Terça-Feira, 05 de Novembro de 2019 - 11:57 (Política)

L
LIVRE

DR NEIDSON DENÚNCIA OPERAÇÕES EM PORTOS CLANDESTINOS EM GUAJARÁ-MIRIM

Denúncia foi apresentada durante reunião na Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa


Imprimir página

A Comissão de Segurança Pública se reuniu na manhã desta terça-feira (05), no plenarinho 02, sob a presidência do deputado Anderson Pereira (Pros), com as presenças dos deputados Aélcio da TV (PP), Dr. Neidson (PMN), José Lebrão (MDB) e Chiquinho da Emater (PSB).

Dr. Neidson apresentou à Comissão a denúncia de operações em portos clandestinos em Guajará-Mirim, na fronteira com a Bolívia. "Em plena área urbana, há portos clandestinos, onde circulam pessoas, inclusive menores para prostituição, travessia de produtos sem nenhuma fiscalização, entre outras situações que nos preocupam", relatou Neidson.

O parlamentar disse que havia recebido essa denúncia de mototaxistas, taxistas e navegantes, relatando a existência dos portos clandestinos e decidiu ir verificar essas operações. "E basta uma rápida ida às margens do rio Guaporé que vamos constatar as denúncias. Chama a atenção de que a Receita Federal, o Exército, a Marinha, a Polícia Federal, só fiscalizam os que passam pelo porto oficial. Ou seja, quem está ilegal, não é incomodado. Bolivianos dirigem carros ilegais, sem habilitação e ninguém faz nada. Mas, as blitzes contra os motoristas brasileiros são constantes. Temos que tomar alguma medida. Eles inclusive usam barcos e rotas fluviais proibidas, sem nenhum tipo de fiscalização", acrescentou.

O presidente da Comissão de Segurança disse que a situação é preocupante. "Não podemos permitir esse absurdo, na nossa cara, e ninguém fazer nada. Vamos aprovar o convite para representantes das instituições federais virem a esta Comissão, para tratar do assunto", completou Anderson.

Fonte: 015 - ALE/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias