Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018 - 15:31 (Polícia)

18
Não recomendado para menores de 18 anos

VÍDEO MOSTRA MEMBRO DO COMANDO VERMELHO DECEPANDO JOVEM DE 19 ANOS EM RIO BRANCO

Ao final do vídeo, os homens em forma de demonstrar poder, mencionaram a facção Comando Vermelho como responsável pelo ato de execução. Pelo menos três homens encapuzados participaram do crime.


Imprimir página

Rio Branco - O desfecho da história de Déborah Bessa, de 19 anos, ganha um novo capítulo brutal. Após ser encontrada morta no último dia 13, em uma área de mata localizada no final da rua chapecoense região do bairro Caladinho, um vídeo de pouco mais de 50 segundos ganha as redes sociais nesta sexta-feira, 1. Nas imagens, um homem com uma camisa na cabeça segura a vitima pelo cabelo e desfere golpes de terçado deixando-a a agonizar até a morte. O carrasco de Débora age de forma fria enquanto a vitima clama pela vida. As imagens são fortes e não serão divulgadas pelo site.

CASO DÉBORA: POLÍCIA JÁ IDENTIFICOU AUTORES DO VÍDEO EM QUE JOVEM APARECE SENDO BRUTALMENTE ASSASSINADA

Ao final do vídeo, os homens em forma de demonstrar poder, mencionaram a facção Comando Vermelho como responsável pelo ato de execução. Pelo menos três homens encapuzados participaram do crime.

CASO DÉBORA: UM DOS MENORES QUE PARTICIPOU DA DECAPITAÇÃO CONFESSA O CRIME E SE ENTREGA A POLÍCIA - VÍDEO

Débora havia desaparecido no inicio do mês e a família começou a receber ligações que davam conta de que a jovem havia sido alvo de uma emboscada. A informação era de que Débora, que pertencia a facção criminosa Bonde dos 13, havia pego um mototáxi até a entrada do bairro Caladinho e lá foi abordada por criminosos ligados ao Comando Vermelho que a arrastaram para dentro da mata. O corpo teria sido esquartejado e enterrado em seguida.

Déborah havia se desligado do Bonde dos 13 há algum tempo, chegou a gravar um vídeo informando a sua saída da organização, mas a família acredita que ela tenha sido assassinada pela facção rival.

Fonte: 010 - ac24hororas

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias