TERÇA-FEIRA, 16/04/2024

A ilegalidade da cobrança de adicional dos riscos ambientais do trabalho (RAT)

Ato da Receita Federal, o que revela não só a violação ao princípio da legalidade, como também o descumprimento literal da tese fixada pela Corte guardiã da Constituição Federal.

Publicado em 

A ilegalidade da cobrança de adicional dos riscos ambientais do trabalho (RAT) - News Rondônia

Por Gabriela Romão – Imprensa

Nos últimos tempos, as empresas têm sido fortemente autuadas pela Receita Federal com a exigência de recolherem a contribuição adicional aos Riscos Ambientais do Trabalho (RAT), que incide sobre o valor da remuneração do trabalhador, podendo variar entre 6%, 9% ou 12% e destina-se ao custeio da aposentadoria especial, de que trata o artigo 57, § 6º, da Lei nº 8.213/1991.

A ilegalidade da cobrança de adicional dos riscos ambientais do trabalho (RAT) - News Rondônia

Foto – Gabriela Romão – Imprensa

Essas autuações estão embasadas no Ato Declaratório Interpretativo RFB nº 02/2019, editado em 23 de setembro de 2019, no qual está estipulado que mesmo que a empresa adote medidas de proteção coletiva ou individual que reduzam a exposição do trabalhador a níveis legais de tolerância, a contribuição adicional é devida pela empresa quando não puder ser afastada a concessão da aposentadoria especial.

O fundamento para a expedição dessa espécie de ato pode ser encontrado no artigo 100, inciso I, do Código Tributário Nacional, que considera os atos normativos expedidos pelas autoridades administrativas como normas complementares de leis, tratados e convenções internacionais em matéria tributária.

Ocorre que o parágrafo único do mencionado dispositivo deixa claro que o objetivo principal da referida disposição é excluir a aplicação de penalidades, juros de mora e atualização monetária quando o contribuinte observar tais normas. A previsão decorre do princípio da proteção da confiança aplicável à Administração Pública, em prestígio à boa-fé do contribuinte e à segurança jurídica.

Não há no artigo 100 do CTN qualquer autorização para se criar novas obrigações ou instituir tributos, o que esbarraria no princípio da legalidade tributária, que encontra expressão no artigo 150, inciso I, da Constituição Federal, como se vê:

Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

I –  exigir ou aumentar tributo sem lei que o estabeleça; (grifou-se)

Ao contrário do determinado pela legislação, no entanto, verifica-se que o Ato Declaratório Interpretativo RFB nº 02/2019 não tem por objetivo aclarar qualquer disposição legal tributária, mas sim instituir uma nova hipótese de incidência tributária à margem da Lei e calcado numa interpretação equivocada – para dizer o mínimo – de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em sede de repercussão geral no ARE 590415/SC.

Na verdade, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) é diametralmente oposta a declaração simplista e com fim meramente arrecadatório do

Ato da Receita Federal, o que revela não só a violação ao princípio da legalidade, como também o descumprimento literal da tese fixada pela Corte guardiã da Constituição Federal.

Como bem explicitou o STF, o direito à aposentadoria especial pressupõe a efetiva exposição do trabalhador a agente nocivo à saúde. Logo, se foram adotadas pela empresa as medidas necessárias para reduzir ou neutralizar a exposição do trabalhador a níveis legais de tolerância, não há que se falar  em concessão de aposentadoria especial ao segurado ou, tampouco,  em obrigação da empresa quanto ao recolhimento do  adicional ao RAT.

Mas, contrariando a lei e a decisão do STF,  afirma-se no Ato Declaratório  que, mesmo havendo a redução ou neutralização da exposição, se “não puder ser afastada a concessão da aposentadoria especial”, é devido pela empresa o adicional para o custeio dessa espécie de aposentadoria.

 É evidente, contudo, que, se há a neutralização da exposição e, ainda assim, o Poder Público decidiu conceder o benefício (administrativamente ou judicialmente), o que há é um erro na concessão desse benefício, o que deve ser reparado. Ora, não há dúvida, de que o adicional ao RAT tem como fato gerador o dano eventualmente causado ao trabalhador pelo ambiente de trabalho insalubre, onde não foram adotadas as medidas necessárias à sua mitigação. É financiamento de indenização pelo risco de incapacidade laborativa.  Não uma nova forma de custeio da aposentadoria especi al, como pretende a RFB.

E ainda, não se pode perder de vista que o processo de concessão do benefício previdenciário é um processo completamente distinto do processo administrativo fiscal, e que não conta com nenhuma participação ou intervenção da empresa. Dessa forma, o que propõe o referido Ato Declaratório é que um erro da Administração Pública em um processo do qual a empresa não participou tenha seus efeitos estendidos para um processo de constituição de um crédito tributário em seu desfavor. Nada mais absurdo.

A hipótese de incidência do referido adicional – repita-se – consiste na exposição do trabalhador a ruído acima dos limites legais de tolerância, o que precisa devidamente ser demonstrado pelo Fisco, não sendo suficiente para isso a mera comprovação de deferimento de benefício em processo que não possui natureza fiscal ou mesmo sua concessão em processo judicial.

Tal elemento constituí, na melhor das hipóteses, prova emprestada que deve ser devidamente submetida ao contraditório para que possa ter validade. Nesse sentido, o artigo 30 do Decreto nº 70.235/72 (que regulamenta o processo administrativo fiscal) dispõe expressamente que laudos ou pareceres de órgãos federais podem ser utilizados, salvo se comprovada a sua improcedência.

Na hipótese em apreço, diversamente do que está determinado no Decreto, prevalece a cobrança do adicional na hipótese de deferimento “ainda que haja adoção de medidas de proteção coletiva ou individual que neutralizem ou reduzam o grau de exposição do trabalhador a níveis legais de tolerância”. Em outras palavras, busca fixar uma presunção absoluta de validade da prova emprestada. Nada mais ilegal.

O entendimento expresso no Ato Declaratório Interpretativo RFB nº 02/2019 contraria ainda o artigo 232, § 2º, da IN RFB nº 2110/2022, que deixa claro que não será devida contribuição adicional quando houver a adoção de medidas de proteção que neutralizem ou reduzam o grau de exposição do trabalhador a níveis legais de tolerância.

Conforme está consignado na primeira parte do artigo 1º do Ato Declaratório, verifica-se a hipótese em que foram adotadas as medidas necessárias para neutralização ou redução da exposição do trabalhador a níveis legais. Nesse caso, a única interpretação possível é a não ocorrência do fato gerador. Tudo que destoe dessa conclusão não passa de puro excesso de exação.

É essencial que as empresas se defendam dessa pretensão da RFB, de criar novo tributo por Ato Declaratório Interpretativo, sempre demonstrando que adotam as medidas eficientes para mitigar o risco ambiental do trabalho, observando o arcabouço normativo, cuja finalidade é proteger o trabalhador e não arranjar meios para custear os erros da Administração Pública na concessão da aposentadoria especial.

 Ana Paula Oriola de Raeffray – advogada, sócia do escritório Raeffray Brugioni. Doutora em Direito pela PUC-SP. Vice-presidente do Instituto de Previdência Complementar e Saúde Suplementar – IPCOM. Membro e Diretora Científica da Academia Brasileira de Direito da Seguridade Social. Membro Titular da Câmara de Recursos da Previdência Complementar – CRPC.

Franco Mauro Russo Brugioni – advogado, sócio do escritório Raeffray Brugioni. MBA em Gestão e Business Law pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Relator Vice-Presidente da Terceira Turma Disciplinar do Tribunal de Ética Disciplinar da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção São Paulo.

Publicidade

NEWS QUE VOCÊ VAI QUERER LER

Centrais sindicais anunciam celebração do dia 1º de maio unificada

Centrais sindicais anunciam celebração do dia 1º de maio unificada

Sindicalistas esperam reunir 50 mil pessoas no evento
L

Guaporé vidros – blindex – apoia a realização do 2º CEARO de Rondônia

Segundo Oscar Garcia, a equipe da BLINDEX é dedicada e não apenas oferece produtos de qualidade impecável, mas também um atendimento ao cliente excepcional.
L

Júri decide pela condenação do acusado de matar Ari Uru-Eu-Wau-Wau

Sentença de 18 anos de reclusão incialmente será em regime fechado.
L

Inscrições para o 33º Torneio do Trabalhador vão até dia 22; evento será no dia 28 de abril no Estádio Leal Chapelão

Neste ano, o evento que já é tradição no município, acontecerá no dia 28 de abril a partir das 7h30 no Estádio Municipal Leal Chapelão.
L
Cursos superiores EAD SENAI-RO formam profissionais para o mundo, disse gerente de Educação

Cursos superiores EAD SENAI-RO formam profissionais para o mundo, disse gerente de Educação

Os cursos ofertados são pagos e por ser à distância, têm um valor em conta.
L
Publicidade

DESTAQUES NEWS

Promoção Magia Sob a Lona: Ingressos para o espetáculo do Le Petit Cirque

Promoção Magia Sob a Lona: Ingressos para o espetáculo do Le Petit Cirque
L

Promoção imperdível: News Rondônia e Cine Araújo te levam ao cinema

Participe da promoção e ganhe ingresso para assistir aos filmes em cartaz no melhor cinema da cidade.
L

O teatro vai à escola segue com agenda aberta

Além da Escola Maria de Nazaré, a Cia já se apresentou na Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundametal Guadalupe, EMEIEF Tucumã e EMEI Meu Pequeno Jones (sede).
L

Programa Agenda News entrevista: Reisso Soeiro

Renata Camurça entrevista Reisso Soeiro, presidente do Projeto Solidário Jogo das Cachorras.
L

Greve da UNIR provoca preocupação entre discentes

Deflagração geral implica ainda na adesão de todos os cursos.
L
Publicidade

EMPREGOS E CONCURSOS

Prefeitura de Porto Velho convoca mais um grupo de profissionais de saúde aprovados em processo seletivo

Candidatos têm 15 dias para apresentar documentação na Divisão de Atendimento ao Servidor
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet.
L
Vagas de Emprego

Rhesultados Consultoria abre vaga para Comprador Agropecuário em Porto Velho

A vaga, publicada em 12 de abril de 2024, oferece regime de tempo integral e um salário mensal de R$ 2.000,00, além de benefícios como plano odontológico e outros.
L
Vaga de Empregos

PB Serviços abre vaga para Lavador(a) de Carros em Porto Velho

A oportunidade, publicada em 12 de abril de 2024, oferece regime de tempo integral e promete um ambiente de trabalho dinâmico e desafiador.
L
VAGAS DE EMPREGO: confira as vagas ofertadas pelo Sine Municipal Porto Velho

M. A. Engenharia abre vaga para Mecânico de Refrigeração em Porto Velho

A vaga, publicada em 10 de abril de 2024, oferece tempo integral e promete um ambiente de trabalho desafiador e dinâmico.
L
Publicidade

POLÍTICA

Alex Redano acompanhará audiência pública na Estação Ecológica Soldados da Borracha

Evento ocorrerá na quarta-feira (17) na quadra poliesportiva ao lado da Feira Municipal de Cujubim.
L

Alex Redano destina R$ 300 mil para recuperação de estradas vicinais em Nova União

Recurso vai assegurar o patrolamento e cascalhamento das estradas na região.
L

Edevaldo Neves propõe instalação de redutores de velocidade e sinalização na Estrada da Penal

Proposta do parlamentar visa garantir a segurança no trânsito e proteger a integridade física dos condutores de veículos automotores, ciclistas e pedestres que transitam pela via.
L

Dra. Taíssa solicita à Seduc a inclusão de prontuário médico em escolas estaduais

Pedido visa garantir assistência emergencial aos estudantes.
L
Cláudia de Jesus entrega implementos agrícolas em Espigão do Oeste

Cláudia de Jesus entrega implementos agrícolas em Espigão do Oeste

Recursos são de emenda parlamentar de 2023.
L
Publicidade

POLÍCIA

ACUDA: Reeducando ‘ator’ é flagrado com cocaína quando voltava para presídio em Porto Velho

Durante revista na chegada ao presídio, o apenado foi flagrado com várias porções de cocaína na boca.
10

URGENTE: Homem tem perna dilacerada em atropelamento por ônibus na BR-319

A vítima foi socorrida na carroceria de um veículo particular até o Hospital João Paulo II.
14

ATUALIZADA: Dupla é flagrada com drogas após ser atacada a tiros na zona leste

O suspeito baleado foi socorrido pelo Samu ao Hospital João Paulo II e depois de receber atendimento será apresentado na Central de Flagrantes junto com o outro indivíduo.
14
polícia

Funcionária de colégio é encontrada morta na zona rural de Nova Brasilândia D’Oeste

Julia foi encontrada morta no local, com muito sangue na região da cabeça e uma mancha roxa no rosto, como se tivesse levado uma pancada na região da nuca.
18
Morador morre carbonizado durante incêndio em residência

Morador morre carbonizado durante incêndio em residência

Após uma inspeção do local pelos bombeiros, vestígios de uma ossada humana foram descobertos, posteriormente identificados como sendo de Geraldo.
18
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brasil monitora impacto do conflito Irã x Israel no preço do petróleo

Brasil monitora impacto do conflito Irã x Israel no preço do petróleo

MME criou grupo de trabalho para acompanhar o assunto
L
União pagou R$ 590,8 milhões de dívidas de estados em março

União pagou R$ 590,8 milhões de dívidas de estados em março

Dados foram divulgados nesta segunda pelo Tesouro Nacional
L

Gabriel Lopes: Brasileiro Brilha no Cenário Internacional da Educação

Atuando como representante da International Organization for Educational Development (IOED) junto às Nações Unidas, Lopes simboliza a influência e o comprometimento do Brasil na construção de uma educação global mais inclusiva e eficiente.
L

Recebimento da Licença Ambiental: O SAPEKA CONVENIÊNCIA LTDA

Licença ambiental por declaração n° Nº 78 SOL/DLA
L
Alunos da Escola Elza Maria Fabris recebem atendimento médico através do programa Aprender com Saúde

Alunos da Escola Elza Maria Fabris recebem atendimento médico através do programa Aprender com Saúde

Durante a ação foram ofertados diversos atendimentos como: consulta de enfermagem avaliação odontológica, avaliação nutricional, teste de acuidade visual.
L
Associação defende revogação de medida que afastou juízes federais

Associação defende revogação de medida que afastou juízes federais

Ajufe diz que decisão só poderia ser tomada pelo plenário do CNJ
L
Greve se alastra pelo país: professores e servidores reivindicam melhorias

Greve se alastra pelo país: professores e servidores reivindicam melhorias

Instituições de ensino superior e tecnológico em todo o Brasil aderem ao movimento por reestruturação de carreira e aumento salarial.
L
Laços e Conflitos em Família é Tudo

Laços e Conflitos em Família é Tudo

Emoções e Estratégias na Trama Familiar
L
Brasil condena qualquer ato de violência, diz chanceler sobre Irã

Brasil condena qualquer ato de violência, diz chanceler sobre Irã

Vieira foi questionado sobre posicionamento quanto ao ataque a Israel
L