Quarta-Feira, 04 de Janeiro de 2017 - 12:52 (Colaboradores)

L
LIVRE

TRISTE E CRUEL: ESSA É A REALIDADE DOS PRESÍDIOS DA REGIÃO NORTE

Os 56 presos mortos e confirmados até agora pelo governo amazonense listam apenas uma estatística horripilante que pode ser superada a qualquer momento pelos vários presídios do norte do país.


Imprimir página

O que aconteceu na tarde do domingo (01) no presídio Anísio Jobim, em Manaus, no amazonas é um reflexo da falta de politicas concretas do governo federaldos governos estaduais e porque não dizer da própria justiça.

- Não existe uma política séria que reveja a situação dos condenados nos presídios e complexos penitenciários do brasil. E nem medidas que conduzam a chamada ‘ressocialização’ dos penitenciados.

O que ainda tem sido posto em prática acontece pela boa vontade de pessoas - hora da sociedade ou daqueles que trabalham dentro das penitenciárias e que durante suas atuações observaram que muitos presos podem ser recuperados.

Vai um questionamento: como acabar com as drogas se o país se quer consegue proteger os municípios com as policias? Segundo um relatório divulgado em 2014 pelo departamento de estado norte-americano sobre a estratégia de controle internacional de narcóticos, as fronteiras dos estados do norte com países produtores de cocaína são tão extensas que chegam a superar três vezes o tamanho da fronteira dos Estados Unidos com o México.

Os 56 presos mortos e confirmados até agora pelo governo amazonense listam apenas uma estatística horripilante que pode ser superada a qualquer momento pelos vários presídios do norte do país.

O sistema carcerário está desmoronando e os governos sabem disso. É tão verdade que presos já não buscam mais nem negociar com as autoridades. Porque lá dentro a negociação já superou os gabinetes governamentais. 

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias