Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017 - 10:36 (Agronegocios)

L
LIVRE

REUNIÃO SOBRE AGROINDÚSTRIAS SERÁ NOS DIAS 19 E 20 EM OURO PRETO DO OESTE

Neste ponto importa lembrar que todo o projeto de fomento e desenvolvimento das agroindústrias em Rondônia, a partir dos pequenos negócios no âmbito da agricultura familiar, tem a marca do governador Confúcio Moura


Imprimir página

Em reunião de trabalho marcada para os dias 19 e 20, no Centro de Treinamento da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), em Ouro Preto do Oeste, o Governo de Rondônia, os 52 prefeitos e as autoridades do setor agropecuário estadual, vão discutir a situação das agroindústrias do Estado e elaborar um diagnóstico real sobre sua realidade, com números e categorias de cada área, para subsidiar a tomadas de decisões e nortear as políticas públicas para o setor.

Neste ponto importa lembrar que todo o projeto de fomento e desenvolvimento das agroindústrias em Rondônia, a partir dos pequenos negócios no âmbito da agricultura familiar, tem a marca do governador Confúcio Moura, seu idealizador e responsável pelos primeiros projetos de sucesso no Município de Ariquemes, quando foi prefeito. Ali, segundo o técnico Antonio Henrique Fernandes, coordenador de Agroindústrias da Secretaria da Agricultura (Seagri), por esse projeto, as famílias agricultoras passaram, a produzir e vender toda produção para a própria municipalidade que, por seu turno, passou abastecer as escolas da rede municipal de ensino e aos hospitais com produtos e gêneros alimentícios frescos e de boa qualidade.

Com essa medida a prefeitura de Ariquemes diminuiu seu custo com a compra de gêneros e alimentos importados de outras regiões, ao mesmo tempo em que passou a gerar mais empregos e renda nas comunidades rurais do Município, e de quebra impulsionou a economia do Estado, eis que este pequeno projeto se expandiu por todo Estado, como modelo, industrializando os produtos lácteos, o leite e seus derivados – iogurtes, manteiga, queijos variados, etc -, os produtos cárneos – frangos e suínos, especialmente, com cortes especiais, embutidos e defumados -, as bebidas – polpas de frutas e outras -, além dos biscoitos, chocolates, castanhas cristalizadas, pães especiais, amêndoas, etc.

Ressalte-se que o projeto da agroindustrialização do Estado, por sua importância na vida econômica e social, figura com destaque na minuta do Plano de Desenvolvimento Sustentável do Estado (PDES), premiado em São Paulo no último dia 20, pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em primeiro lugar no Prêmio Excelência em Competitividade – Destaque Boas Práticas, fato que deve marcar a reunião de Ouro Preto, unificando e padronizando as informações da agroindústria rondoniense, de modo a dar confiabilidade aos números de instalações e da produção estadual.

Para elaborar o diagnóstico sobre as agroindústrias de Rondônia, beneficiadas pelo Programa de Verticalização da Pequena Produção Agropecuária (Prove), o governo estadual está realizando um trabalho de pesquisa nos 52 municípios rondonienses por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e da Agência e Defesa Agrossilvopastoril (Idaron), para apurar preliminarmente as informações que serão discutidas nos dois dias da reunião de Ouro Preto do Oeste.

Fonte: 010 - SECOM/GOV-RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias