Terça-Feira, 29 de Outubro de 2019 - 01:11 (Esportes)

L
LIVRE

GOLEIRO BRUNO RESCINDE CONTRATO COM POÇOS DE CALDAS

Ausência em amistoso faz presidente cogitar desligamento, mas recua. Advogada do jogador diz que o clube mineiro não honrou os pagamentos


Imprimir página

O goleiro Bruno não tem mais vínculo com o Poços de Caldas, depois de apenas dois meses de contrato assinado. Ao menos é isso que garante a advogada do jogador, Mariana Migliorini. De acordo com ela, o clube mineiro não cumpriu com os pagamentos prometidos e nem sequer disponibilizou o material esportivo para o jogador.

Condenado a 20 anos e 9 meses de prisão pela morte da amante Eliza Samudio – ele cumpre a pena em regime semiaberto em Varginha (MG) –, Bruno conseguiu autorização da Justiça para jogar pelo time da 3ª Divisão de Minas Gerais. Ele chegou a fazer um amistoso em 5 de outubro.

No fim de semana passado, o goleiro Bruno tinha novo compromisso marcado com o Poços de Caldas, mas não compareceu. Irritado, o presidente do time, Paulo César da Silva, afirmou que cogitava a rescisão de contrato, mas recuou e decidiu manter o vínculo, conforme relatou ao Globoesporte.com.

A rescisão, no entanto, foi confirmada pela advogada de Bruno. “A rescisão de contrato aconteceu quando o clube não pagou salário, não forneceu material de trabalho. O clube não tem sequer regularizada sua situação com os antigos sócios, nem com a Federação Mineira. Os atletas estavam em condições deploráveis, pagando para estar no clube”, esclareceu Mariana Migliorini, ao Globoesporte.com.

De acordo com Mariana, o goleiro tem outras propostas e estua qual será o próximo destino. Já o Poços de Caldas informou que irá aguardar o processo de desligamento para se pronunciar.

Aos 34 anos, o goleiro Bruno Fernandes havia assinado contrato com o Poços de Caldas em 27 de agosto deste ano. A intenção era disputar o Campeonato Mineiro da 3ª divisão com o Poços de Caldas.

Fonte: Metrópoles

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias