Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018 - 18:50 (Cidades)

L
LIVRE

ROLIM DE MOURA: OS SERVIDORES MUNICIPAIS DE ROLIM DE MOURA VÃO PARAR SE O EXECUTIVO MUNICIPAL NÃO PAGAR ATE O 5º DIA ÚTIL

A maioria dos servidores receberam o salario do mês dezembro atrasado, enfim ainda tem servidores sem receber, como os servidores de apoio.


Imprimir página

O  Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Zona da Mata (SINSEZMAT) esteve em assembleia, na tarde de terça-feira (30), com os servidores  municipais de Rolim de Moura. O evento foi realizado para ser discutidos em conjunto  pontos como atraso de  pagamento e deliberação sobre ações futuras.

Para categoria, 2018 já começou com as velhas incertezas. A maioria dos servidores receberam  o salario do mês dezembro atrasado, enfim ainda tem servidores sem receber, como os servidores de apoio.

Agora para os servidores da educação a indignação ainda é maior, pois ainda não receberam a indenização das  férias. O pagamento do mês de  janeiro os servidores nem sabem quando vão  ver a cor do dinheiro, ainda há data  prevista para ser efetuado o pagamento.

O atraso salarial dos servidores já virou novela, a falta de compromisso já tem mais de 01 ano e até a  presente data nada foi feito para resolver esse impasse, entra ano e sai ano e as promessas do executivo municipal sempre são as mesmas, “colocar em dias a folha de pagamento”, promessas essas que ate hoje só ficaram em palavras, nunca se cumpriu.

De acordo com o Presidente do SINSEZMAT, Jose Luiz Alves Felipin , “os servidores estão cansados de sofrer e estão desacreditados da gestão. Há muitos anos, entra e sai gestão, e o servidor sempre paga conta pela incompetência dos gestores”.

A falta de compromisso da administração municipal com a categoria chegou ao extremo. Enquanto que o município veicula na imprensa que equilibrou a situação financeira do Município é confortável, o executivo age com descaso e desrespeito à população, pagando o servidor conforme ele quer, destacou Felipin.

Os servidores estão vivendo uma tortura psicológica contínua, pois não podem fazer uso do pagamento pelo seu trabalho, tornando-se inadimplentes. Então por unanimidade os servidores estão decididos entrar em greve caso não seja feito o pagamento da folha ate o 5º dia útil.

E a clausula de condição é o pagamento ate o 5º dia útil dentro do mês de Fevereiro, com garantia de um calendário legal sobre os seus salários para o ano de 2018 e acordo do recebimento dos próximos meses também dentro da data, porém  se ocorrer erros futuros, já esta declarada  greve.

“O maior bem do municipio são os servidores”. Por isso, temos de garantir que eles e suas famílias estejam bem e tenham uma vida digna. Pelo fato de receber em dia e poder honrar suas contas sem atraso.

Não podemos nos deixar enfraquecer e abrir mão do que já conquistamos, através da união, que se faz a força, finalizou Jose Luiz.

Fonte: 010 - assessoria sinsezmat

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias