Terça-Feira, 19 de Julho de 2016 - 09:23 (Dica de Leitura)

L
LIVRE

SOLUÇÕES EM EMBALAGENS DIZEM MUITO SOBRE O PRODUTO E A IMAGEM DA EMPRESA

Quais decisões são extremamente necessárias no momento da preparação da embalagem para o transporte de uma carga com natureza volume variados?


Imprimir página

Quais decisões são extremamente necessárias no momento da preparação da embalagem para o transporte de uma carga com natureza volume variados? Muitos. Faz-se necessária uma análise prévia de todo o projeto adequando o modelo de embalagem para cada tipo de transporte, personalizando cargas pesadas ou super-dimensionadas de acordo com os modais que serão utilizados.

Cada cliente, cada produto, uma solução personalizada

Adriano Pereira, presidente da Codiflex, especializada em soluções para a logística de empresas, explica que é preciso saber cada detalhe do transporte para oferecer a solução mais adequada:

- Caso o transporte seja por via marítima, o ideal é encontrar uma solução anti-umidade, com plástico bolha ou um outro material que absorva impacto.

- Nos produtos que irão via aérea, a embalagem precisa ser resistente, porém mais leve, - até mesmo para que o custo final não seja tão alto para o cliente.

- Quando o cliente final tiver exigências fitossanitárias, como quando o produto precisa entrar com uma embalagem carimbada identificando como isento de alguma praga existente em alguns países (e o Brasil é muito mal visto neste aspecto por cupins e outras pragas, por exemplo), é possível utilizar um produto com essa aplicação de produtos inibidores da ação de possíveis pragas com um certificado de inspeção fitossanitário.

Pereira explica que o conceito embutido é de soluções que visam a chegada do produto com integridade física, com alta performance e com o menor custo possível:

"Nós trabalhamos com grandes indústrias que querem realmente dar a embalagem como um dos diferenciais para o produto na hora da entrega. É a primeira coisa que o cliente vê e não estou falando do cliente do varejo. Mesmo quando um cliente industrial vai no estoque e olha a prateleira, percebe o cuidado com o produto. Mesmo sendo o famoso Be to Be, o conceito de cuidado fica com o fornecedor."

Visual da embalagem é a imagem da empresa

Cuidar da embalagem é um dos sintomas que  identificam a qualidade de manuseio do produto. Muitas vezes, pode ser um grande produto, porém uma embalagem mal cuidada remete a algo descartável e com certeza depõe contra ele:

"Imagine uma carga que precisa chegar firme ao destino final, nós vivemos em um país transcontinental, em que o cliente precisa transportar uma bobina de aço de Curitiba para Camaçari ou daqui para a Argentina, o caminho é longo e irá enfrentar estradas de todos os tipos. Toda a logística terrestre para o produto chegar ao seu destino final com tudo em ordem, com a utilização das cintas de proteção, de travamento, tudo precisa ser levado em consideração. É preciso entender como esta embalagem precisa se comportar durante todo o transporte. Envolve o filme plástico, as cantoneiras, os colarinhos, as capas que são fabricadas, qual é a gramatura que ele precisa. Todos os detalhes são analisados."

Custo benefício

Adriano lembra que o cliente pode optar por usar um produto mais em conta, com uma gramatura mais barata, mas na ponta do lápis é preciso analisar se essa gramatura vai atender ao cliente:

"É necessária uma análise completa sobre o custo benefício, pois ele possui um cálculo anual de perdas. Quando o cliente imagina que está pagando mais barato em uma embalagem, a conta pode sair cara porque o cliente não vai ocupar a primeira e a segunda volta de um rolo de plástico,  que poderia ser devolvida como sucata e abater este valor da nota fiscal. O prejuízo fica mais evidente quando este valor é multiplicado pelo número de bobinas ao longo de um ano e algumas empresas comercializam até 10 mil neste período. O projeto ideal é aquele que não perde uma expira da bobina, uma volta seque" conclui o presidente.    

Fonte: Assessoria de Imprensa kakoi

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias