Segunda-Feira, 26 de Março de 2018 - 18:58 (Educação)

L
LIVRE

SINTERO RECEBE VOTO DE LOUVOR NA ALE PELA LUTA EM DEFESA DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO

A homenagem foi proposta pelo deputado estadual Dr. Neidson de Barros Soares (PMN) e entregue em cerimônia realizada nesta segunda-feira.


Imprimir página

O Sintero foi homenageado na manhã desta segunda-feira, dia 26/03, na Assembleia Legislativa de Rondônia com “Voto de Louvor” pela luta em defesa dos trabalhadores em educação e da melhoria da qualidade do ensino nas escolas públicas.

A homenagem foi proposta pelo deputado estadual Dr. Neidson de Barros Soares (PMN) e entregue em cerimônia realizada nesta segunda-feira.

Em sua justificativa para a homenagem, o parlamentar destaca a importância do trabalho sindical desenvolvido pelo Sintero que, através da busca pela valorização dos profissionais da educação, se preocupa não só com a categoria, mas com a qualidade do ensino que é oferecida à comunidade. Reconhecido pelo seu trabalho sério, responsável, democrático e transparente, o Sintero é uma das maiores e mais combativas entidades sindicais do Norte do país.

A diretoria do Sintero participou da sessão em que o sindicato recebeu a homenagem. O ex-presidente do Sintero e atual Secretário de Finanças, Manoel Rodrigues da Silva e a Secretária de Políticas Sociais e Saúde do Trabalhador, Maria de Fátima Rosilho, representaram o sindicato na cerimônia. Manoel Rodrigues da Silva usou a tribuna e disse que esse reconhecimento é importe para a categoria, pois reforça a luta por salário justo e pelo atendimento das demais reivindicações. Ele agradeceu ao deputado estadual Dr. Neidson pela propositura da homenagem, e fez um relato do movimento grevista, que já dura 35 dias.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, considera que o merecimento pela homenagem é da categoria, que confia na direção do sindicato, participa das atividades sindicais e faz do Sintero o que o sindicato é hoje. “Os nossos filiados é a nossa razão de existir. Esse sindicato foi fundado pelos trabalhadores em educação e tem suas ações definidas pela própria categoria. Nós, da direção, fomos eleitos e estamos aqui para dar o direcionamento e encaminhar as lutas, mas quem decide, de fato, é a nossa categoria”, disse.

Os trabalhadores em educação estaduais estão em greve desde o dia 21/02 pelo atendimento da pauta apresentada no Plano de Valorização dos trabalhadores em educação. E os trabalhadores em educação municipais de Porto Velho estão em greve desde o dia 23/02, também pelo atendimento de uma pauta de reivindicações.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias