Quinta-Feira, 29 de Setembro de 2011 - 10:08 (Colaboradores)

UNIR : O DIREITO DE ESTUDAR

E pra chamar atenção da reitoria, acadêmicos se reúnem todas as tardes no prédio da Unir


Imprimir página

Ironia do destino ou não, estudantes de Universidade em Rondônia não tem o direito de estudar dignamente.  O Campus da Universidade que fica na BR 364 no Km 9,5 sentido, Guajará-Mirim é o retrato da falta de humanização com o acadêmico. Basta chover para que a realidade do local se mostre por meio de um cenário de abandono.

Lixo pra todos os lados, o mato toma conta do lugar. Mas não é só isso, a pintura do prédio ainda é a mesma da gestão passada. Nem mesmo os professores suportaram tamanho abandono, e iniciaram desde a semana passada junto com os alunos uma paralisação total. Os estudantes exigem melhorias e investimentos no ensino universitário, os professores pedem aumento salarial.  

E pra chamar atenção da reitoria, acadêmicos se reúnem todas as tardes no prédio da Unir na avenida Presidente Dutra ao lado  do Palácio Presidente Vargas. Se as faixas com dizeres é pouco, eles inovam com apitaço: fora reitor e Polícia Federal (PF) chamada para conter excessos que venham acontecer.

Pra quem pensava que entrar na universidade era mais complicado do vestibular é, porque talvez nunca estudou na Unir.  Enquanto a situação não é solucionada quem arca com as conseqüências são os alunos.   O último a sair apaga a luz ou ainda resta um pouco de luz?

Fonte: Emerson Barbosa

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias

Http://www.Auto-doc.pt