Terça-Feira, 05 de Novembro de 2019 - 11:59 (Cidades)

L
LIVRE

RONDÔNIA REALIZA SEMINÁRIO DE OUTORGA DE ÁGUAS NESTA QUINTA-FEIRA EM PORTO VELHO

Previsto para esta quinta-feira, das 8h as 17h30, no auditório do Hotel Rondon, o evento que reúne autoridades, gestores, pesquisadores e especialistas em gestão hídrica


Imprimir página

Programado para esta quinta-feira (7), Rondônia realiza no auditório do Hotel Rondon, em Porto Velho, o Seminário de Outorga de Águas Superficiais do Estado de Rondônia, quando será apresentada uma nova fermenta tecnológica para este fim, que consiste num meio de gestão (ferramenta) que facilita a autorização pelo Estado, de seus recursos hídricos – utilização de seus mananciais de água para fins qualitativos e quantitativos, para o consumo direto e para utilização para geração de energia, por exemplo (hidrelétricas).

De acordo com a geóloga e pesquisadora do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea – USP), Maíra Hilgemberg Alves, e sua colega Cristiana Araújo Amaro, que conceberam e desenvolveram o projeto para construção da rede de simulação hidrográfica do Estado de Rondônia – montagem da rede de simulação – esta é uma ferramenta de vai colaborar bastante com a gestão desses recursos, eis que dá uma dimensão geral da área em que se concentrou a pesquisa, a bacia hidrográfica do Rio Machado, disponibilizando dados, informações, capacidade e limites de uso, inclusive com um manual de operação que desenvolveram para o usuário, que orienta passo a passo sua utilização, independente do tempo e do comando da gestão desses recursos.

Toda a pesquisa, segundo ela, tem origem num software desenvolvido pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Politec – USP) que, por sua concepção, vai colocar o Estado de Rondônia na ponta como único a ter um sistema completo e eficiente de gestão hídrica. Na verdade, será o primeiro estado do País a conhecer uma ferramenta inédita para melhoria da gestão de águas superficiais como rios e lagos. Aplicada à bacia hidrográfica do Rio Machado, que abrange 40% do estado, essa solução inovadora vai ajudar os órgãos ambientais do estado na tomada de decisão sobre a outorga de uso de suas águas, conforme publicação do Ipea.

Previsto para esta quinta-feira, das 8h as 17h30, no auditório do Hotel Rondon, o evento que reúne autoridades, gestores, pesquisadores e especialistas em gestão hídrica e, ainda, usuários e produtores rurais é, na verdade, uma iniciativa da Agência Nacional de Água (ANA), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), que visa como objetivo central, discutir e aperfeiçoar essa inovação que, transformada em modelo, poderá ser adotada em outros estados, a partir de 2020. As inscrições para o seminário podem ser feitas por meio da Agenda de Eventos, acessada pelo site do Ipea  ou pelo link

A pesquisadora Maíra Hilgemberg elogiou a iniciativa do Governo de Rondônia de encampar e incentivar as pesquisas nesta área, destacando o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam). Na verdade, todo esse projeto obedece ao comando do governador Marcos Rocha que, considerado um gestor antenado com seu tempo, é o principal defensor dos projetos que colocam Rondônia sempre na vanguarda dos acontecimentos e inovações que promovem o desenvolvimento e melhoram a vida das pessoas.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias