Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019 - 08:50 (Polícia)

16
Não recomendado para menores de 16 anos

EX-PRESIDIÁRIO É PRESO SUSPEITO DE TER ABUSADO DE CRIANÇA DE QUATRO ANOS NO INTERIOR DE RO

O suspeito, identificado como Leandro A. A. D. de 37 anos, estava foragido desde o dia que foi flagrado.


Imprimir página

Durante toda a manhã desta terça-feira, dia 19, a Polícia Militar, através das Guarnições de Rádio Patrulha, em Ji-Paraná, se empenhou para prender um ex-presidiário que foi acusado pela própria esposa de ter aliciado uma criança de apenas 04 anos de idade.

O suspeito, identificado como Leandro A. A. D. de 37 anos, estava foragido desde o dia que foi flagrado mostrando as partes íntimas para a criança e foi preso escondido em um barraco improvisado, nas margens do Rio Machado, próximo ao Teatro Dominguinhos, no 1º Distrito de Ji-Paraná.

Ao ser preso, Leandro que já foi condenado por Estupro no ano de 2009, negou as acusações.

Depois de ser ouvido pela Delegada Plantonista, Dra Renata Stella, o suspeito foi levado para o Presídio Central, onde deverá permanecer à disposição da justiça.

MANDOU CRIANÇA PEGAR EM SUAS GENITÁLIAS

O crime aconteceu na última sexta-feira, dia 15, na casa do suspeito, localizada na Rua Cedro, no bairro Jorge Teixeira. De acordo com o boletim policial, o suspeito estava em sua residência, juntamente com a enteada de 09 anos, a esposa e a sobrinha de sua esposa, uma criança de apenas 04 anos de idade.

A esposa de Leandro estava no quarto com a filha quando ela pediu para a criança ir até a sala buscar algo. Quando a criança voltou, a mãe percebeu que ela estava assustada e ao perguntar o que aconteceu, a menina acabou confessando que havia visto o padrasto com o short abaixado e segurando a mão da bebê em suas partes íntimas.

Imediatamente, a esposa correu para a sala e indagou Leandro sobre a situação. Ele negou veemente e falou que a enteada estava mentindo.

Desconfiada da conversa do marido, a mulher começou a fazer perguntas para a criança, o qual confirmou toda a situação. Neste momento, a enteada também começou a falar que já havia presenciado o padrasto diversas vezes fazendo carícias nas partes íntimas de sua prima, mas ele sempre a ameaçava caso contasse a alguém.

No meio da discussão, a mãe da bebê apareceu na casa e ao saber da história ligou para a polícia. Neste momento, o suspeito correu para o quarto e pulou a janela, desaparecendo.

O caso acabou causando grande repercussão nas redes sociais e com a ajuda da população, o suspeito foi preso.

Fonte: 015 - comando190

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias