Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018 - 10:06 (Agronegocios)

L
LIVRE

SANTANDER BRASIL ABRIRÁ AO MENOS 6 LOJAS AGRO NO 2º SEMESTRE; ESTREIA NO PARANÁ

O movimento reforça a expansão do Santander no segmento agrícola do Brasil, ao mesmo tempo em que o banco amplia a sua estratégia de um atendimento diferenciado ao agricultor para o Sul do Brasil, região chave para o agronegócio nacional.


Imprimir página

SÃO PAULO (Reuters) - O Santander Brasil, maior banco estrangeiro no país, vai inaugurar ao menos seis lojas voltadas exclusivamente ao agronegócio no segundo semestre deste ano, abrindo unidades pela primeira vez no Paraná, disse à Reuters nesta terça-feira o diretor de Agronegócios da instituição, Carlos Aguiar.

O movimento reforça a expansão do Santander no segmento agrícola do Brasil, ao mesmo tempo em que o banco amplia a sua estratégia de um atendimento diferenciado ao agricultor para o Sul do Brasil, região chave para o agronegócio nacional.

De acordo com Aguiar, as próximas seis lojas serão instaladas nos Estados de Mato Grosso do Sul e Tocantins, cada um com uma unidade, e Mato Grosso e Paraná, sendo duas em cada - esses dois últimos são os principais produtores de grãos do país. Aguiar não detalhou em quais municípios serão instaladas as novas lojas.

Destacou ainda que, dependendo das condições do mercado, o total de lojas abertas no segundo semestre poderia subir para dez.

"Vai depender da viabilidade, mas pode escorregar para dez, sim",
disse ele.

Com as inaugurações das seis lojas, o Santander Brasil passará a ter 22 unidades exclusivamente voltadas ao agronegócio, nas quais a estrutura de atendimento, em horários pré-agendados, é composta por um gerente geral e dois gerentes comerciais, sem a presença de caixas.

Atualmente, o Santander conta com as chamadas lojas Agro em Mato Grosso (5), Mato Grosso do Sul (3), Goiás (3), Pará (2), Maranhão (1), Minas Gerais (1) e Rondônia (1). As aberturas começaram no ano passado.

Em 2017, o Santander elevou sua carteira de crédito rural no país em 44 por cento, chegando à quinta colocação entre os maiores provedores para o segmento do agronegócio.

Fonte: noticiasagricolas

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias