SÁBADO, 15/06/2024

L

Agro

Produtores de hortaliças e frutas precisam se atentar ao uso correto de defensivos

Algumas culturas ainda têm suporte fitossanitário que geram dúvidas, por isso, especialistas dão dicas para ajudar os agricultores no manejo mais assertivo.

Por Kassiana Bonissoni - 25

Publicado em 

Produtores de hortaliças e frutas precisam se atentar ao uso correto de defensivos - News Rondônia
Foto - Kassiana Bonissoni

Muito importante na produção agrícola, os defensivos exercem o papel de proteção das lavouras aos ataques de insetos, plantas daninhas e doenças que atingem o ciclo das culturas. Estes produtos podem ser classificados como sintéticos químicos (fungicidas, herbicidas, inseticidas, acaricidas, nematicidas e bactericidas), ou biológicos, que são desenvolvidos a partir de organismos ou substâncias naturais. Entretanto, mesmo com tantas opções de produtos no mercado, o suporte fitossanitário ainda é insuficiente para algumas culturas e isso gera muitas dúvidas a classe produtora.

De acordo com José Orlando Sartori, profissional que acumula 47 anos de experiência e atua como um consultor de assuntos regulatórios na multinacional Ascenza, esse tema gera dúvidas por duas razões básicas. A primeira delas é pela falta de produtos registrados, legalizados ou recomendados para controle de pragas, principalmente de pequenas culturas, como por exemplo cebolinha, salsinha, aveia, centeio, acerola e muitas outras. “Isso induz o agricultor a usar produtos aprovados para outro grupo de culturas para conseguir produzir. Quando a gente fala principalmente de hortaliças e frutas, é um universo, que tem muitas espécies e é praticamente impossível classificar todas”, destacou.

A segunda razão, de acordo com o especialista, é pelo uso inadequado dos produtos, ou seja, quando o agricultor não se atentar à dose máxima recomendada ou ao limite de aplicações. Outro agravante é não respeitar o intervalo de segurança, também conhecido por período de carência, que nada mais é do que o intervalo em dias entre a última aplicação até a colheita do produto.

Para que haja o registro um novo defensivo para uma cultura é necessário que a empresa fabricante comprove sua eficácia e apresente todos os estudos com limite máximo de resíduo. Conforme explica Manuela Dodo, gerente de assuntos regulatórios da companhia no Brasil, e que soma mais de 17 anos de experiência nesse mercado, todo esse processo necessita de um investimento relativamente alto e também demanda tempo para os estudos. “Esses dois fatores são os principais nessa dificuldade de abranger uma bula de um produto para diferentes culturas”, acrescenta.

Para tentar resolver essa questão em 2010, o Governo Federal publicou uma resolução que estabelece procedimentos para as Culturas Com Suporte Sanitário Insuficiente (CSFI). A partir de então houve uma divisão em sete grupos. Os cultivos foram organizados em: frutíferas com casca comestível e casca não comestível, hortaliças folhosas e ervas aromáticas, raízes de tubérculos, leguminosas e oleaginosas e cereais.

Com base nestes sete grupos, houve uma subdivisão em 17 subgrupos e determinou-se a nomeação de uma cultura que representasse as outras nessas divisões. Desta forma, ficou definido para essas “representantes” que todos os estudos de resíduos e os laudos de eficácia feitos nela se aplicariam às demais de cada subgrupo.

Por exemplo, a alface é uma cultura representativa do subgrupo das hortaliças folhosas. Os estudos de resíduo realizados para ela suportam o registro também para acelga, agrião, rúcula, chicória e outras, pela similaridade, tanto de aplicação quanto de ciclo.  “Desta forma o governo conseguiu resolver esse problema de culturas importantes, que pela questão do custo e por não terem áreas expressivas, ficavam em segundo plano”, disse o consultor.

De olho na bula

Para evitar o uso incorreto dos defensivos nas lavouras, o produtor deve seguir alguns pontos mais importantes. O primeiro passo é utilizar produtos autorizados pela Anvisa. Além disso, é fundamental seguir a indicação para cada cultura respeitando a dose recomendada, bem como o número máximo de aplicações e o intervalo de segurança.

Ao ignorar alguns desses parâmetros, a probabilidade de o plantio apresentar um resíduo acima do limite é grande e isso pode gerar sérias consequências. “Legalmente se isso ocorrer, essa cultura que apresenta resíduo acima do limite deveria ser destruída, pois não está apta à comercialização e consumo. Então, estaria trazendo um dano econômico enorme para o produtor e nem sempre ele tem consciência disso”, destacou Sartori.

Outro fator importante para seguir corretamente os protocolos de aplicação é a questão da rastreabilidade, algo que cada vez mais é exigido e valorizado pelo mercado. Por exemplo, hoje, muitas redes de supermercado exigem e exibem o QR Code nos alimentos.  Por meio deles, conseguem fornecer aos clientes informações completas sobre a origem daquele determinado produto. “Tudo se movimenta em busca de segurança alimentar, que é o grande objetivo aqui, garantir que o produto final convencional seja entregue dentro dos níveis estabelecidos”, complementa a engenheira agrônoma e gerente de marketing da Ascenza, Patricia Cesarino.

Produção convencional x produção orgânica

O manejo orgânico é uma realidade e uma prática que tem conquistado um importante nicho de mercado. Contudo, com este modelo de produção que não utiliza defensivos químicos e é praticado em áreas menores, dificultando a produção em grande escala.

Por outro lado, o manejo convencional, que segue as boas práticas agrícolas respeitando o uso correto de aplicação defensivos, que utiliza produtos legalizados, consegue obter maior produtividade na agricultura de alta escala e consequentemente, gera maior oferta ao comércio. “Seguindo os níveis de segurança, respeitando o limite de resíduo estabelecido é possível sim ter um produto seguro para o consumidor consumir e em um preço mais acessível”, destaca Manuela.

Sabendo a diferença entre produção orgânica e convencional, é importante destacar que são atividades distintas que na prática uma não irá substituir a outra, afinal são modelos de produções diferentes. “Existe espaço para as duas práticas, elas podem e devem coexistir e isso é muito produtivo”, finaliza Patricia.

Publicidade
Publicidade
ELEIÇÕES
Publicidade
Publicidade
ELEIÇÕES

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

Expansão global do Tambaqui de RO é pauta de reunião entre Marcos Rocha e ministro da pesca

O estado utiliza viveiros semi-intensivos para a criação do peixe, o que resulta em uma proteína de alta qualidade.
L
Safra de grãos é destaque no panorama agrícola

Rondônia: Safra de grãos é destaque no panorama agrícola

Com produção estimada em 4,1 milhões de toneladas, Aprosoja-RO aposta na classificação de grãos para definir qualidade e valor de mercado.
L

Mais de 3,7 milhões em equipamentos são entregues ao setor agrícola pela Prefeitura de Porto Velho

Recursos oriundos do Fitha fortalecem o trabalho de manutenção das estradas e garantem o escoamento da produção
L

Produção de grãos em Rondônia na safra 2023/2024 está estimada em mais de quatro milhões de toneladas

Enquanto em Rondônia as perspectivas são de aumento da produção na safra 2023/2024, no plano nacional as estimativas indicam que a produção de grãos deve decrescer 7,6%, devendo alcançar 295,5 milhões de toneladas, com redução de 24,36 milhões de toneladas em relação à safra anterior.
L
Gestão de recursos naturais e transparência nas cadeias produtivas são fortalecidos em workshop

Gestão de recursos naturais e transparência nas cadeias produtivas são fortalecidos em workshop

O governo de Rondônia incentiva a adoção de boas práticas agrícolas e o uso de tecnologias sustentáveis, a fim de propiciar um desenvolvimento econômico equilibrado
L
Publicidade

DESTAQUES NEWS

No Beni, FELCC e Umopar apreendem aviões e um extenso carregamento de pasta base de cocaína

A droga de origem peruana tinha como destino o Brasil.
10, L

Em Manaus, polícia monta operação para prender PMs envolvidos com o tráfico de drogas

MP-AM revela que PMs foram flagrados por câmeras carregando drogas.
10

#EntreLevels | Entrevista MC Wset

O apresentador Alisson conversará com o MC Wset sobre sua trajetória na música e muito mais.
L

#NortProTeam | Entrevista Charles Oliveira (One Punch), campeão de MMA pela SFT Combat

Na próxima sexta-feira, dia 14, às 15h, o programa Nort Pro Team! traz uma entrevista exclusiva com Charles Oliveira One Punch,
L

Emoção de Cinema: News Rondônia e Cine Araújo Revelam os Felizardos!

Aventura Cinematográfica com os Ingressos Premiados!
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

Concurso TRF 1ª Região: Oportunidade de carreira no Tribunal Regional Federal

Edital Oferece Vagas Imediatas e Cadastro de Reserva para Analista e Técnico Judiciário
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet.
L

PROCESSO SELETIVO: Inscrições para contratação imediata na Semasf encerram nesta quinta-feira (13)

Prefeitura de Porto Velho oferece 51 vagas para níveis fundamental, médio e superior
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet.
L
Aprovados em processo seletivo para serviço voluntário na Sema são convocados

Aprovados em processo seletivo para serviço voluntário na Sema são convocados

Convocados devem comparecer entre os dias 12 a 14 de junho na Sema, no horário das 8h às 12h
L
Publicidade

POLÍTICA

Vao Oliveira apresenta propostas transformadoras para Porto Velho no #ComunidadeNews

Pré-candidata a vereadora, Vao Oliveira, discute suas visões e planos em entrevista ao Comunidade News
L

Compromisso com a Comunidade: Sabiá se apresenta como pré-candidato a vereador de Porto Velho

Em entrevista ao Comunidade News, Sebastião L. de Araújo destaca propostas para infraestrutura, juventude e políticas públicas
L

Ieda Chaves solicita policiamento ostensivo e novos totens de segurança no Morar Melhor

Atuação da Sesdec deve ser ampliada na região dos residenciais Total Ville 1 e 2, na capital.
L
Deputado Ribeiro defende e vota favorável ao pagamento de R$ 12 milhões em RPVs

Deputado Ribeiro defende e vota favorável ao pagamento de R$ 12 milhões em RPVs

O projeto atende todos os servidores públicos e fomenta a economia.
L
Deputada Sílvia Cristina destinou emenda e CREAS de Machadinho do Oeste é entregue à população

Deputada Sílvia Cristina destinou emenda e CREAS de Machadinho do Oeste é entregue à população

Novo prédio atende a comunidade do bairro Bom Futuro e adjacências.
L
Publicidade

POLÍCIA

URGENTE: Pirata do Madeira suspeito de fazer arrastão em pousada é preso pelo BPTAR – Veja Vídeo

Com eles foram apreendidas diversas TVs e outros objetos provenientes do roubo.
10

ATUALIZADO: Motociclista ferido é socorrido depois de grave acidente no centro

A PM foi acionada para fazer o registro.
12
Em Rondônia, PRF participa de Operação para remoção de invasores da Terra Indígena Karipuna

Em Rondônia, PRF participa de Operação para remoção de invasores da Terra Indígena Karipuna

A ação tem como objetivo retirar os invasores, majoritariamente garimpeiros e madeireiros ilegais, para devolver o domínio da região aos povos originários.
10
Criminoso atrapalhado sofre tiro acidental após assalto na zona leste

Criminoso atrapalhado sofre tiro acidental após assalto na zona leste

Criminoso teria feito um assalto onde chegou a agredir a vítima com coronhada na cabeça, e na hora de fugir, colocou a arma na cintura, momento que houve um disparo acidental que atingiu o órgão genital do criminoso.
16
Briga de irmãos termina em facadas na zona sul de Porto Velho

Briga de irmãos termina em facadas na zona sul de Porto Velho

De acordo com as primeiras informações, durante a briga ambos foram esfaqueados, no entanto, o rapaz em estado mais grave foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital João Paulo II.
16
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Síndrome de Dandy-Walker: O que é e como afeta os pacientes

Essa condição rara é caracterizada por uma tríade de anomalias.
L

Médica usa embalagem de bolo e salva bebê em estado crítico

História de criatividade e resiliência viraliza
L

Projeto Cine Itinerante leva cinema para escolas municipais e IFRO

Projeto inicia na sexta-feira (21) e segue até novembro em instituições educacionais
L

Mais de 126 mil famílias em Rondônia recebem o Bolsa Família em junho

Valor médio recebido pelos beneficiários no estado é de R$ 693,67. Cronograma de pagamentos segue até o dia 28
L

Requerimento da Licença Ambiental: SERVICE BOYS LTDA

LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA – LAS
L
Governo instala sala de crise para queimadas e seca no país

Governo instala sala de crise para queimadas e seca no país

No primeiro momento, foco será no Pantanal e na Amazônia
L
Porto Velho Shopping amplia acesso à vacinação com Espaço Saúde

Porto Velho Shopping amplia acesso à vacinação com Espaço Saúde

O local, que funcionará de segunda a domingo, das 10h às 22h, servirá como um ponto focal para informações sobre campanhas de saúde e vacinação, além da aplicação de diversas doses.
L
Nova presidente da Petrobras troca três dos oito diretores da estatal

Nova presidente da Petrobras troca três dos oito diretores da estatal

“Alterações são naturais do processo de gestão”, diz Magda Chambriard
L
Canjica, munguzá, pé-de-moleque: conheça a origem das comidas juninas

Canjica, munguzá, pé-de-moleque: conheça a origem das comidas juninas

Pratos típicos retratam mistura de culturas no Brasil
L