Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019 - 08:56 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

GOVERNO DO ESTADO PROMOVE PRIMEIRA EDIÇÃO DO AGROFLORO, ENCONTRO DA CADEIA PRODUTIVA DAS FLORESTAS PLANTADAS DE RONDÔNIA

A realização do primeiro encontro Agrofloro visa a elaboração do mapeamento das melhores áreas para os plantios (baseado no diagnóstico de florestas plantadas de 2018), bem como uma atenção especial aos pequenos produtores rurais,


Imprimir página

Por Yraciara Alves
Fotos: Rinkon Martins

O governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) realizam, no dia 8 de novembro, o Primeiro Encontro da Cadeia Produtiva das Florestas Plantadas de Rondônia (Agrofloro), em Cacoal. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas até o dia do evento.

O secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani e o coordenador de Florestas Plantadas, Ari Valdir Lebkuchen Júnior, que no ato representava a Sedam alinharam, na manhã de quarta-feira (9), juntamente com os técnicos e engenheiros da Seagri, Emater e Idaron, os últimos ajustes para a realização da primeira edição do Agrofloro.

A realização do primeiro encontro Agrofloro visa a elaboração do mapeamento das melhores áreas para os plantios (baseado no diagnóstico de florestas plantadas de 2018), bem como uma atenção especial aos pequenos produtores rurais, que somam mais de 100 mil famílias. O evento é uma parceria entre as secretarias Sedam e Seagri, que permitirá troca de experiências entre consumidores, produtores, empresários e demais envolvidos na cadeia produtiva.

Por meio do mapeamento geográfico será identificado as principais regiões plantadoras de florestas, podendo assim, realizar estudos mais completos afim de sugerir o plantio de espécies florestais mais indicadas para cada região de acordo com sua aptidão. O incentivo ao cultivo de espécies nativas como o Paricá e de exóticas como a Teca e Mogno Africano também serão tópicos debatidos no Agrofloro. “É um dos compromissos assumidos pelo governo de Rondônia criar Políticas Públicas com responsabilidade e respeito aos produtores e empresários do Setor, desde do plantio até o consumidor final”, destaca Ariel Gomes, assessor técnico da Seagri.

O plantio de florestas em Rondônia, começou há pouco mais de 30 anos, e vem atraindo interesse de pequenos, médios e grandes produtores em várias regiões do Estado. Pinus e Eucalipto são as espécies mais cultivadas no Cone Sul do Estado devido à sua fácil adaptação aos solos desta região. Atualmente há 19 mil hectares de Florestas Plantadas em todo o Estado de Rondônia, a meta do governo de Rondônia é aumentar o plantio em mais de 6 mil hectares para os próximos anos, chegando a 25 mil hectares, em todo o Estado. O aumento de áreas plantadas de espécies exóticas, como o Pinus e Eucalipto é mais uma alternativa econômica que alavanca o agronegócio em Rondônia, depois da farta produtividade da pecuária e de grãos, como milho e soja.

AGROFLORO

Os principais objetivos do Agrofloro são:

→ Divulgar a Floresta Plantada como um investimento seguro e rentável;

→ Informar e mostrar o caminho de acesso ao crédito para a cadeia produtiva;

→ Discutir e criar cronograma de cursos para desenvolver e aprimorar a Capacidade Técnica da cadeia produtiva;

→ Definir um conjunto de ferramentas para contribuir com o desenvolvimento da Cadeia de Florestas;

→ Realizar a discussão sobre a produção de Mudas, e sobre a possibilidade de Instalação de Laboratório de tecnologia da madeira.

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias