Terça-Feira, 05 de Novembro de 2019 - 10:10 (Colaboradores)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

DELEGADO DA DRACO 2 CHAMOU PREFEITA DE RAPARIGA E VAGABUNDA

Três delegados da Draco 2 foram afastados pelo diretor geral da Polícia Civil!


Imprimir página

Por Alessandro Lubiana

Parece não haver limites para os abusos cometidos por alguns delegados da Draco 2 em Rondônia. Um deles já acusou o presidente do Tribunal de Justiça de ter recebido dinheiro de um ex-deputado estadual. Pior, em conversa com outro delegado desrespeitou o presidente do Tribunal de Justiça o chamando de “Maluco”. Nada foi provado contra o desembargador e por enquanto tudo não passa de acusações de um delegado da Draco 2.

Mas nesta semana este jornalista recebeu um dossiê, contendo diversas barbaridades. Desde ameaças a empresários até xingamentos dos mais repugnantes contra mulher e autoridade. A vítima ao que tudo indica é a prefeita de Cacoal, Glaucione Rodrigues (MDB).

Tivemos acesso a uma conversa no grupo de delegados e agentes da Draco 2. O nome do grupo é DRACO 02 – EQUIPE. As conversas ocorrem por meio do WhatsApp.

Dr. Roberto diz:

“Já já mando o resumo da prefeita rapariga e vagabunda. ”

Uma pessoa identificada no grupo como Epc Afonso diz:

“Você é administrador da página Cacoal da Depressão? ”

E segue:

“Pra que esse ódio Querido”

O que chama atenção e nos causa repúdio é que a cidadã Glaucione esteve na sede Draco 2 para tomar informações a respeito de inquérito em  que ela figura como vítima.

O Dr. Roberto continua:

“Manda ela procurar uma lavagem de roupa, tá sem o que fazer. ”

Uma terceira pessoa aparece na conversa. No grupo é identificado como Felipe Depol.

“e mete a mão na cara dela e fala que foi o Roberto que mandou... e mandou ela tampar os buracos da cidade. ”

A quarta pessoa entra na conversa. No grupo é identificado como Dr. Fred.

“Tem pouco buraco para tampar em Cacoal. ”

E o Dr. Roberto fecha a conversa.

“Uma infeliz dessas.”

Tudo indica que a equipe da Draco 2 preparava uma operação na prefeitura de Cacoal. Em um áudio que tive acesso, atribuído ao delegado Júlio Cezar, deixa isso nas entrelinhas que poderiam colocar uma escuta no esposo da prefeita Glaucione.

Ouça o áudio.

Essas conversas fazem parte de um dossiê que este jornalista recebeu de uma fonte sigilosa. Em outra matéria vamos revelar as intenções de membros da Draco 2 em chantagear ou buscar perseguir um empresário.

Cumpre esclarecer ainda nesta coluna, que este jornalista recebeu fotos de nudes de um ex-deputado estadual, de uma cidade do interior. Como isso não é relevante não será publicado. A não ser que o fato configure um assédio sexual contra servidoras deste importante município rondoniense.

Vale destacar que o desmedido apetite sexual do ex-deputado poderá inviabilizar qualquer que seja a pretensão futura do seu grupo político. Isso porque a nova política exige novas práticas de vida e de comportamento. Se tem família, deve seguir os preceitos da família. Se está na igreja, deve seguir os preceitos da igreja. Mas, se quer levar a vida livre e solto, avise a esposa e filhos, avise ao seu pastor e siga seu caminho. As imagens recebidas pela nossa reportagem estão preservadas....

Fonte: Alessandro Lubiana - NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias