Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019 - 15:01 (Geral)

L
LIVRE

NOVO MARCO NA TRADUÇÃO: CONTEÚDO DO JW.ORG DISPONÍVEL EM 1.000 IDIOMAS

Gerrit Lösch, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, disse: "Nosso trabalho de tradução tem uma longa história, começando lá nos anos 1800. E nos últimos anos esse trabalho aumentou bastante."


Imprimir página

Em novembro de 2019, o jw.org, site oficial das Testemunhas de Jeová, alcançou um surpreendente marco — artigos, vídeos e material em áudio em 1.000 idiomas, incluindo 100 línguas de sinais e diversas línguas indígenas faladas no Brasil.

Gerrit Lösch, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, disse: "Nosso trabalho de tradução tem uma longa história, começando lá nos anos 1800. E nos últimos anos esse trabalho aumentou bastante."

Geoffrey Jackson, também membro do Corpo Governante, comentou: "Levamos um pouco mais de cem anos para chegar a 508 idiomas, em janeiro de 2013. Mas é impressionante ver que em pouco menos de sete anos nós quase que dobramos esse número: de 508 idiomas passamos a traduzir para mil."

Além da enorme quantidade de material para download em 1.000 idiomas, é possível navegar pela página inicial e por outras páginas do jw.org em 821 idiomas, algo nunca visto antes. Isso faz do jw.org o site mais traduzido do mundo. A maior parte da tradução é feita por voluntários bem treinados em uns 350 escritórios de tradução no mundo inteiro. Para ter certeza de que a tradução seja clara e com o vocabulário do dia a dia, os escritórios se localizam, quando possível, onde há uma grande concentração de falantes nativos, para que os tradutores estejam imersos no idioma, num ambiente que possibilite testarem palavras e expressões antes de usá-las nas publicações. No Brasil, há escritórios de tradução, por exemplo, na região amazônica para o saterê-mawê e o ticuna, na Região Sudeste para o pomerano e na Região Sul, para o hunsrik e o talian.

John Yunker, autor do The Web Globalization Report Card, menciona: "A internet conecta computadores, mas idiomas conectam pessoas. [...] O site jw.org mostra um grande respeito por quem fala os idiomas. [...] Até o Facebook, com mais de 100 idiomas, tem um longo caminho pela frente. E embora o jw.org seja voltado para um trabalho voluntário, ele ultrapassa em muito o site mais popular do mundo, a Wikipedia, que está disponível em mais de 280 idiomas."

 "Quando analisamos o trabalho de tradução das Testemunhas de Jeová", comenta o professor Gerhard Budin, subdiretor do Centre for Translation Studies, University of Vienna, "fica claro que os princípios básicos de tradução, são respeitados. Isso fica evidente na facilidade de ler um texto em vários idiomas na revista A Sentinela, por exemplo, mesmo abordando assuntos que afetam um grande público."

Clive Martin, que supervisiona o Departamento de Programação do MEPS, responsável pelo conteúdo do jw.org, acrescentou: "Um desafio que enfrentamos é como disponibilizar num único site um artigo legível e atraente em centenas de idiomas. Cada idioma tem seu próprio alfabeto e modo de visualização. Por exemplo, dos mil idiomas encontrados no site, 21 são escritos da direita para a esquerda. Além disso, no caso das cem línguas de sinais, nós temos de criar uma página que seja fácil para os surdos navegarem."

Geralmente os sites comerciais não se esforçam muito para providenciar material em idiomas que não dão lucro. Mas para as Testemunhas de Jeová o objetivo é ensinar a mensagem da Bíblia numa linguagem simples a todos os que desejam conhecê-la.

Fonte: 010 - assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias