Quinta-Feira, 24 de Outubro de 2019 - 15:58 (Agronegocios)

L
LIVRE

PRODUTIVIDADE LEITEIRA EM MINISTRO ANDREAZZA PROVA SUSTENTABILIDADE DA PEQUENA PROPRIEDADE

Produtores de leite de Ministro Andreazza, com o apoio recebido da assistência técnica da Emater estão conseguindo melhorar os índices de produtividade de leite por vaca e por área ocupada com a criação


Imprimir página

Produtores de leite de Ministro Andreazza, com o apoio recebido da assistência técnica da Emater estão conseguindo melhorar os índices de produtividade de leite por vaca e por área ocupada com a criação, resultados que atendem tanto o interesse econômico, com a melhoria da renda familiar, quanto o ambiental, com a demonstração da viabilidade da produção sustentável de leite.

“Com o uso de técnicas modernas de criação, como a inseminação artificial e o manejo rotacionado de pastagens, em piquetes cultivados com gramíneas de alto valor nutritivo, os produtores estão conseguindo produtividades acima de 14 litros de leite por vaca, e intervalo entre partos abaixo de 13 meses”, diz Joel Noé dos Santos, gerente da Emater em Ministro Andreazza.

A introdução das novas tecnologias é facilitada através dos programas do governo do estado, a exemplo do Proleite, Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira, que fomenta a produção e financia atividades da assistência técnica, para produção do nitrogênio liquido, aquisição das botijas de armazenamento do sêmen, usado na inseminação artificial das vacas e material para instalação de piquetes irrigados e protegidos com cerca eletrificada.  Em propriedades usadas pelos técnicos da extensão rural, como referência para outros produtores das comunidades vizinhas.

Uma destas propriedades referência é a do produtor Adonias Perez Fernandes, de 28 anos, lote 31 da linha 114 em Ministro Andreazza, produtor beneficiado pelo Proleite e orientado pelo escritório local da Emater, que no próximo dia 25 vai abrir sua propriedade em um Dia de Campo, ocasião em que os vizinhos e outros produtores vão conhecer como ele consegue uma produção de mais de 300 litros de leite numa propriedade de apenas 16 hectares.

A lote do senhor Adonias está distante 18Km do centro de Ministro Andreazza e o visitante que for ao dia de campo, vai encontrar animais de boa genética oriundos do programa Inseminar, orientado pela Emater-RO, e uma área de pastejo rotacionado cultivada com capim Mombaça que mede 1,5ha, onde são alimentadas 21 vacas em lactação, o restante do rebanho fica em pastos com capim brachiaria, o dia de campo começa as nove horas do dia 25, próxima sexta-feira.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias