Sabado, 30 de Julho de 2016 - 09:34 (Cultura)

L
LIVRE

SÃO CARLOS DO MADEIRA É TEMA NO FLOR DO MARACUJÁ

A Matutos do Socialista que tem a frente o folclorista conhecido como Nenenzão entra na arena do Flor do Maracujá as 22h05.


Imprimir página

A história do distrito de São Carlos do Madeira será contada na noite de hoje (30), durante a apresentação da quadrilha Matutos do Socialista na 35ª Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás – Arraial Flor do Maracujá.

A Vila de São Carlos que fica à margem esquerda do rio Madeira com a foz do rio Jamari, é a localidade mais antiga no espaço atual do estado de Rondônia. Foi fundada em 1723 pelo padre Jesuíta João Sam Payo.

Durante a apresentação o público vai ficar sabendo inclusive, de como aconteceu a construção da Igreja de Nossa Senhora Aparecida uma das mais bonitas da Amazônia entre outras histórias e pessoas que serão homenageadas como será o caso do agitador cultural Sílvio Santos – Zekatraca.

A Matutos do Socialista que tem a frente o folclorista conhecido como Nenenzão entra na arena do Flor do Maracujá as 22h05. As apresentações na noite de hoje começam com o show da Cia de Dança Yaporanga as 20h00. As 21 horas quadrilha Nação Caipira e as 23h10 Boi Bumbá Estrela de Fogo.

As apresentações de quinta feira

O público que compareceu ao Flor do Maracujá na noite da última quinta, feira (28) e parcialmente lotou as arquibancadas que tem capacidade para 5 mil pessoas sentadas, aplaudiu os grupos: Os Caipiras do Madeira, Matutos do Guaporé e Estrela Divina.

O público elogiou a coordenação responsável pela concentração e dispersão dos grupos folclóricos pelo cumprimento dos horários. As apresentações aconteceram rigorosamente nos horários constantes no mapa. “Lembramos que as apresentações começaram as 21 h00 e terminaram cinco minutos antes da meia-noite”, disse o coordenador Joãozinho.

Fotos: Roni Carvalho

Fonte: Zé Katraca

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias