Quinta-Feira, 05 de Julho de 2018 - 14:59 (Educação)

L
LIVRE

RONDÔNIA REALIZA CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DESTINADO A GESTORES DE ESCOLAS ESTADUAIS

Curso de formação foi realizado na Escola Marechal Rondon


Imprimir página

Vilhena é um dos nove polos onde acontece o primeiro curso de formação continuada direcionada a gestores de escolas estaduais. A capacitação foi aberta oficialmente na manhã de quarta-feira (4) em solenidade realizada na Escola Estadual de Tempo Integral Marechal Rondon.

O governador Daniel Pereira instigou os gestores escolares ao desafio de colaborar para que Rondônia esteja entre os melhores na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). ‘‘Estamos a apenas 0,6 dos melhores índices do Ideb no Ensino Médio que é de 3.9 em Pernambuco e São Paulo’’. Para a secretária de Educação, Angélica Ayres, é possível alcançar um bom desempenho combatendo a evasão escolar e a reprovação. ‘‘Cada professor deve monitorar a ausência dos estudantes. É política de guerra’’, reforça o governador.

Ele destacou ainda que Rondônia evoluiu muito quando a indicação para diretores escolares deixou de ser política e passou a ser democrática. ‘‘Esse curso se reveste de grande importância. Temos muitos projetos bons e iniciativas interessante. É preciso acreditar na educação’’, avalia Daniel.

De acordo com a secretária, o curso tem a primeira etapa presencial e as demais etapas em sistema de Educação a Distância (EAD) em parceria com a operadora Vivo, não tem custo para o Estado e é direcionado a mais de mil gestores e coordenadores pedagógicos. ‘‘Abrange quatro dimensões: pedagógica, participativa, administrativa e infraestrutura’’.

E é da Escola Estadual de Tempo Integral Marechal Rondon, onde ocorreu a solenidade de abertura do curso, o diretor premiado pela melhor gestão. Flávio Antônio da Graça recebeu como prêmio um intercâmbio nos Estados Unidos onde aprendeu mais sobre as vantagens da escola integral, metodologia que prevalece no ensino norte americano.

A escola foi premiada com cerca de 70 instrumentos para fanfarra que foram oficialmente entregues pelo governador durante a solenidade. Para o estudante do 2º anos Luan Medeiros, 18 anos, ter uma fanfarra na escola significa dar oportunidade para que talentos sejam revelados. ‘‘Esperamos que a fanfarra venha somar com a qualidade de ensino’’, completa diretor.

A escola Marechal Rondon se transformou em escola integral em janeiro deste ano, atende a seis turmas do Ensino Médio e a meta do diretor é dobrar o número de vagas para o próximo ano. ‘‘Essa é a 11ª escola em tempo integral de Rondônia e para nós está sendo um desafio muito grande, mas estamos muito felizes porque traz uma metodologia bem diferente de ensino e já estamos vendo os resultados’’, avalia o diretor.

 

Texto: Vanessa Moura

Fotos: Daiane Mendonça

Fonte: secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias