QUARTA-FEIRA, 29/05/2024

Amazônia terá R$ 730 milhões para combate a incêndios e desmatamento

Investimentos ajudarão na meta de desmatamento zero até 2030

Por Pedro Peduzzi - Repórter da Agência Brasil - 20

Publicado em 

Amazônia terá R$ 730 milhões para combate a incêndios e desmatamento
Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil
O programa União com Municípios pela Redução do Desmatamento e Incêndios Florestais na Amazônia, lançado nesta terça-feira (9) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, prevê R$ 730 milhões a serem investidos na promoção do desenvolvimento sustentável e no combate a desmatamento e incêndios florestais em 70 municípios considerados prioritários na Amazônia.

Os recursos terão como origem o Fundo Amazônia (R$ 600 milhões) e o programa Floresta+ (R$ 130 milhões), ação do Ministério do Meio Ambiente para criar, fomentar e consolidar o mercado de serviços ambientais.

Durante a cerimônia de lançamento do programa, no Palácio do Planalto, Lula disse que os investimentos ajudarão o país a atingir a meta de desmatamento zero até 2030, ao mesmo tempo que apoiará os municípios com ações para prevenção, monitoramento, controle e redução da degradação.

“Precisamos cuidar da maior reserva florestal do mundo, que está sob a nossa guarda, e tentar fazer do cuidado dessa reserva florestal, uma forma de melhorar não apenas a qualidade da prefeitura e do povo, mas melhorar as condições financeiras da cidade”, disse o presidente.

Segundo o Planalto, os municípios já em condições de participar da iniciativa foram responsáveis por cerca de 78% do desmatamento no bioma no ano de 2022. Dos 70 municípios prioritários, 53 já aderiram ao programa. Eles são responsáveis por 59% do desmatamento na Amazônia. Os 17 restantes ainda podem firmar o termo de adesão até 30 de abril.

Adesão

Para aderir ao programa, é necessário que o termo seja assinado pelo prefeito do município e ratificado por pelo menos um vereador – de preferência, o presidente da Câmara municipal. “Em até 90 dias, ao menos um deputado estadual e um deputado federal ou senador do estado devem declarar por escrito apoio à adesão do município”, informa o Planalto.

A lógica adotada para a destinação dos recursos às prefeituras é a de pagamento por performance. Assim sendo, quanto maior a redução anual do desmatamento e da degradação, maior será o valor investido.

“O parâmetro será o sistema de monitoramento Prodes, do Inpe. O Prodes calcula a taxa anual de desmatamento, medida de agosto de um ano a julho do ano seguinte. Para 2024, será considerado o índice calculado entre agosto de 2022 e julho de 2023”, detalhou a Presidência da República.

Entre os compromissos a serem assumidos pelas prefeituras está a existência de secretaria municipal responsável por políticas de meio ambiente ou sustentabilidade e a realização de reunião do Conselho Municipal de Meio Ambiente em até 90 dias, com participação de representantes da sociedade.

Está prevista também a criação de uma Comissão de Coordenação e Monitoramento do Programa União com Municípios, que determinará novos períodos de adesão ao programa. “A comissão será responsável por monitorar a implementação do programa, decidir medidas de aprimoramento, propor novos critérios de elegibilidade e decidir sobre a repartição de recursos e novos aportes”, informa o Planalto.

Diálogo com prefeituras

Presente no lançamento do programa, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse que o sucesso da iniciativa na proteção da Amazônia depende do diálogo e do apoio dos municípios.

Dirigindo-se a Lula, Padilha lembrou que em todos seus governos o presidente sempre buscou ter boas relações com prefeitos, independentemente dos partidos aos quais eles são filiados. “O senhor pediu para recriarmos, aqui no Palácio do Planalto, a sala de prefeitos e prefeitas, e que temos de estar abertos para construir parcerias sem perguntar a que partido eles fazem parte”, disse o ministro.

“Nós sabemos o quanto é importante retomar o diálogo, inclusive para proteger a Amazônia. Infelizmente, no último período do nosso país, a Amazônia, que deveria e deve ser sempre motivo de União, foi motivo de desunião; de conflito; de disputa; de polarização. Só perdeu o Brasil. Só perdeu a Amazônia. Mas acredito que desde o começo da retomada do governo do presidente Lula, instalamos esse debate que acrescentou, ao Conselhão, a letra S de sustentabilidade”, disse Padilha referindo-se ao Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável (CDESS) – espaço destinado a debater agendas e temas de interesse dos mais diversos segmentos da sociedade.

Floresta lucrativa

Segundo Lula, é também necessário ao país viabilizar e potencializar os ganhos daqueles que lucram por meio da preservação da floresta. “Muita gente vê floresta e rios de forma separada. Temos de ver que ali moram pessoas que precisam de saúde, educação e de condições de trabalhar”, disse o presidente.

“Precisamos fazer as pessoas compreenderem que manter a floresta de pé é um ganho econômico, às vezes, muito maior do que um rebanho de gado. Não que não seja necessário criar gado. Mas o gado pode ser criado em um lugar onde não se precisas derrubar floresta”, acrescentou o presidente.

O Planalto informa que as metas previstas para o programa até 2026 incluem a implementação de escritórios de governança, no primeiro ano do programa, nos 53 municípios prioritários que já declararam adesão.

Prevê, ainda, ações de regularização ambiental e fundiária em glebas públicas federais não destinadas. Além disso, vai criar ao menos 30 brigadas municipais de prevenção e combate a incêndios florestais.

Manejo sustentável

De acordo com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, os mais de R$ 700 milhões previstos em recursos são apenas o começo. “Tem um eixo que é a menina dos nossos olhos. É o eixo do apoio às atividades produtivas sustentáveis. Sabemos que não se vai conter desmatamento em nenhum bioma se for apenas com ação de comando e controle. Só vamos conter quando manter a floresta em pé for mais rentável e mais vantajoso do que derrubá-la”, disse.

Nesse sentido, acrescentou que a ideia é a de estimular o uso da floresta por meio de manejo sustentável. “Só assim [de forma sustentável] garantiremos que aquele que é um produtor ou um industrial da madeira garanta ter [no futuro] trabalho para filhos, netos e bisnetos”, complementou.

Publicidade
Publicidade
ELEIÇÕES
Publicidade

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

Área desmatada no Brasil em 2023 cai 11,6%, indica MapBiomas

Área desmatada no Brasil em 2023 cai 11,6%, indica MapBiomas

Quase toda supressão de vegetação (97%) foi para expansão agropecuária
L
Novo Sistema de Licenciamento Unificado já está funcionando no site da Prefeitura de Porto Velho

Novo Sistema de Licenciamento Unificado já está funcionando no site da Prefeitura de Porto Velho

Sistema tem por finalidade agilizar todo o processo de licenciamento
L
Mata Atlântica: desmatamento cai em áreas contínuas entre 2022 e 2023

Mata Atlântica: desmatamento cai em áreas contínuas entre 2022 e 2023

E registra aumento em fragmentos isolados e áreas de transição
L
Grito da Terra Brasil defende alimentação saudável e meio ambiente

Grito da Terra Brasil defende alimentação saudável e meio ambiente

Agricultores participarão de atos em ministérios e no Banco Central
L
Publicidade

DESTAQUES NEWS

#GiroNews | Entrevista Celio Lopes – pré-candiato a prefeito de Porto Velho

Na próxima quarta-feira, dia 29, às 16h, o programa Giro News receberá o pré-candidato a prefeito de Porto Velho pelo PDT, Celio Lopes.
L

Em Manaus, rompimento de adutora transforma rua em cachoeira

Um carro chegou a ser arrastado pela força da água.
L

La Niña: Fenômeno entra em circulação no inverno; Amazônia deve se preparar para as mudanças

O efeito promete dividir o Brasil com chuvas, seca, redução e aumento das temperaturas.
L
A dois dias do prazo, quase 50% dos MEIs não enviaram declaração anual

A dois dias do prazo, quase 50% dos MEIs não enviaram declaração anual

Documento deve ser entregue mesmo por quem declarou Imposto de Renda
L

#InFoco | Joyse Cunha – dançarina, empresária, proprietária do Estúdio de Dança 72

Na quarta-feira, dia 29, às 15h30, o In Foco Podcast apresentará uma entrevista com Joyse Cunha.
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

Prefeitura divulga resultado de processo seletivo para contratação de serviços na Semad em Porto Velho

Prefeitura divulga resultado de processo seletivo para contratação de serviços na Semad em Porto Velho

Confira a lista dos aprovados, cargos e documentos necessários
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet.
L

Prefeitura de Porto Velho convoca candidatos classificados em processo seletivo para área da saúde

Os candidatos devem comparecer à Semad nos próximos 15 dias corridos, a contar do primeiro dia útil posterior à data da publicação do edital
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet.
L
Publicidade

POLÍTICA

Deputada Lebrinha viabiliza recursos para realização de cirurgias de catarata em Monte Negro

A verba já está na conta da prefeitura e será aplicada em melhorias na saúde municipal, para procedimentos cirúrgicos, atendendo os pacientes que estão na regulação, aguardando cirurgias de catarata.
L
Ieda Chaves destina emenda para obra de galeria de água pluvial na Associação São Tiago Maior

Ieda Chaves destina emenda para obra de galeria de água pluvial na Associação São Tiago Maior

Investimento na ordem de R$ 100 mil para evitar alagamentos nas áreas comuns.
L
Escola do Legislativo presente na Rondônia Rural Show Internacional

Escola do Legislativo presente na Rondônia Rural Show Internacional

Palestras, oficinas e mesa-redonda foram atividades realizadas durante os dias de feira.
L
Dra. Taíssa recebe vereador de Guajará-Mirim para ouvir demandas da região

Dra. Taíssa recebe vereador de Guajará-Mirim para ouvir demandas da região

Deputada ressalta seu compromisso com trabalhos em prol do município.
L

Coronel Chrisóstomo: ‘Tivemos a votação mais importante no Congresso Nacional em 2024’

O Congresso Nacional votou para MANTER o veto 46/2021 sobre Fake News.
L
Publicidade

POLÍCIA

polícia

Polícia Civil prende acusado de dirigir Creta para homem que matou casal na capital

Os Agentes com mandado de prisão em mãos, conseguiram localizar e prender o suspeito que dirigia o veículo.
10
Polícia Rodoviária Federal reforçará fiscalização nas estradas

Polícia Rodoviária Federal reforçará fiscalização nas estradas

Operação Corpus Christi ocorre de amanhã até domingo
L
Em Rondônia, PRF finaliza Operação Via Ápia

Em Rondônia, PRF finaliza Operação Via Ápia

Houve uma redução significativa no número de acidentes com feridos graves
10
PF deflagra operação para combate a crimes na Terra Indígena Igarapé Laje

PF deflagra operação para combate a crimes na Terra Indígena Igarapé Laje

Foram verificadas a divisão e a demarcação da área em cerca de 100 lotes, em prática de grilagem de terras
10
polícia

Jovem joga óleo fervendo no rosto da própria mãe na zona sul

A mulher então teria negado, foi quando a vítima passou a ser agredida e teve o rosto queimado com óleo fervendo, jogado pelo agressor que fugiu logo depois.
16
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Paris 2024: surfistas brasileiros conhecem adversários na 1ª rodada

Paris 2024: surfistas brasileiros conhecem adversários na 1ª rodada

País terá maior número de competidores, três em cada gênero
L

Recorde, negócios acima de 4 Bi: Nossa RR Show foi um espetáculo de competência e bons resultados, mas pode melhorar

Se deixaram Rondônia trabalhar, se não atrapalharem nosso agronegócio, se não se curvarem ante os interesses estrangeiros, que temem a concorrência dos nossos produtos no mercado internacional, ninguém nos segura. A RR Show foi a maior prova disso!  
L
EBC reafirma compromisso com Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça

EBC reafirma compromisso com Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça

Empresas públicas e privadas podem participar da ação
L
Nísia estima 1,6 mil casos de leptospirose no RS após enchentes

Nísia estima 1,6 mil casos de leptospirose no RS após enchentes

Ministra alerta para provável alta no número de casos no estado
L
Caso Marielle: juiz condena ex-PM e advogada por atrasar investigação

Caso Marielle: juiz condena ex-PM e advogada por atrasar investigação

Dupla tentou incriminar miliciano e ex-vereador
L
Ouvidoria Presente - MP realiza vistorias e atende população do distrito de Triunfo

Ouvidoria Presente – MP realiza vistorias e atende população do distrito de Triunfo

De acordo com a Promotora de Justiça Daniela Nicolai, titular da Defesa do Consumidor, todas as demandas trazidas pela comunidade serão analisadas pelo MPRO e terão os encaminhamentos necessários para efetivação.
L
Tragédias climáticas: 94% das cidades brasileiras pecam na prevenção

Tragédias climáticas: 94% das cidades brasileiras pecam na prevenção

Pesquisa revela situação preocupante no Rio Grande do Sul
L
Maior rede humanitária do mundo pede cessar-fogo em Gaza

Maior rede humanitária do mundo pede cessar-fogo em Gaza

Enclave sofre catástrofe humanitária há quase sete meses
L
Vulcão na Islândia entra em erupção pela 5ª vez desde dezembro

Vulcão na Islândia entra em erupção pela 5ª vez desde dezembro

Fontes de lava atingem 50 metros de altura
L
Google libera nova versão que gera respostas rápidas por IA para texto e vídeo

Google libera nova versão que gera respostas rápidas por IA para texto e vídeo

Ele já foi implementado nos Estados Unidos e, em breve, deve chegar a outros países.
L