Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019 - 16:35 (Polícia)

16
Não recomendado para menores de 16 anos

APÓS ESTUPRO DA FILHA, MULHER REVELA TER SIDO AGREDIDA PELO MARIDO

Garota de 11 anos foi violentada pelo próprio pai no último domingo (10) quando mãe e irmãos estavam na igreja


Imprimir página

Goiás - Um homem de 35 anos que já cumpre pena por estupro foi autuado em flagrante pelo mesmo crime após ser denunciado pela esposa e pela filha de apenas 11 anos. Na delegacia, a mãe da garota contou que só voltou a se relacionar com o homem, que em 2013 já havia estuprado um enteado, após ser agredida e ameaçada por ele.

O estupro contra a menor de 11 anos, segundo a denúncia feita pela própria garota, aconteceu na noite do último domingo (10), quando a mãe dela e outros dois irmãos foram para a igreja. Ao ser preso ainda em flagrante no momento em que cumpria pena no regime semiaberto, o pai da menina confessou o crime.

De acordo com o que apurou a equipe da delegada Ana Elisa Borges, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Goiânia (DPCA), a mulher, que possui outro filho de apenas três anos com o condenado, voltou a morar junto com ele em julho passado. “Ele progrediu para o regime semiaberto em abril e pouco tempo depois os dois voltaram a morar juntos, mas, segundo nos relatou agora a mulher, esse convívio só voltou a acontecer após ele ter agredido e ameaçado ela”, descreveu a delegada.

O nome e a imagem do condenado não foram divulgados para que a criança abusada não seja identificada. Além da condenação por estuprar o enteado, que na época tinha apenas 11 anos, ele responde a outros dois processos pelo mesmo crime, que teriam sido praticados, também em 2013, contra uma sobrinha e um sobrinho dele.

Autuado novamente por estupro de vulnerável, com o agravante do crime ter sido cometido contra a própria filha, o pai da menina, se condenado, pode passar de 12 a 22 anos na cadeia.

Fonte: 015 - emaisgoias

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias