Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019 - 09:33 (Cidades)

L
LIVRE

VENEZUELANOS: PREFEITURA E PARCEIROS SEGUEM NO ATENDIMENTO AOS INDÍGENAS

Foram levados para fazer o Cadastro Único (CadÚnico) para Programas do Governo Federal, entre os quais, Bolsa Família e auxílio moradia


Imprimir página

A Prefeitura de Porto Velho, via Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), e parceiros, realizaram no início da tarde de quarta-feira, 13, ação junto aos indígenas venezuelanos para que tenham o Cadastro Único (CadÚnico) para Programas do Governo Federal, entre os quais, o Bolsa Família.

Outro serviço levado aos indígenas foi do Sine Estadual com o objetivo de inseri-los no merco de trabalho e ainda equipe de assistência social da Semasf participaram da ação, para legalizar o diagnóstico social visando a possível inclusão das famílias indígenas no benefício de auxílio moradia.

Ônibus da Semasf fizeram o transporte das famílias indígenas do local onde estão residindo até a Central do Cadastro Único da Semasf, onde estava uma equipe de plantão, a partir das 13 horas, para atende-las.

Realizaram a ação, a equipe do Serviço de Abordagem da Semasf, o professor Geraldo C. Contiguiba, sociólogo e antropólogo do IFRO, a professora de linguística, Marília Lima, da Univerdade Federal de Rondônia (UNIR), o mestrando em linguística, Marco Paulo Basto; pelo Sine Estadual, os técnicos João Carlos Costa e Sheyla da Costa e Sila; a assistente social da Semasf, Marlene Costa e alunas estagiárias de serviço social da UNIP.

A secretária adjunta da Semasf, Ana Maria Negreiros, que estava à frente da ação disse que agora o serviço está sendo realizado de forma organizada e planejada e como foi combinado, cada órgão está fazendo sua parte. "Estamos fazendo o trabalho pedido pelo prefeito Hildon Chaves. Será uma ação permanente", disse Ana Negreiros.

Fonte: 015 - Comdecom

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias