Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018 - 13:48 (Turismo)

L
LIVRE

TURISMO MOVIMENTA ECONOMIA DE RONDÔNIA

As políticas públicas de fomento e promoção do turismo em Rondônia são definidas pela SETUR (Superintendência Estadual de Turismo).


Imprimir página

Rondônia tem um enorme potencial turístico, setor que movimenta 52 áreas da economia. De acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego, 11 mil pessoas estão empregadas formalmente no segmento turístico no estado. 

O Banco do Povo é um grande parceiro, tendo contribuído diretamente com o receptivo turístico na medida em que concede créditos e orientações a pequenos investidores que atuam como guias, transportadores, artesãos, fornecedores de alimentos, entre outros profissionais análogos ao turismo.

O ecoturismo e o turismo de negócios são fortes em Rondônia, que é o quinto destino nacional da pesca esportiva --realizada, sobretudo, no santuário ecológico do Vale do Guaporé-- e as feiras agropecuárias, principalmente a Rondônia Rural Show, movimentam milhões de reais, muitos empregos e toda a cadeia produtiva do turismo. Expositores de agroindústrias nestes espaços estão entre os beneficiados pelo Banco do Povo.

Além de apoiar com logística, infraestrutra, mídia e patrocínio todos os grandes eventos, o Governo do Estado investe em diversas frentes para aprimorar os atrativos turísticos locais. Alguns dos investimentos mais recentes são a pavimentação do acesso ao Morro Chico Mendes, em Ouro Preto, os Centros Culturais de  Guajará-Mirim, o alfandegamento do aeroporto de Porto Velho, a construção do Espaço Alternativo e a inauguração do Teatro Estadual. 

Construído em Porto Velho com recursos de compensação da Santo Antônio Energia sob articulação e administração da SETUR, com a parceria da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, o local  movimentou, em dois anos de existência, cerca de 25 mil turistas. 

As políticas públicas de fomento e promoção do turismo em Rondônia são definidas pela SETUR (Superintendência Estadual de Turismo). Entre as ações de destaque está o inventário nos 22 municípios considerados oficialmente turísticos do estado. O Mapa Brasileiro de Turismo permite traçar e executar projetos importantes de infraestrutra, planejamento e comunicação estratégica. 

Entre os vários resultados do trabalho da gestão da SETUR e dos parceiros estão o apoio ao projeto "Porto Velho Capital da Pesca Esportiva"; a realização e patrocínio de eventos gastronômicos e a escolha do prato oficial da capital (Pirarucu Rondon); a elevação da cidade de Ouro Preto do Oeste ao status de estância; realização de cursos e palestras de formação de empresários e prestadores de serviço;  edição de material gráfico e audiovisuais de Rondônia para exposição em feiras nacionais; a busca de recursos externos da ordem mais de R$ 28 milhões --incluindo a obra do Centro de Convenções da Capital, obra de mais de 30 mil metros com sambódromo e bumbódromo. 

O superintendente da SETUR, Júlio Olivar, tem um cuidado todo especial com a memória do estado. Executou de reformas de jazigos de personagens históricas a tarefas como a fundação do Museu Virtual de Gente e a revitalização, em trâmite, do museu Casa de Rondon, em Vilhena (recursos já empenhados), sem perder o foco nas ações mais estruturantes. 

A SETUR junto com o Banco do Povo, sob as diretrizes e o apoio do presidente Manoel Serra, está reformando a histórica prefeitura de Guajará que será a sede dos dois órgãos no município fronteiriço com a Bolívia. Memória, cultura, economia, compromisso social andam juntas nas ações do Banco do Povo.

Fotos: Arquivo SETUR 

Fonte: SETUR

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias