Terça-Feira, 10 de Abril de 2018 - 17:07 (Educação)

L
LIVRE

SINTERO E SEDUC DISCUTEM REPOSIÇÃO DAS AULAS DO PERÍODO DE GREVE

Embora a greve tenha durado 45 dias, a paralisação atingiu 32 dias letivos que terão que ser repostos.


Imprimir página

A Direção do Sintero se reuniu na manhã desta terça-feira, dia 10/04, com o secretário de Estado da Educação, Florisvaldo Alves da Silva para discutir a reposição das aulas do período de greve.

Embora a greve tenha durado 45 dias, a paralisação atingiu 32 dias letivos que terão que ser repostos.

Na oportunidade, a presidente do Sintero, Lionilda Simão, reiterou a responsabilidade que o Sintero tem, de cumprimento do ano letivo sem prejuízo aos estudantes, à comunidade escolar e à sociedade, e explicou que os trabalhadores em educação anseiam por um ano diferenciado, não atrelado ao ano civil, respeitando-se as férias e os finais de semana.

Demonstrando receptividade às observações da Diretoria do Sintero, e que pretende uma solução democrática, o secretário Florisvaldo Alves disse que vai orientar para que haja quantidade com qualidade, e que sejam ouvidos os trabalhadores em educação e a comunidade escolar na elaboração de um novo calendário escolar para o ano letivo de 2018, cumprindo-se a legislação quanto aos 200 dias letivos e 800 horas de aulas, e considerando-se as especificidades de cada localidade.

Segundo o secretário, as Coordenadorias Regionais de Ensino (CREs) deverão participar desse processo e encaminhar à SEDUC os novos calendários até o dia 20/04, observando que o ano civil e o ano escolar são diferentes entre si.

Os diretores do Sintero destacaram que as férias dos Professores e dos Técnicos Educacionais, assim como os fins de semana, precisam ser respeitados, pois tratam-se de períodos necessários ao descanso dos trabalhadores, e para a elaboração de um calendário realmente democrático, orienta para que a categoria participe efetivamente das discussões e das deliberações.

A SEDUC pediu para que seja dispensada atenção especial às classes de Ensino de Jovens e Adultos (EJA), pois já são turmas que não têm muito tempo para estudar, e orienta para que trabalhadores em educação, coordenadores e comunidade escolar primem pela conciliação, que registrem em ata as discussões e as deliberações, e que levem o seu cumprimento a sério.

Além do secretário Florisvaldo Alves da Silva, participaram da reunião a Diretora Geral de Educação da SEDUC, Maria Angélica Silva Ayres Henrique, e a Sub-Gerente de Recursos Humanos da Seduc, Vanessa Rosa Dahn.

Pelo Sintero estavam, além da presidente Lionilda Simão, os diretores Dioneida Castoldi (Secretaria Geral), José Augusto Neto (Organização), Nereu Klosinski (Aposentados e Previdência), Antônio Alves Ferreira (Funcionários de Escolas), Claudir Mata (Política Sindical), Francisca Diniz de Melo Martins (Assuntos Educacionais) e Cleusa Ferreira Mendes (Regional Norte).

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias