,3 tonelada de drogas em rodovia de MS, caminhoneiro revela ter recebido cargas em Ji-Paraná e Vilhena

41 fardos estavam ocultos entre caixas de peças refrigeradas de carne bovina
10
PF captura foragido condenado por roubo majorado, em Porto Velho

PF captura foragido condenado por roubo majorado, em Porto Velho

Ele estava com um mandado de prisão em aberto emitido pela Justiça Estadual.
10
Polícia Militar recupera motoneta furtada que provavelmente seria levada para outra cidade em RO

Polícia Militar recupera motoneta furtada que provavelmente seria levada para outra cidade em RO

Veículo estava escondido sob galhos e folhas secas
12
polícia

Adolescente faccionado que havia baleado chacareiro falha novamente em tentativa de matá-lo

No mês passado, o mesmo garoto atingiu a vítima com tiros nas costas
16
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Coleta itinerante de sangue atende população de Espigão do Oeste, nesta sexta-feira e sábado

Coleta itinerante de sangue atende população de Espigão do Oeste, nesta sexta-feira e sábado

Ainda este ano, diversas coletas itinerantes por todos os municípios serão realizadas.
L
Doze municípios rondonienses são incluídos no calendário de vacinação contra a dengue

Doze municípios rondonienses são incluídos no calendário de vacinação contra a dengue

Medidas e orientações são reforçadas pelo governo do estado contra casos de dengue.
L
Produtor beneficiado com mudas de café do governo de RO apresenta resultados em Dia Especial do Café

Produtor beneficiado com mudas de café do governo de RO apresenta resultados em Dia Especial do Café

Propriedade diversificada, contempla criação de peixes, gado leiteiro, e este ano, fez a primeira colheita de café clonal.
L
Correios ultrapassa marca de 1.000 caixas inteligentes em todo o Brasil

Correios ultrapassa marca de 1.000 caixas inteligentes em todo o Brasil

Equipamento destinado a condomínios residenciais sem portaria beneficia clientes, que recebem seus objetos já na primeira tentativa de entrega.
L
Direito de Porto Velho e Cacoal recebem selo da OAB

Direito de Porto Velho e Cacoal recebem selo da OAB

Pela 6ª vez consecutiva os cursos da UNIR recebem o reconhecimento, destacando-se entre os melhores cursos de Direito do país.
L
Após caso de raiva em morcego, Prefeitura executa ação de bloqueio com vacinação de animais domésticos

Após caso de raiva em morcego, Prefeitura executa ação de bloqueio com vacinação de animais domésticos

A imunização antirrábica tem objetivo de formar barreira de proteção contra o vírus na região onde o animal foi encontrado.
L
Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho prorroga prazo do Censo Previdenciário 2024

Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho prorroga prazo do Censo Previdenciário 2024

O recadastramento poderá ser feito na modalidade presencial até o dia 09 de agosto e na modalidade on-line até o dia 31.08.2024, de acordo com a Portaria n.329/2024 de prorrogação do Censo publicada no Diário Oficial do Município na data de 11.07.2024.
L
Em cooperação com a gestão, TCE permite ao DER reavaliar gasto de R$ 8 milhões

Em cooperação com a gestão, TCE permite ao DER reavaliar gasto de R$ 8 milhões

A atuação cooperativa e de diálogo que o Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) tem mantido com a gestão estadual permitiu a reavaliação de gasto público que seria realizado, em valores que chegam a quase R$ 8 milhões.
L
Serviço de manutenção da RO-383 é iniciado no trecho entre Alta Floresta d’Oeste e o distrito de Nova Gease

Serviço de manutenção da RO-383 é iniciado no trecho entre Alta Floresta d’Oeste e o distrito de Nova Gease

Rodovia é uma rota essencial para o escoamento da produção agrícola da região.
L
Homem é morto a tiros depois de ser perseguido por criminosos em Porto Velho

Homem é morto a tiros depois de ser perseguido por criminosos em Porto Velho

O homem baleado ainda conseguiu correr pedindo ajuda até uma fazenda nas proximidades, onde caiu desacordado.
18