Terça-Feira, 25 de Julho de 2017 - 11:22 (Eventos)

L
LIVRE

SEICHO-NO-IE REALIZA PRIMEIRA FESTA DAS DÁDIVAS DA NATUREZA

De acordo com a programação, também está prevista, além da apresentação da cantora e divulgadora da Seicho-No-Ie Ana Laura, do Núcleo de Ariquemes, exposição de artes e artesanato, coleta de produtos e materiais recicláveis e eletrônicos, de óleo de cozinha, mostra de planta e kit horta caseira (que podem ser adquiridos) e bazar.


Imprimir página

A Seicho-No-Ie do Brasil realiza neste domingo (30), das 9h às 16h, em sua sede em Porto Velho, a primeira edição da Festa das Dádivas na Natureza, devendo reunir centenas de pessoas durante todo o dia para participar de palestras e de uma série de atividades que visamconscientizar e incentivar as pessoas sobre a importância e necessidade de preservação e respeito ao meio ambiente.

Sob a coordenação do preletor Emiliano Delgado Neto, a 1ª Festa das Dádivas da Natureza tem uma vasta programação, que inclui palestras especiais sobre a doutrina da Seicho-No-Ie e seu papel no mundo globalizado, que passou a exigir de todos os segmentos organizados da sociedade, assim como dos movimentos religiosos uma posição clara sobre as questões que envolvem a vida e os recursos naturais.

Assim, os participantes e visitantes poderão ouvir palestras com especialistas que vão abordar questões como as queimadas e a biodiversidade de Rondônia, e ainda participar de várias atividades artísticas, culturais e educativas, de oficinas de origami, kirigami, alimentação natural e de compostagem.

De acordo com a programação, também está prevista, além da apresentação da cantora e divulgadora da Seicho-No-Ie Ana Laura, do Núcleo de Ariquemes, exposição de artes e artesanato, coleta de produtos e materiais recicláveis e eletrônicos, de óleo de cozinha, mostra de planta e kit horta caseira (que podem ser adquiridos) e bazar.

Dessa forma, segundo o preletor Emiliano Delgado, as pessoas que tiverem em cassa produtos eletrônicos inservíveis – celulares, baterias, etc -, óleo de cozinha usado, garrafas pet, devem levar ao evento que serão recolhidos e dado destino adequado, de modo que possam ser reciclados ou reaproveitados sem oferecer qualquer risco a natureza.

PROGRAMAÇÃO

O ciclo de atividades programadas começa as 9h com uma palestra do preletor Emiliano Delgado, como tema “O que a Seicho-No-Ie vem desenvolvendo na prática em relação à preservação do meio ambiente”, seguida de uma outra palestra que vai abordar a grave situação das queimadas em Rondônia, que será proferida porAdirleide Dias dos Santos, diretora do Departamento de Gestão de Políticas Públicas Ambientais e Mudanças Climáticas, da Secretaria de Meio Ambiente de Porto Velho (Sema).

As 10h será apresentado um vídeo sobre “A paz a partir da mesa de refeição” com a posição da Seicho-No-Ie, que defende uma alimentação mais natural e que não cause impacto na natureza, atividade que será seguida da palestra sobre a Biodiversidade de Rondônia, tema muito aguardado pela comunidade e que será apresentado pelo analista ambiental Samuel dos Santos Nienov, do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBIO).

A programação segue até as 16h com apresentação do Taiko (tambor japonês), com o Grupo BikouranDaiko, e Dança Soran com o Grupo BikouranSoran. Tem ainda a apresentação do Sistema Urubu (acidente de animais nas rodovias), por KellenKittem Cordeiro da Cunha, acadêmica de Ciências Biológica da Universidade Federal de Rondônia (Unir), as oficinas de origami, kirigami, alimentação natural, compostagem e o show musical da divulgadora Ana Laura.

Por fim, às 15h30, a palestra “Entendendo seu lugar e sua importância na preservação do meio ambiente”, com o preletorHélio de Souza Bastos, encerrando com a preletora Nilce Buzetti, supervisora administrativa e doutrinária da Regional RO – Porto Velho da Seicho-No-Ie, com a prática da Meditação Shinsokan.

A Seicho-No-Ie do Brasil prega o respeito e a valorização da natureza em todas suas manifestações,postura que já é adotada e incentivada em todas as atividades que desenvolve pelo Brasil e pelo mundo inteiro. Para a organização, diante da realidade ambiental do mundo, dos riscos e dos danos que ameaçam a vida do planeta e das pessoas, torna-se imprescindível que todas as pessoas –cidadãos, empresas, organizações, instituições sociais e entidades religiosas– desempenhem um papel efetivo na conscientização cada vez maior da necessidade da preservação e zelo com a natureza, que é o objetivo da realização da Festa das Dádivas da Natureza.

Fonte: assessoria

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias