ZIZI CONTINUA É INTERNADO NA UTI DO 9 DE JULHO - News Rondônia Há duas semanas, ele teria sido sofrido um princípio de pneumonia que o levou, igualmente, à internação no mesmo hospital, que agora.

Porto Velho,

Terça-Feira , 16 de Dezembro de 2014 - 08:55 - Colaboradores


 


ZIZI CONTINUA É INTERNADO NA UTI DO 9 DE JULHO

Há duas semanas, ele teria sido sofrido um princípio de pneumonia que o levou, igualmente, à internação no mesmo hospital, que agora.

ImprimirImprimir página

Porto Velho\RONDÔNIA – Continua internado na Unidade de Tratamento Intensiva [UTI] do Hospital 9 de Julho, Alcimar Francisco Casal [O ZIZI], o mais antigo  concessionário ainda vivo do Mercado Cultural desta Capital.

ZIZI sofreu uma parada cardíaca nesta segunda-feira [15] e foi levado às pressas ao hospital. Porém, o tempo de 20 minutos, perdidos entre o deslocamento da unidade de resgate do SAMU e o local onde ocorreu o caso, segundo especialistas médicos, ‘pode ter complicado o estado de saúde do paciente’.

Há duas semanas, ele teria sido sofrido um princípio de pneumonia que o levou, igualmente, à internação no mesmo hospital, que agora. Mas passou por observação médica e voltou ao convívio da família, normalmente.

Segundo disseram familiares a este site de notícias, ‘ZIZI há tempo vem apresentando um estado preocupante em função da idade avançada’. Contudo, ele não se cansa de trabalhar e durante mais de cinco décadas, ‘sua alegria é está atendendo no balcão, os amigos e os visitantes do Mercado’.

Alcimar Francisco Casal nasceu na cidade do Careiro da Várzea, no vizinho estado do Amazonas, em 17 de Janeiro de 1932, conforme relatos de um historiador acreditado na Academia Letras de Rondônia, que não quis ter a identidade revelada por razões óbvias.

UM POUCO DA HISTÓRIA - Em 1959, ele a família migraram para a cidade de Porto Velho em plena vigência do Território Federal do Guaporé, quando, depois de muitas lutas, conseguiu permissão para trabalhar no antigo Mercado Central, em frente à Praça Getúlio Vargas, com o que mais sabia fazer, ‘vender salgados [concrete, saltenha, bolos, migaus], suco de frutas’, cuja especialidade é a venda de sucos de caju, maracujá e cupuaçu, além de frios e gelados durante a semana.  

Depois de algumas lutas inglórias, revela o historiador rondoniense, ele saiu em busca por novas oportunidades. Depois de aportar por aqui, como as coisas não iam muito bem, tentou voos mais altos indo à Bolívia e, outra vez, retornou à cidade, onde se instalou em definitivo no hoje Mercado Cultural – palco das artes e da cultura regional.  

Aos 82 anos, Alcimar Francisco Casal, é pai de Vera e Diogo Casal, este doutorado em Enfermagem pela Universidade Federal de Rondônia [UNIR] e presidente do Conselho Regional de Enfermagem [COREN], além de outros filhos também de grande projeção no mundo empresarial e cultural do Estado.

ZIZI, por ocasião das comemorações de mais um ano de fundação do espaço onde se dedicou a trabalhar e deste tirar o sustento para criar e formar os filhos, lembrou a este site que, ‘por aqui, passaram grandes políticos, magistrados, jornalistas, sindicalistas e agitadores culturais ainda não muito expressivos para o que hoje representam para a história do jovem estado de Rondônia’.

Segundo relatos dele, ‘lembro a todo instante da lona de nylon que cobria minhas mesas e cadeiras por causa dos ventos e da chuva torrencial’. Ele também mencionou datas homéricas, entre as quais, ‘as pendengas judiciais com um grupo imobiliário que, a todo custo, porque estava incrustado no Governo Militar, queria se apossar deste espaço’.

- Foi uma batalha gloriosa entre Titãs da caneta, do dinheiro e dos sem dinheiro para gastar, porque ao final, vencemos os algozes dessa fase da história real da cidade de Porto Velho, em que foram obrigados a baterem em uma retirada cinematográfica do campo de batalha, ele afirmou.

Também disse que alguns historiadores precisam refaze a história deste espaço e contarem a história como, realmente, a história deve ser contada – sem delongas ou proteção a A ou a que, à época, insistiam em expulsar não só a mim, mas todo o movimento político, cultural e sindical, que nasceu junto com o Bar do Zizi, ressaltou o hoje paciente, Alcimar Francisco Casal.

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: Xico Nery

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt