Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019 - 11:45 (Saude)

L
LIVRE

DR MELODIA USA A MÚSICA COMO 'REMÉDIO' EM VISITA AO PRONTO SOCORRO JOÃO PAULO II E CEMETRON, EM PORTO VELHO

Vilson Fernandes, que veio do município de Cabixi, está internado no João Paulo há mais de uma semana, e ficou encantado com a apresentação do Dr. Melodia.


Imprimir página

O Dr. Melodia, personagem criado pelo musicoterapeuta, cantor e compositor baiano Alan Cruz, visitou o Pronto Socorro João Paulo II e o Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron) na ultima sexta-feira (15), e surpreendeu os pacientes quando entrou nas unidades cantando, logo na entrada, vários acompanhantes que aguardavam para visita se emocionaram.

Vilson Fernandes, que veio do município de Cabixi, está internado no João Paulo há mais de uma semana, e ficou encantado com a apresentação do Dr. Melodia. “Quando ouvi a música chegando cada vez mais perto, me levantei, senti uma sensação boa, me senti mais leve. É uma injeção que recebemos de alegria e carinho, eu gostei muito dessa visita”, disse o paciente.

Vilson Fernandes

Jonathan Mendonça, 34 anos, é cadeirante e se emocionou com a apresentação do Dr. Melodia, ele que também é musico, parabenizou a atitude tão nobre de Alan Cruz. “Um lugar triste, que é um leito de hospital, receber uma pessoa alegre e cantando é maravilhoso, fiquei muito feliz”, disse o rapaz.

O projeto Remédio Musical nasceu da vontade do musicoterapeuta, cantor, compositor e entusiasta do trabalho voluntário Doutor Melodia, Alan Cruz, de reunir amigos, músicos profissionais e amadores interessados em doar seu talento a uma ação beneficente, no intuito de oferecer um atendimento cada vez mais humanizado.

Com a missão de usar a música como Remédio na vida das pessoas, os voluntários cantam e encantam a todos por onde passam.

Jonathan Mendonça, 34 anos.

“Eu sempre fui ajudado, sempre tive voluntários para colaborar com minha vida. Além de viver de música, eu decidi levá-la para as pessoas de uma forma diferente, e a música tem esse poder de acessar as pessoas, como remédio para vida delas. Já visitei 21 estados e até março pretendo chegar aos 26”, disse o Dr. Melodia.

Há 11 anos fazendo esse trabalho, o Dr. Melodia afirma que é uma troca. “Você leva, mas recebemos em dobro a energia, os vários obrigados, abraços de agradecimento. É um momento mágico, sempre saio com vontade de voltar”, afirmou.

Texto: Sângela Oliveira

Fotos: Ítalo Ricardo

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias