Sexta-Feira, 12 de Agosto de 2016 - 11:15 (Hidreletricas do Madeira)

L
LIVRE

USINA JIRAU REFORÇA AÇÕES DE CONTROLE DA MALÁRIA COM MAIS DOAÇÕES PARA SECRETARIA DE SAÚDE DE PORTO VELHO

Parceria da Usina Jirau com a SEMUSA reduz casos da doença


Imprimir página

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, entregou no dia 3 de agosto cinco caminhonetes e 271 itens de equipamentos de proteção individual (EPI’s) para a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA). A doação, realizada em Porto Velho, faz parte do Programa de Saúde Pública desenvolvido pela ESBR na área de influência da UHE Jirau e será empregada no controle do mosquito que transmite a malária.

Desde a implantação do Programa de Saúde Pública em 2009, os casos de malária foram reduzidos em mais de 80% na região. O Programa alcança as áreas de influência da Usina Hidrelétrica Jirau, partindo do distrito de Jaci Paraná até a Ponta do Abunã, e conta com a participação dos agentes municipais de saúde que desenvolvem o trabalho de campo.

O investimento para aquisição das cinco caminhonetes 0 Km foi de R$ 499 mil e os veículos auxiliarão nos trabalhos de vigilância nas áreas de abrangência da Usina Jirau. Já os EPI’s, como botas, máscaras e cartuchos respiradores, que custaram R$ 41 mil, serão utilizados na rotina de combate e controle da malária nas áreas consideradas de maior risco de incidência da doença.

De acordo com a Assessora Institucional da ESBR, Mariana Lima, os investimentos foram altos porque o controle da malária requer muitas ações voltadas à prevenção. “Essa é uma continuação do Plano Complementar de Controle da Malária, previsto no Programa de Saúde Pública da empresa. A próxima etapa será a construção dos Pontos de Apoio em três distritos de Porto Velho, que prestarão assistência às pessoas acometidas pela malária e demais doenças”. Além desta doação, a ESBR já doou outros equipamentos, veículos e motocicletas, para facilitar o trabalho em localidades consideradas de difícil acesso.

Para o Secretário da SEMUSA, Domingos Sávio, a parceria com a Usina Hidrelétrica Jirau tem gerado ótimos resultados. “No início de 2013 tínhamos registrado 13 mil casos de malária, já no ano passado foram apenas 3 mil registros. É uma redução muito significativa e este ano estamos trabalhando para reduzir pelo menos mais vinte por cento deste total. É a primeira vez na história de Rondônia que o Ministério da Saúde classifica o estado com baixo índice de infestação da malária”, destaca Sávio.

Fonte: Usina Hidrelétrica Jirau

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias