Terça-Feira, 09 de Janeiro de 2018 - 14:24 (Colaboradores)

L
LIVRE

STAND-UP COMEDY: JULGAMENTO E PRISÃO DO LULA

Confira!!!


Imprimir página

INÍCIO DO JULGAMENTO

JUIZ Nº 01: Senhor ex-presidente Lula, você aceita tomar alguma coisa?

LULA: Eu aceito um PINGA 51 para esquentar o peritônio.

JUIZ Nº 02: Senhor ex-presidente LULA, o Tribunal não serve PINGA para quem está no banco do réu.

LULA: Então, já que não pode me servir uma PINGA,  pode me servir um Conhaque São João da Barra?

JUIZ Nº 03: O senhor pode escolher entre uma água ou um chá de capim-santo que é pra dar sorte neste julgamento.

LULA: Então o Senhor Juiz está afirmando que eu vou ser absorvido e vou poder ser candidato?

JUIZ Nº 03: Eu não estou insinuando isto. Só estamos querendo o seu bem estar.

LULA: Oh! Dr. a coisa que mais eu gosto é de viajar 4 ‘veis por meis’, com aquelas companhias, tudo de primeira, no Avião Presidencial, tomando aquela 51, com tira-gosto de paçoca de carne de BODE, aquela preparada lá na minha terra, no Pernambuco.

JUIZ Nº 01: Senhor Lula, é verdade que o Sr. recebeu de presente aquele apartamento TRIPLEX, com direito à reforma, elevador panorâmico, todo mobiliado, do jeito que fora planejado, na Praia do Guarujá, como propina por ter conseguido uma obra para a empresa OAS?

LULA: Não senhor, Sr. Juiz. Eu juro pela Cruz de Deus, eu quero morrer cego da gota serena se eu tiver recebido em toda a minha um tostão de propina, de alguém ou de alguma empresa. Se vocês acham que eu recebi propina me mostrem algum documento do Cartório que este TRIPLEX está no meu nome.

JUIZ Nº 02: Senhor Lula, o apartamento não estava em nome de sua falecido mulher, Marisa Letícia e vocês não foram casados?

LULA: Oh! Sr. Juiz, isto não é justo vocês agora quererem desenterrar a minha querida esposa, que Deus a tenha num bom lugar, somente para me incriminar. Isto está cheirando mais um Golpe, como fizeram com a pobre Dilma, uma mulher tão honesta. A minha mulher já é falecida e não se pode mais falar sobre ela. Isto seria uma falta de respeito acusar uma pessoa que já morreu.

JUIZ Nº 03: Senhor LULA, de acordo com o nosso julgamento a sua condenação será de 13 anos e 2 meses de reclusão.

LULA: Dr. Juiz, então quer dizer que o PT passou 13 anos e 2 meses no poder, todo este tempo eu vivi preso dentro de um avião para conhecer todos os países nos cinco continentes. Então quer dizer que já cumpri a pena e, agora, eu posso muito bem ser candidato?

JUIZ Nº 01: Em julgamento este não é o critério, Sr. LULA. Agora vou ler a sentença final:

Como você, Sr. ex-presidente LULA passou este tempo todo passeando e bebendo cachaça as custas do suor do povo brasileiro, a sua pena será dobrada e, portanto, você irá cumprir em regime fechado o mesmo tempo que passou viajando de aviação e o dinheiro do povo brasileiro e o outro tanto da pena irá cumprir no canavial, trabalhando, plantando, cortando, colhendo e produzindo álcool e cachaça para repor a quantidade de pinga que o Sr. LULA bebeu durante todo este tempo.

LULA: Quer dizer Dr. que a cachaça que nós vamos produzir é a 51? Porque se for realmente eu vou ficar muito e muito ‘sastifeito’. Muito obrigado, vocês são todos são muito bonzinhos.

JUIZ Nº 02: Chama o Japonês e pode mandar prender o HOMEM.

Nota do autor: Este é um texto de ficção e nada tem a haver com a realidade, sendo publicada sem fins político e sem objetivo eleitoreiro. Não sou filiado a nenhum partido político e não tenho vinculo governamental.

Antônio De Almeida Sobrinho escreve semanalmente nos seguintes Portais e veículos de comunicação:

www.gentedeopinia.com.br
www.rondonoticias.com.br

www.newsrondonia.com.br

www.emtondonia.com.br

BLOGSPOT ESPINHA NA GARGANTA.
Facebook Antônio de Almeida Sobrinho

Fonte: Antônio de Almeida Sobrinho - News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias