Segunda-Feira, 17 de Outubro de 2016 - 20:37 (Colaboradores)

L
LIVRE

RIO MADEIRA COM ÁGUA LIMPA E PEIXE FRESQUINHO É ATRATIVO AOS ‘PORTOVELHENSES’

Em Rondônia não é período de defeso. Mas não é apenas isso: estando na Amazônia, além da flora que o mundo conhece a fauna chama atenção.


Imprimir página

Nesta época do ano por conta da estiagem que ainda persiste no norte brasileiro, o Rio Madeira o principal afluente de Rondônia tem apresentado um fenômeno natural com o aumento do número de peixes. E com isso uma cena vem acontecendo com frequência. É a da pesca amadora as margens do rio na cidade de Porto Velho.

Dentro d’água a agitação do cardume de sardinhas coloca em polvorosa nas margens do rio centenas de pescadores. Nesta época do ano por conta da estiagem que ainda persiste no norte brasileiro, o Rio Madeira o principal afluente de Rondônia tem apresentado um fenômeno natural com o aumento do número de peixes. São piaus pacus e com mais frequência, sardinhas. O auxiliar de manutenção mostra o resultado da pesca do dia. Ou seja, o jantar já está garantido.

De um ângulo mais aberto da imagem é possível ter a dimensão da quantidade de pessoas que se aglomeram as margens do rio. Aqui o que vale é encontrar táticas diferentes para não perder a chance de fisgar um pescado, mesmo que embaixo de um sol escaldante que tem torturado os ‘portovelhenses’. E muitos pescadores aproveitam o tempo quente para se refrescar. O corpo fica praticamente submerso dentro d’água.

A imagem não deixa de ser bonita, principalmente agora, quando as águas do rio madeira, que tem coloração marrom, está com aparência mais limpa. Mas é importante ressaltar as pessoas do perigo que elas correm ao se expor dentro do rio. O corpo de bombeiros faz um alerta.

De acordo com biólogos, o aumento de peixes ultimamente verificado no rio madeira é parte da cadeia de reprodução das espécies, que acontece justamente neste período do ano.

Em Rondônia não é período de defeso. Mas não é apenas isso: estando  na Amazônia, além da flora que o mundo conhece a fauna chama atenção.

No alto os mergulhões aves da região também sobrevoam o rio em busca de um peixe fresquinho. Elas migram de longe para á capital vindas do vale do Guaporé. Mas a aparição delas aqui tem um significado. É o presságio para as chuvas de final de ano que se aproximam. 

Fonte: Emerson Barbosa

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias