Sabado, 09 de Junho de 2018 - 11:35 (Política)

L
LIVRE

VEREADORA FAZ PARTE DA COMISSÃO QUE FISCALIZA A LICITAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO

A primeira reunião, para tratar sobre o assunto aconteceu na última sexta-feira (08), na Secretaria Municipal de Transporte, localizada na avenida Amazonas.


Imprimir página

A vereadora Cristiane Lopes (PP) faz parte da comissão que fiscaliza o processo licitatório para a contratação da nova empresa que atuará no Transporte Coletivo da Capital. A comissão foi criada após as Audiências Públicas ocorridas nas zonas Sul e Leste da cidade. Também fazem parte desta Comissão representantes da Secretaria Municipal de Trânsito (SEMTRAN), do Ministério Público do Trabalho, da Defensoria Pública e da Sociedade Civil Organizada. A primeira reunião, para tratar sobre o assunto aconteceu na última sexta-feira (08), na Secretaria Municipal de Transporte, localizada na avenida Amazonas.

A Comissão tem por objetivo fiscalizar todo o processo de licitação e acompanhar posteriormente, se as cláusulas do contrato serão colocadas em prática, principalmente com relação a: quantidade de ônibus disponíveis, idade da frota, acessibilidade, ar condicionado e a sustentabilidade da empresa quanto a implantação do sistema de integração exigido no edital, com novas linhas e o uso de tecnologias que melhoram a interação entre o usuário e o sistema. "Todas as empresas alegam que precisam aumentar a tarifa para trazer melhorias ao transporte. Mas os usuários da nossa cidade não merecem mais pagar caro e não verem resultado. Precisamos agora justificar esse valor de quase R$ 4, e trazer melhorias pra quem necessita do transporte coletivo", ressaltou Cristiane Lopes.

Na reunião também foram abordados outros temas como: a reestruturação das Rotas, o desafogamento da Avenida Sete de Setembro e o Plano de Mobilidade Urbana do Município que, segundo o secretário, Carlos Henrique da Costa, já está sendo produzido, mas que deveria ser apresentado, antes da licitação da nova empresa de transporte. Já que é através do Plano de Mobilidade que as novas rotas deverão ser definidas. "Faço questão de acompanhar o processo licitatório e depois, que o contrato seja cumprido por parte da empresa. Meu objetivo é contribuir para que a população tenha um transporte coletivo de qualidade e pague um preço justo por isso. Vou fazer o meu papel como vereadora que é fiscalizar para que os nossos munícipes tenham sempre o melhor", enfatizou a vereadora.

Fonte: 010 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias