Sabado, 26 de Maio de 2018 - 10:30 (Agronegocios)

L
LIVRE

RONDÔNIA RURAL SHOW AGREGA APRENDIZADO E LUCRO, AFIRMA ARTESÃ DE PORTO VELHO

As bonecas de panos são o principal atrativo no estande Mãos de Fada.


Imprimir página

Quando começou a trabalhar com artesanato há duas décadas, a artesã porto-velhense Cátia Shirley Fraga não imaginava que expor e comercializar os produtos em grandes feiras pudesse ser tão vantajoso.

As bonecas de pano da grife “Mãos de Fada” são o carro-chefe no estande instalado no pavilhão do artesanato da 7ª Rondônia Rural Show, evento do agronegócio que encerra sábado (26), no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná.

“O artesanato na minha vida começou com o objetivo de melhorar a renda familiar. Iniciei com panos de pratos e com o passar dos anos, ampliei a oferta de produtos. Participar de feira como a Rondônia Rural Show é muito valioso, pois agrega aprendizado e gera venda, que é o nosso maior objetivo”, diz a artesã, que mantém uma loja numa das principais avenidas da capital.

As bonecas de panos são o principal atrativo no estande Mãos de Fada. “Me inspiro em modelos da internet e de revistas, mas o certo é que cada uma tem a própria identidade”, diz Cátia Fraga, anunciando que a Rondônia Rural Show é uma vitrine para o artesão. “Na feira conhecemos mais sobre os desejos das pessoas e colocamos em prática essas vontades”, conta a estratégia para ser bem sucedida.

Cátia Fraga não revela os lucros, mas afirma que é um excelente negócio participar da feira do agronegócio. “Na minha primeira participação na feira, em 2016, superei minhas expectativas de vendas. Este ano penso que se atingir a metade da minha meta está de bom tamanho. Já estou quase lá”, disse a artesã, notando queda de público devido ao efeito do desabastecimento de combustível no país decorrente da paralisação dos caminhoneiros.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias