Terça-Feira, 05 de Novembro de 2019 - 11:31 (Economia)

L
LIVRE

PREÇOS DA INDÚSTRIA SOBEM 0,45% EM SETEMBRO; É A SEGUNDA ALTA SEGUIDA

No acumulado no ano, o Índice de Preços ao Produtor registra alta de 2,94% e, em 12 meses, queda de 0,99%


Imprimir página

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) cresceu 0,45% em setembro, de acordo com resultados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgados nesta terça-feira (05/11/2019). O IPP mede a variação dos preços dos produtos na “porta das fábricas” (ou seja, sem impostos e frete) de 24 atividades das indústrias extrativas e de transformação.

É a segunda alta consecutiva, após duas quedas em junho (-1,13%) e julho (-1,20%). Em agosto, a variação foi de 0,92%. No acumulado no ano, os preços subiram 2,94% e, em 12 meses, caíram 0,99%.

De acordo com o IBGE, a alta da inflação da indústria em setembro foi pressionada pelo aumento dos preços do diesel, gasolina e óleos combustíveis. A alta de 1,06% dos alimentos também contribuiu para manter a inflação do setor no patamar positivo.

Essas variações positivas superaram até mesmo a forte queda de 10,49% nos preços na indústria extrativa. O IBGE informou que a oscilação de preços dos minérios de ferro no mercado internacional foi a principal influência na queda nos preços desse segmento.

“Quem dita os preços do minério de ferro é a China, principal compradora do Brasil. E, além da política de preços chinesa, há outro fator, que é a base de comparação frente a meses de grandes altas”, explicou o gerente do IPP, Manuel Campos.

Fonte: 015 - Metrópoles

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias