Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019 - 17:27 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: BERON NO STF

A responsabilidade do estado de Rondônia, diz o advogado é restrita a fevereiro de 1995, data em que Rondônia ganhou um presente de grego: o RAET.


Imprimir página

“Você é chata demais, deputada. Tudo é machismo. Vocês só sabem gritar. Ganhem no regimento” Deputado Felipe Francischini para a deputada Maria do Rosário

1-PSL: Pau no Bivar do PSL

De um lado o presidente Bolsonaro do PSL elogiou a ação da PF contra o presidente Luciano Bivar do seu partido, o PSL, que segundo sua avaliação agiu da “melhor forma possível”, seja lá o que isto signifique e nem me atino para o que seja.

Bolsonaro trava uma guerra com Bivar dentro do PSL e, junto com parlamentares descontentes do partido, pediu que fosse feita uma auditoria nas contas daquele amontoado de gente a que chamam de partido. O porta-voz disse que Bolsonaro tomou conhecimento da operação na manhã desta terça-feira. Ora, ora, ora...   

 

2-PSL: Obstrução contra Bolsonaro PSL

Vá entender no que se transformou o PSL... Parte bate palmas para a PF e o Bolsonaro, outra se busca alguma coisa que mesmo de raspão lembre o Capitão para ser contra e pau no governo.

Hoje por exemplo o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, orientou a bancada da legenda a entrar em obstrução na votação da MP 886, que reestrutura órgãos dois órgãos do governo, pauta do Bolsonaro, que é PSL como o Waldir... Vixi! Com o PSL bstruiram também o PT, PSB, PDT, PSOL e PCdoB. Será que o PSL da direita vai virar esquerda tipo PSLdoB? Armaria!

3-Um pouco mais disso aí

Os presidentes dos partidos Republicanos-ex-PRB e Patriota vão falar com os advogados Karina Kufa e Admar Gonzaga contratados por Bolsonaro para estabelecer pontes que permitam ao Capitão desembarcar do PSL sem pisar na lama. A crise conjugal do PSL e do Bolsonaro existia de per si, mas desde 8 de outubro quando o Capitão empinou a carroça e mandou esquecerem o PSL atingiu o ápice e a partir daí são coices de lado a lado e há divórcio litigioso à vista e como em qualquer divórcio conflituoso esqueceram o “meu bem” e focaram nos “meus bens”.

4-Reforço na ceia do Natal

“Uma grande conquista dessas pessoas que tanto necessitam e ficaram esquecidas por muito tempo”, disse Bolsonaro ontem ao assinar a MP que cria o 13º salário para quem recebe o Bolsa Família. Era promessa de campanha do Bolsonaro que, no entanto afirmou: “o melhor programa social é o que mais saem pessoas por terem melhorado de vida”.

O Bolsa Família atende quase 14 milhões de famílias com renda per capita de até R$ 17/mês. O valor do 13º será igual ao do benefício mensal pago na data regular em vigor só este ano. Para se perenizar e entrar no orçamento geral da união será preciso virar lei pelo Congresso. E agora como fica?

5-Beron no STF

Depois de um longo e tenebrosoesquecimento e de um mar de dúvidas, a caso Beron chegou ao STF. As ações ACO 1265 e ACO 1119 estão sendo julgadas hoje, nesta quarta-feira, dia 16 de outubro. As revelações das bandalheiras promovidas pelos interventores do Banco Central começam a sair aos borbotões e seria cômico não fosse trágico.

A responsabilidade do estado de Rondônia, diz o advogado é restrita a fevereiro de 1995, data em que Rondônia ganhou um presente de grego: o RAET. Já pagamos R$ 2.5 bilhões e faltam exatamente R$2,5 bilhões para a liquidação de uma conta que nunca foi nossa a partir daquela data. Marcos Rocha está em oração – palavras do advogado – aguardando o resultado da presepada. E nós também.

[email protected]

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias