Sexta-Feira, 25 de Outubro de 2019 - 18:00 (Educação)

L
LIVRE

GOVERNO DE RONDÔNIA PROMOVE CAPACITAÇÃO PARA MERENDEIROS EM PORTO VELHO

Durante a programação do evento foram ministradas palestras com Corpo de Bombeiros, que abordou a prevenção de acidentes na cozinha escolar, cuidados e primeiros socorros durante a manipulação dos alimentos.


Imprimir página

O Governo de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc), realizou na sexta-feira, 25, capacitação para aproximadamente 360 merendeiros das unidades de ensino da rede pública estadual de Porto Velho, Candeias do Jamari e distrito Jaci-Paraná, com o objetivo de repassar informações sobre o manual de boas práticas nas escolas, em conformidade com as normas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Concurso “Merendeiro (a) Nota 10” foi lançado durante o evento

A coordenação do evento informou que além da capacitação esta é uma forma de valorização que o governo está ofertando aos servidores que trabalham com a manipulação de alimentos nas escolas da rede pública estadual em Porto Velho. Durante a programação do evento foram ministradas palestras com Corpo de Bombeiros, que abordou a prevenção de acidentes na cozinha escolar, cuidados e primeiros socorros durante a manipulação dos alimentos.

A nutricionista e coordenadora do curso de Nutrição da Facudade Fimca, Ana Josette falou sobre as doenças que podem ser transmitidas e ocasionadas por alimentos ingeridos, e ressaltou a importância da conscientização e cuidados que um merendeiro dever ter durante a manipulação dos alimentos na cozinha escolar, pois de acordo com a nutricionista qualquer erro pode incorrer em problemas gástricos intestinais podendo ocasionar a morte. “As pessoas costuma pensar que só podem se intoxicar com a comida que acabaram de ingerir, porém alimentos podem demorar até 72 horas no organismo para que a pessoa tenha uma intoxicação alimentar, e as crianças e idosos são mais suscetíveis a estes problemas”, explicou a nutricionista. “Um evento com essa magnitude trazendo informação para os merendeiros é de grande importaância para garantir a qualidade do produto e da merenda oferecida aos alunos” pontuou.

AMOR E CARINHO

Maria de Fátima da Silva de 66 anos que há 35 anos trabalha como merendeira na Escola Estadual Duque de Caxias em Porto Velho, relembra que muitas coisas mudaram durante o tempo em que trabalha na escola, mas o amor e carinho que ela tem em preparar a merenda para os alunos continuam. “Preparo a merenda  como se estivesse preparando para os meus filhos, e é muito gratificante ver que durante todos esses anos muitos deles me reencontram e agradecem pelo cuidado com eles na escola”, disse Fátima.

“Sei que meu trabalho é muito importante para os alunos, pois muitos deles saem de casa se se alimentar e a merenda escolar pode ser a primeira ou única alimentação que alguns deles tenham, por isso procuro fazer com muito cuidado, amor e carinho”, Maria de Fátima da Silva.

Elaine Pereira de 35 anos que também trabalha com manipulação de alimentos na Escola Duque de Caxias há sete, disse que desde que chegou para trabalhar na escola, aprendeu muito com as experiências da colega de trabalho, Maria de Fátima.

Fátima e Elaine se dedicam no trabalho da merenda escolar

“Nós atendemos mais de 300 alunos no período da manhã dentro da escola, e temos muito cuidado ao prepararmos os alimentos para os alunos, pois sabemos que qualquer erro pode ter serias consequências, mas com as informações que aprendemos aqui, vamos aproveitar e incrementar em nosso cotidiano”, expressou.

No decorrer do evento foi lançado um miniconcurso intitulado “Merendeiro (a) Nota 10”, com mostra de vídeos na qual os merendeiros prepararam oito receitas com peixe nas escolas. Os vídeos foram publicados na Fanpage oficial da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc), e será considerado vencedor o vídeo que tiver maior número de compartilhamentos ate às 23h59min de terça-feira dia 29 de outubro.

A Secretária Adjunta Conceição Alves reforçou a importância do trabalho dos merendeiros, lembrando que o dia em que um merendeiro falta, toda escola sente. Conceição reforçou ainda que todos fazem parte do trabalho de gestão governo, “não somos apenas funcionários de uma escola todos nós somos o Governo e estamos aqui para servir”, reforçou.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias