Terça-Feira, 05 de Novembro de 2019 - 09:09 (Cidades)

L
LIVRE

EM TRABALHO INÉDITO, FUNDAÇÃO CULTURAL INICIA VISITA EM TODAS AS ALDEIAS INDÍGENAS DE VILHENA PARA REGISTRO FOTOGRÁFICO DA ARTE E CULTURA DE POVOS LOCAIS

Projeto visa a difusão do artesanato indígena e sua integração nos espaços urbanos da cidade


Imprimir página

Pela primeira vez a Prefeitura de Vilhena irá percorrer todas as aldeias indígenas de Vilhena com o intuito de registrar a produção de Arte e Cultura dos povos locais. As visitas começaram na última semana e fazem parte de um projeto que vai se estender por vários meses a fim de valorizar o artesanato dos índios, conforme acordado entre o prefeito Eduardo Japonês, os representantes das etnias e o Ministério Público Federal (MPF), que recomendou ação neste sentido.

O projeto é liderado pela Fundação Cultural de Vilhena (FCV) com apoio da Secretaria Municipal de Comunicação, que criou a página online "Artesanato Indígena Vilhena". O início do projeto aconteceu no dia 24 de outubro com visita às aldeias Sowintê e Capitão Quina. A coordenadora municipal de artesanato, Hurby Santos, da FCV, se deslocou até as duas comunidades com apoio da Funai (Fundação Nacional do Índio) e o assessor administrativo da Secretaria Municipal de Comunicação, Gustavo França.

"Neste primeiro deslocamento, conseguimos cadastrar sete artesãos indígenas e fazer muitos registros, além de coletar muita informação. Vamos visitar em breve mais duas aldeias a Mamaindê e a Aroeira", garante.

De acordo com a presidente da Fundação Cultural de Vilhena, Katia Valléria, a iniciativa é importante para o resgate da importância dos primeiros povos da região. "Eles moram aqui há milhares de anos e nós somos estamos há pouco tempo aqui. A Cultura milenar que muitos dessas tribos mantém é riquíssima e seu artesanato demonstra isso através das formas, cores e sons", revela.

O secretário municipal de Comunicação, Jovino Lobaz, lembra o papel da Semcom em também atender a comunidade. "A Secretaria de Comunicação, além de divulgar as ações da Prefeitura, colabora com o município em vários projetos que envolvem fotografia, design, vídeo e registro em texto ou áudio. Esse projeto é algo que vamos nos envolver com afinco e que vai trazer resultados importantes para nossa identificação com a região de Vilhena, historicamente habitada por vários povos indígenas", completa.

Artesãos das aldeias cederam peças de seus artesanatos para serem expostos em um espaço dedicado na FCV além de serem exibidos nas feiras de artesanato municipais promovidas pela FCV. Para mais informações, acesse a página "Artesanato Indígena Vilhena" pelo link.

A ação foi acordada em agosto deste ano durante audiência pública no auditório da Prefeitura, realizada pelo MPF, com presença de várias autoridades e representantes de etnias que habitam a área de atuação da Funai de Vilhena, que inclui aldeias a até 100 quilômetros de distância.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias