Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019 - 09:18 (Cidades)

L
LIVRE

FECOMÉRCIO DEFENDE REVITALIZAÇÃO DA AVENIDA CARLOS GOMES HÁ QUASE 5 ANOS

Nesta quarta-feira (16), a Prefeitura de Porto Velho através da Agência de Desenvolvimento em reunião com empresários e entidades representantivas, apresentou o Projeto de Melhoramento da Avenida Carlos Gomes


Imprimir página

A revitalização dos centros comerciais da capital, que inclui melhorias nas avenidas Carlos Gomes, Nações Unidas, Sete de Setembro, Jatuarana e José Amador dos Reis é uma das bandeiras defendidas pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Rondônia – Fecomércio/RO há quase 5 anos.

 

Nesta quarta-feira (16), a Prefeitura de Porto Velho através da Agência de Desenvolvimento em reunião com empresários e entidades representantivas, apresentou o Projeto de Melhoramento da Avenida Carlos Gomes, denominado "Ruas Completas". Na ocasião, o diretor técnico da Agência de Desenvolvimento, Armando Moreira, detalhou que o projeto já é desenvolvido com êxito em outras capitais e possibilitará maior fluxo da população ao comércio com a construção de espaço com acessibilidade a todos, calçadas seguras, limite de velocidade adequado, ciclovias e faixas de ônibus, iluminação, entre outras benfeitorias.

O Presidente em Exercício da Fecomércio, Gladstone Frota, parabenizou a Prefeitura de Porto Velho. "Estamos felizes em ver mais este avanço para a melhoria da Carlos Gomes que é uma das principais vias comerciais da nossa capital. Parabenizamos ao prefeito Hildon Chaves e a Agência de Desenvolvimento pela iniciativa de buscar dialogar junto aos empresários e trazer de fato uma solução para essa demanda antiga da Fecomércio. Estaremos acompanhando os próximos passos, intermediando junto aos empresários até a conclusão do projeto", afirmou.

A reunião contou com a presença do Conselheiro da Fecomércio e presidente do Sindilojas, Antônio Ribeiro, secretários da Semtran Nilton Kisner e de Integração, Álvaro Mendonça, além de empresários e comerciantes da região central.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias