Sabado, 09 de Novembro de 2019 - 09:51 (Geral)

L
LIVRE

RANIERY COELHO REFORÇA A IMPORTÂNCIA DA UNIÃO EM DEFESA DO SISTEMA FECOMÉRCIO/SESC/SENAC

A reunião foi transmitida via videoconferência para todas as unidades do Sesc e Senac do Estado.


Imprimir página

O auditório do Senac Esplanada ficou lotado de colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac na tarde desta sexta-feira (08). O Presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac e Vice-Presidente da Confederação Nacional do Comércio – CNC, Raniery Araujo Coelho e os diretores regionais do Sesc Osvino Juraszek e do Senac, Hilton Gomes, reforçaram na ocasião, sobre a segunda etapa da Campanha Trabalho que Valoriza o Brasil #euValorizo e a assinatura da petição pública (abaixo-assinado) que tem por objetivo respaldar, apoiar e fortalecer a atuação do Serviço Social do Comércio (Sesc), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) em todo o Brasil, em especial no Estado de Rondônia.

"Queremos mais uma vez agradecer a todos vocês o empenho em defender o nosso sistema nesta segunda etapa da campanha que é de fundamental importância para a continuidade do trabalho em Rondônia e em todo país, possibilitando que milhares de pessoas tenham acesso a educação, cursos profissionalizantes, ações culturais, sociais, saúde entre outros benefícios que o Sistema oferece. Contamos com o apoio de todos nesta nova fase, compartilhem com seus amigos e familiares, vamos juntos nesta defesa em prol do Sesc e Senac", afirmou Raniery Coelho.

A reunião foi transmitida via videoconferência para todas as unidades do Sesc e Senac do Estado. Foi apresentado ainda na ocasião aos colaboradores, as ações e preparativos para o I Feirão do Comércio, uma iniciativa do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac e seus Sindicatos Filiados, a fim de fomentar as vendas de final de ano.

Mais informações sobre a Campanha Trabalho que Valoriza o Brasil estão disponíveis na página: http://www.valorizaobrasil.com.br/. Os Rondonienses que também quiserem abraçar a causa em favor do Sistema podem entrar no site da campanha e assinar a petição pública.

Fonte: Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias