Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019 - 08:09 (Polícia)

18
Não recomendado para menores de 18 anos

HOMEM É BALEADO EM CASA, FOGE PARA BUSCAR SOCORRO E ACABA SENDO ALVEJADO NOVAMENTE EM PATIO DE EMPRESA

Vítima havia cumprido pena por homicídio, mas era bom funcionário, segundo empresa


Imprimir página

Um homem de 42 anos, identificado como Gilberto Francisco da Silva, agonizou por alguns instantes, antes de morrer dentro do pátio da madeireira onde trabalhava, na avenida Paraná, em Vilhena, no início da noite desta segunda-feira, 14.

Uma funcionaria da empresa deu esclarecimento sobre o que presenciou. Ela disse que estava no banheiro quando o empregado entrou, já baleado. Revelou que, embora tivesse cumprindo pena por homicídio e ter sido liberado do regime de prisão domiciliar há poucos dias, Gilberto era um bom funcionário. Ele trabalhava como motorista na firma.

Testemunhas ouvidas pela polícia relataram que o motorista havia acabado de chegar do serviço, quando dois homens numa moto apareceram em sua casa. Um deles teria lhe atingido com dois tiros.

Na fuga, tentando buscar abrigo na madeireira, Gilberto foi perseguido e alvejado pelo menos quatro vezes. Os dois autores do crime fugiram na moto e não foram localizados pela polícia, que fez diligências em várias regiões da cidade.

Fonte: 015 - folha do Sul Online

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias