Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018 - 16:28 (Nacional)

L
LIVRE

VEJA QUAIS ERAM AS VÍTIMAS DA QUEDA DO HELICÓPTERO DA GLOBO

Acidente que fez dois mortos e um gravemente ferido na manha desta terça-feira, 23.


Imprimir página

O famoso Globocop, o helicóptero que está ao serviço da cadeia de televisão brasileira Globo caiu em Pernambuco na manhã desta terça-feira. O acidente fez dois mortos e um gravemente ferido.

Daniel Cavalcanti Figueira Galvão

Comandante do helicóptero. Casado, não tinha filhos. Trabalhava para a Helisae, a empresa a quem a Globo aluga o helicóptero, há seis anos. Antes, tinha vivido em Las Vegas, nos EUA, onde trabalhava como motorista de autocarros. Foi nos Estados Unidos que, em 2005, se tornou piloto de helicópteros, a sua grande paixão.

Tinha mais de 1300 horas de voo e era considerado um piloto experiente. Nas redes sociais, era habitual Daniel partilhar fotografias dos momentos de voo. Era ele quem pilotava o helicóptero na altura da queda. Morreu no local.

Lia Maria Abreu de Sousa 

Lia Sousa é a outra vítima mortal do acidente. Tinha 34 anos e era 1ª sargento da Aeronáutica. Estava há 17 anos ao serviço e já tinha trabalhado em São Paulo e em Acre antes de se mudar para o Recife. Como era controladora de voo, foi convidada pela Helisae para ajudar e participar na emissão de segunda-feira à noite.

Deixa um filho de apenas dois anos. Lia faria 35 anos esta quinta-feira, dia 25 de janeiro. A mulher ainda foi assistida no local, mas acabou por não resistir aos ferimentos.

Miguel Brendo Pontes Simões

O mais jovem a bordo do helicóptero: Miguel Brendo Simões tem 21 anos e foi o único dos ocupantes a sobreviver ao acidente. É filho de Miguel Simões, piloto da Helisae e um dos donos da empresa. Mantém-se internado nos Cuidados Intensivos, após ter ficado ferido com gravidade na queda do helicóptero.

Trabalhava para a Helisae há pouco mais de um ano. Tinha feito o curso de operador de sistemas naquela empresa e desempenhava as funções de captação, gravação e transmissão de imagens.

Como tudo aconteceu

Segundo a empresa e as autoridades brasileiras, o Globocop tinha passado na inspeção na semana passada. A aeronave descolou do hangar, no Aeroporto Internacional do Recife, pelas 5h50 locais desta segunda-feira.

Dez minutos depois o helicóptero sobrevoava a orla costeira e mostrou imagens da Praia da Boa Viagem no programa Bom Dia Pernambuco. Estava chuva e muita nebulosidade. Pelas 6h05, o helicóptero fez uma curva para seguir para o bairro da Jaqueira e algo aconteceu.

As imagens tremem e a aeronave cai no mar, perto de uma zona rochosa. As autoridades investigam o caso e ao local foi chamada uma equipa do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

As imagens de videovigilância dos prédios próximos do local do acidente vai ser pedidas e deverão ajudar a desvendar o que motivou a queda do Globocop.

Fonte: 012 - NewsRondônia com informações cm jornal

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias