Quarta-Feira, 08 de Agosto de 2018 - 10:58 (Colaboradores)

L
LIVRE

VEREADOR DE CANDEIAS DO JAMARI FAZ PROMOÇÃO PESSOAL COM DOAÇÃO GOVERNAMENTAL

A atitude seria nobre se esses Kits Quimonos tivessem sidos adquiridos com recurso do bolso do vereador. SQN!


Imprimir página

Na última segunda-feira o vereador MARCOS DA HORA de Candeias do Jamari, postou em seu perfil no Facebook, algumas fotos sobre a entrega de Kits Quimonos, todos bordados com a marca VEREADOR MARCOS DA HORA, para os alunos da Escola Top Team de Candeias do Jamari.

Com a desfaçatez de um político malandro, onde ele tem a certeza que todos os eleitores são idiotas a ponto de votarem nele porque ele teve a “atitude nobre” de doar Quimonos para crianças que fazem parte de um projeto lindo e serio administrado por um professor serio e dedicado como Chrystiam Moura, o vereador ainda foi para sua rede social CONFESSAR que os Kits foram doados pela SEJUS (Secretaria de Justiça do governo de Rondônia).


Postagem do dia 06/08

 

A Constituição e a lei 8.429/1992 ao regulamentarem o dever de probidade, além de estabelecerem os limites objetivos dos atos dos gestores públicos e políticos, prescrevem também sanções pelo abuso cometido em razão da função. A questão a ser debatida refere-se aos limites da divulgação dos objetivos traçados, desenvolvidos e concluídos.

A probidade administrativa é o dever de exercer as funções, sem aproveitamento de vantagens ou facilidades decorrentes das atribuições típicas do cargo exercido, seja em proveito pessoal ou de terceiro. Analisa-se a obrigação de retidão na esfera pública no contexto da realização de obras e projetos, o que implica vedação de realização de propaganda de atos particulares ao longo do mandato eletivo, como também no período eleitoral.

O MP e o TRE foram acionados através de denuncias, demonstrando o interesse pessoal do vereador que está inteiramente ligado na campanha eleitoral de um outro colega vereador que é candidato a deputado estadual.

Fonte: Carlos Caldeira - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias