Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019 - 11:25 (Saude)

L
LIVRE

AGEVISA REALIZA PIT STOP EM COMBATE À TUBERCULOSE E AO CÂNCER DE PRÓSTATA

A ação educativa iniciou pela Avenidas Calama e Rio Madeira com distribuição de material educativo


Imprimir página

A ação educativa, pit stop, iniciou na segunda-feira (18) e acontece durante toda a semana nas principais avenidas da capital.

As equipes são formadas por servidores da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), acadêmicos da Universidade Federal de Rondônia e profissionais da saúde pública, uma parceria entre os municípios e o Estado para combater a tuberculose, doença infectocontagiosa que, se não tratada, pode levar à morte.

“Dia 17 de novembro é o Dia Nacional de Combate a Tuberculose, e a Agevisa, em parceria com os municípios, está fazendo esse pit stop educativo para conscientizar a população e informar sobre as doenças e como preveni-las”,destacou a coordenadora estadual de combate à tuberculose, Nilda de Oliveira.

Segundo Nilda, o número de notificações da doença no estado aumentou graças as campanhas de conscientização sobre a doença. “Quanto mais divulgamos o que é a doença e como tratá-la, mais pessoas são informadas e procuram as unidades de saúde”, acrescentou a coordenadora.

A enfermeira Rafaele Bonfim faz parte de um grupo de estudos em tuberculose, e afirma que várias pesquisas são realizadas em Rondônia, uma delas aborda o número grande de pessoas que abandonam o tratamento e acabam contagiando outras pessoas, já que o contágio ocorre em sua maioria pelo ar, através de tosse ou espirros.

“A educação em saúde não se faz apenas dentro de uma sala, ou setor de saúde, ela se faz também nas ruas. Nós precisamos chegar ao maior número de pessoas, e um trabalho como este é muito importante, já que nos propicia alcançar uma grande diversidade de pessoas”, ressaltou.

Outro dado apontado é que a doença está mais presente em homens, cerca de 70% dos casos de notificações são em pacientes do sexo masculino, em muitos casos porque deixam de lado os cuidados com a saúde.

O jovem Edenilson do Espirito Santo ficou surpreso com o dado, e diz que agora vai prestar mais atenção na saúde.

“Eu já ouvi falar da tuberculose, mas não sabia muito sobre tratamento e como se pegava ela. Agora tô bem mais informado e atento”, explicou o jovem autônomo.

NOVEMBRO AZUL

Assim como ele, o Francisco Oliveira também ficou informado sobre a tuberculose e o Novembro Azul, movimento mundial que busca alertar, conscientizar e prevenir o câncer de próstata, muito comum em homens. Ele explica que é importante cuidar da saúde, e mais ainda de deixar o preconceito de lado.

“Hoje a tecnologia está bastante avançada, e nós, como homens, temos que dar mais importância à saúde. A mulher sempre me cobra e eu tenho feito meus exames de rotina. Já fiz minha prevenção ao câncer de próstata, é algo simples, faz o PSA e o exame já acusa se tem alguma coisa errada ou não, o importante é ter saúde” afirmou Francisco.

A ideia é juntar as duas campanhas: Combate à Tuberculose e ao câncer de próstata para alertar um maior número de pessoas e otimizar nossas ações. “É um mês totalmente voltado à conscientização”, finalizou a coordenadora, Nilda Oliveira.

Texto: Anayr Celina

Fotos: Frank Nery

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias