Sabado, 02 de Junho de 2018 - 16:26 (Política)

L
LIVRE

VEREADORA CRISTIANE LOPES PARTICIPA DE MANIFESTAÇÃO A FAVOR DA SAÚDE

A vereadora também solicitou à Secretaria Municipal de Saúde que encaminhasse o relatório com a lista de todos os servidores lotados nas UPAs e nas Unidades de Saúde.


Imprimir página

"A Saúde não pode esperar. Ela é prioridade. Estamos aqui reunidos, porque acreditamos que é possível e é preciso melhorar agora. A população não merece mais sofrer com um atendimento precário e os servidores por falta de melhores condições de trabalho. Queremos saúde de qualidade no nosso município", essa foi a declaração da vereadora Cristiane Lopes durante a manifestação que aconteceu em frente à Unidade de Pronto Atendimento da zona Leste da Cidade (UPA Leste). 

Servidores, vereadores, representantes de entidades ligadas à saúde e a população em geral se reuniram para chamar a atenção das autoridades responsáveis sobre a atual situação da saúde no município que desde o início dessa gestão só piora. Nas UPAs por exemplo, a quantidade de médicos não é suficiente para cobrir os plantões, por esse motivo a falta desses profissionais é constante. "Realizei fiscalização na UPA Sul também, em um dia que não tinha médico. Uma senhora estava na Unidade desde às 7h, chorando de dor, e iria esperar para ser atendida às 15h, quando o próximo médico plantonista chegasse. Além disso nós acompanhamos  vários casos onde pessoas morreram por falta de atendimento", ressaltou Cristiane Lopes.

A vereadora também solicitou à Secretaria Municipal de Saúde que encaminhasse o relatório com a lista de todos os servidores lotados nas UPAs e nas Unidades de Saúde. A secretaria somente realizou esse levantamento após a solicitação da parlamentar. Antes, os dados ficavam a disposição apenas do Departamento de Recursos Humanos do Município. "Não acreditei quando me informaram que este relatório ainda estava sendo feito pela secretaria com informações do RH. Na minha opinião é imprescindível que os secretários tenham as informações de quem trabalha e aonde para poder cobrar quando faltam, quando não atendem bem e para saber se estão conseguindo atender a demanda", explicou.

Cristiane Lopes irá mais uma vez à Semusa para cobrar ações por parte do secretário, e que a situação mude na saúde de Porto Velho.

Fonte: assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias