Quinta-Feira, 31 de Outubro de 2019 - 11:55 (Esportes)

L
LIVRE

PIQUÉ DIZ QUE ELENCO DO BARCELONA SUGERIU AJUSTE NOS SALÁRIOS PARA QUE O CLUBE FOSSE ATRÁS DE NEYMAR

Zagueiro revela vontade do grupo de ter a volta do brasileiro e ajudar a driblar Fair Play: "Dissemos que em vez de cobrar no primeiro ano, cobraríamos no segundo ou terceiro"


Imprimir página

Não era exatamente um segredo que, em meio à novela sobre o futuro de Neymar, em julho, os principais jogadores do Barcelona torceram para ter o ex-companheiro de volta. Mas o zagueiro Piqué revelou em uma entrevista a uma rádio espanhola, na última quarta-feira, que o elenco blaugrana foi além da torcida e sugeriu uma revisão nos próprios salários para ajudar o clube na possível contratação.

Um dos líderes do vestiário, o defensor afirmou à "Cadena SER" que os jogadores tinham noção que a transferência poderia esbarrar no Fair Play Financeiro da Uefa, também por conta do alto salário de Neymar. E, por isso, ofereceram "adiar" o pagamento de altos vencimentos para poder abrigar o astro.

- O que sugerimos a Bartomeu é que ajustaríamos o contrato, pois sabíamos que era um tema de Fair Play. A relação com o presidente sempre foi muito boa, e dissemos que, em vez de cobrar no primeiro ano, cobraríamos no segundo ou terceiro ou quarto para que Ney pudesse entrar, se este fosse o problema.

Piqué alegou que, além de ser da vontade dos jogadores ter Neymar de volta, faz parte do dia a dia no Barcelona a ajuda dos atletas às questões da diretoria.

- Nós sempre vamos de mãos dadas com o clube. Se podíamos ajudar, não tínhamos nenhum problema. Para que pudesse vir, se tratava de buscar uma fórmula, e o clube disse que parecia bom - relatou Piqué.

"Avisamos que iria para uma prisão de ouro"

O zagueiro indicou que não duvida que Neymar possa retornar ao clube catalão, depois de uma longa negociação, que acabou frustrada na última janela de transferências. O PSG manteve uma postura firme diante do desejo do Barcelona e não baixou a pedida de pelo menos € 220 milhões - ou uma troca envolvendo nomes como Dembelé e Rakitic.

O fato de o clube parisiense ser exigente na hora de vender seus atletas, inclusive, teria sido lembrado a Neymar antes da saída do Camp Nou, segundo revelou Piqué. O zagueiro, porém, frisou que o time segue desejando seu retorno.

- No futebol tudo pode acontecer. Nós dissemos a ele: "Você vai para uma prisão de ouro". Mas ele tem a porta aberta. Se diz que quer voltar ao Barcelona, sim. Diríamos a Bartomeu que adiasse os pagamentos nos contratos para ajustar o Fair Play Financeiro e contratar Neymar.

Fonte: GE

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias